ZTOP+ZUMO

ZTOP explica: o que é HSPA+? (bônus: a encrenca do LTE)

As operadoras de telefonia, sem fazer muito barulho, começaram a oferecer um serviço 3G com maior velocidade, o HSPA+. Por enquanto, Claro (com o nome 3GMax) e Vivo (3GPlus) já estão no jogo – que, no nosso ponto de vista, pode vir a ser mais importante nos eventos internacionais a serem sediados no Brasil (= Copa do Mundo/Copa das Confederações) do que o vindouro LTE/4G.

O que significa?

HSPA+ (ou 3,75G – mas esqueça este termo confuso, já que muitos celulares 3G mais antigos, como o N82 do Nagano, mostram a mensagem de alegre com 3,5G) é uma atualização das redes atuais usadas pelas operadoras e que permite realizar downloads de até 21 Mbps de velocidade. A sigla quer dizer Evolved High-Speed Packet Access – ou HSPA evoluído (lembrando que existe o HSPA, ou o 3G que você usa hoje no celular).

O gráfico abaixo da 4G Americas mostra os limites teóricos de velocidade de evolução da tecnologia – em resumo, ainda estamos no primeiro quadradinho abaixo.

Na prática, o que as operadoras têm feito por aqui é prometer o mínimo de realidade para nossas redes sobrecarregadas: tanto Claro quanto Vivo dizem que o limite máximo é 6 Mbps.

Onde funciona?

Em smartphones e modems compatíveis com a tecnologia HSPA+, ou a maioria dos smartphones modernos atuais (como iPhone 4S, Lumia 800 e Galaxy S II). A Vivo até fez uma tabelinha com os modelos – a lista é bem completa:

Quanto custa?

A Vivo começou com modems apenas em São Paulo e depois expandiu a oferta para smartphones com planos especiais de dados para todo o Brasil, com maior franquia. Os valores sugeridos dos planos Smartphone Ilimitado 3GPlus vão de R$ 99/mês (60 minutos de voz + 500 MB de dados; valores para São Paulo) a R$ 499 (1200 minutos de voz + 2 GB de dados), com diversos valores intermediários. As operadoras Oi e TIM não oferecem serviços com HSPA+ ainda – embora a TIM tenha redes compatíveis, assim como a CTBC Telecom.

A Claro foi mais simpática e oferece o HSPA+ sob o nome 3GMax sem cobrar a mais para clientes de planos pós-pagos (para computador ou tablet) ou planos Controle em todo o Brasil. Entretanto, a operadora diz que “promocionalmente o cliente pode alcançar uma velocidade máxima de 6 Mbps” – por tempo limitado.

Por que o HSPA+ é importante?

Primeiro, porque a tecnologia já está presente em um monte de aparelhos atuais, sem que o consumidor (=você) precise trocar de smartphone – talvez apenas pagar mais, dependendo da operadora. “Com 3G de 1 Mbps você precisa de uma conexão com cabos (leia-se modem fixo em casa). Com HSPA+ já dá para viver sem eles”, resume Erasmo Rojas, diretor para América Latina e Caribe da 4G Americas, em papo que tivemos na última sexta-feira.

Segundo, aparelhos com 3G (e por consequência HSPA+) tendem a ser mais usados até 2016 que futuros aparelhos LTE, como mostra o gráfico abaixo (também via da 4G Americas). Ou 3,5 bilhões versus 609 milhões de conexões em todo o mundo.

 

E o LTE?

LTE (Long Term Evolution) ou 4G é outra história: é um complemento bacana e bem mais veloz ao 3G/HSPA+ atuais – com teóricos 100 megabits por segundo. Mas tem algumas questões para nosso complicado mercado local:

– o leilão das licenças pela Anatel será feito em junho (a previsão inicial era maio). Mas as regras dizem que “Todas as capitais do país e os municípios com mais de 500 mil habitantes terão a tecnologia 4G até dezembro de 2014. As cidades com mais de 200 mil habitantes serão contempladas em dezembro de 2015 e as com mais de 100 mil habitantes, até dezembro de 2016. Os municípios que têm entre 30 e 100 mil habitantes serão atendidos até dezembro de 2017“. Quer dizer, vai demorar – mas tem gente otimista em relação ao tema.

– As frequências leiloadas pela Anatel vão deixar o 4G brasileiro um pouco diferente do resto do mundo – compatível com alguns locais na Europa e América Latina.

– O que a Anatel oferece são as frequências de 450 MHz para telefonia em áreas rurais atrelada à faixa de 2,5 GHz para o LTE. Ninguém comentou isso ainda (acho), mas com frequências LTE de 700 MHz na América do Norte e 1,7-2,1 GHz na Ásia ) 2,6 GHz na Europa vão tornar o roaming em LTE um problema para quem vier de fora ver a Copa do Mundo –  vai ter que ir de 3G/HSPA+ e Wi-Fi mesmo (lista completa de frequências mundial em PDF). Exemplo claro é o novo iPad, já com LTE de 700 MHz que só funciona nos EUA. A solução para os fabricantes de smartphones e tablets será adotar usar chips multibanda (como os Qualcomm Gobi) para unificar redes em um só dispositivo e reduzir custos.

– Por que a Anatel não leiloa a faixa de 700 MHz? Simples: ela é usada hoje no Brasil pela TV analógica e esse espectro só será liberado após 2016, quando a transição para o sistema digital for completa – e de qualquer modo essa decisão é política. De qualquer modo, a faixa de 700 MHz não é problema apenas no Brasil: no Reino Unido, ela será liberada somente após 2018.

– Rojas, da 4G Americas, resume bem a história: “LTE é nicho de mercado, HSPA+ será força para suprir a deficiência na cobertura”. Aguardemos, então, o leilão em junho e a correria das operadoras para deixar tudo funcionando até 2013/2014. Só quero ver – na Copa.

 

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Franciscobruno1 16/04/2012, 18:14

    pessoal voces acham que tem alguma operadora decente no brasil e que possa suportar a demanda por dados e que tenham um 4g(com velocidade de 3g)? Na opiniao de voces qual e atualmente a menos pior operadora do brasil?(porque operadora boa e complicado).

    • henriquem 16/04/2012, 18:29

      é a pergunta do milhão. eu era cliente da vivo na época do CDMA (não havia dados ainda) e por um problema monstro de cobrança (perdi o telefone, não conseguiram cancelar o uso do aparelho, logo tive contas caréeeesimas) migrei pro GSM, com a TIM. Fiquei lá por anos e anos até a rede começar a falhar no ano passado e nunca existir uma oferta para eu melhorar meu plano pós-pago. Voltei pra Vivo e estou razoavelmente satisfeito: a conexão de dados pelo menos em São Paulo é boa (uso o iPhone como modem sem erro no plano de 2GB) e o telefone pega dentro de casa, um salto enorme em relação à TIM. Mas, no fim das contas, o valor pago pra Vivo é maior.
      para alguns testes com celulares com microSIM, como o iPhone 4S e o Lumia 710, tenho um simcard pré-pago (cortado na raça) da Claro que, tirando as bizarrices da operadora (como me oferecer tom de chamada de música ruim aleatória e SMS de promoções estranhas), funciona bem e é barato – e só recarrego quando vou usar (ou perco o chip, como já fiz, e tenho que comprar outro).

    • Daniel 16/04/2012, 18:30

      Vivo.

    • dnmessias 16/04/2012, 18:52

      Me parece que a estratégia da vivo é crescer aos poucos a oferta de internet mais rápida. Ela começou com uma cobertura maior (tá em todo o país praticamente) e agora vem oferecendo pacotes mais rápidos à conta gotas. Se não piorar daqui pra frente, eu acredito que a vivo é a melhor opção atualmente.

  • constantino 16/04/2012, 18:37

    É realmente muito díficil acreditar que tudo isso vai estar funcionando em 2016… mas enfim, tenhamos fé. É interessante notar que o investimento na tecnologia 3G feito pelas operadoras foi enorme e fazer uma total migração novamente para algo mais novo ainda está distante, uma vez que esse investimento ainda precisa gerar muito mais lucro, outro ponto são os valores cobrados, ao meu ver, carissimos comparando serviços similares. Fora as grandes capitais, ainda demoraremos muito para ter uma cobertura realmente grande no Brasil, e em se tratanto de leilão na Anatel… tenhamos fé!

    Abraço!

    Marco

    • henriquem 16/04/2012, 18:46

      fé e $$$, né?

  • @jmarceno 16/04/2012, 19:11

    Achei extrema sacanagem da VIVO cobrar a mais pelo serviço de HSPA+, mmassss se tem quem pague né….
    Tenho TIM e ela opera sim em HSPA+ em alguma regiões (poucas mais tem). Meus amigos também reclamam bastante da queda se sinal da TIM, mas onde eu frequento, e olha que viajo o país todo a trabalho, meus problemas são bem limitados e tem melhorado. Além de que….por 30 reais por mês, para navegar e mandar sms ilimitados e ainda fazer algumas chamadas…esta perfeito 😛

    • Guilherme Eduardo 25/04/2012, 21:40

      Também uso TIM, e confesso que nunca tive problemas com o sinal. Vejo nos sites, todos reclamando da TIM mas pelo menos onde moro(Curitiba-PR) nunca tive problemas com o sinal. Inclusive em todo lugar que eu vou o sinal esta no máximo, é raro quando o sinal fica "baixo".

      Sobre o HSPA+ eu não vi exatamente, mas estou satisfeito com a TIM…

  • @gaio_cruz 16/04/2012, 19:28

    Tenho a impressão que o HSPA+ é na verdade 3,75g. O 3g puro seria o WCDMA, o 3,5g seria o HSPA. Por isso o N82 mostra o 3,5g, ele é compatível com o HSPA. Quando o 3g chegou no Brasil, já veio como HSPA ou 3,5g.

  • Marcus 16/04/2012, 20:16

    Usei Tim até setembro/2010, quando o serviço começo a apresentar falhas até ficar uma semana sem funcionar. Mudei para Vivo, estava muito bom, até começar a tal da internet pre-paga, a qualidade do sinal caiu muito e no meu trabalho das 13:30 as 19:00 3G é impraticável. Agora comecei a procurar outras soluções, alguém indica uma saída.
    Obs: moro em Brasila.

  • Marvels 16/04/2012, 20:40

    Hj fiz um teste de velocidade na claro em goiania, numa região onde o sinal estava alto em HSPA deu 6 mega de down e 1 mega de up… fiquei impressionado… nunca vi tanta velocidade numa rede 3G.

    • Franciscobruno1 17/04/2012, 16:48

      qual plano da claro?

  • Luis_Cesar  16/04/2012, 20:59

    Ainda assim VIVO e Claro entregam menos do que o velho 3G deveria entregar na prática. Questões mercadológicas, fazer o que…
    Tem mais: 500MB de dados é sacanagem, vai num peido. Pelo menos, do que eu vi lá no site da VIVO, em relação a DADOS, tá saindo mais em conta do que o Smartphone ilimitado 60 e 100 antigo.

  • @yagogabriell 16/04/2012, 21:21

    A Vivo aqui ultrapassa muito os 1mb do 3G já consegui 2,6mbps sem ser 3G+
    Eu não entendo essas empresas, o problema é falta de fibra óptica? Tem tanta gente nesses ERB?

    QUAL O PROBLEMA DE DEIXAR A VELOCIDADE ROLAR??

  • felipe 16/04/2012, 21:36

    NAO FUNCIONA NO GALAXY NOTE?

    • Ely 19/04/2012, 11:14

      Então, achei estranho isso. As especificações são praticamente idênticas às do Galaxy SII na parte de comunicação. Mas a julgar pelo tamanho da tabela, me parece que ela só engloba os aparelhos compatíveis mais populares.

  • Deejay Leh 17/04/2012, 00:16

    Funfa no Note sim man! Eu sou funcionário da vivo e tenho o plano funcional deles em um galaxy note, onde moro aqui no interior de São Paulo ainda não esta 100% o 3g+, mas consigo velocidades de mais de 1,8mbps.
    Uma coisa que não entendo ainda eh que alguns aparelhos e modens dizem que chegam ate 7,5mbps, se a velocidade do 3g+ vai ser de 6mbps pq os modens e aparelhos 3g não são compativeis?

  • Vagner_Sgt 17/04/2012, 22:52

    Parece ilusão conexões móveis no país atingirem 6mbps, quando muitos lugares com conexões a cabo mal atingem 1mbps. Pior são as limitações. Alguém com uma conexão que atinja realmente 6mbps ter um limite de 500mb é piada de mal gosto. Se for usar realmente ultrapassa este limite em menos de 1 dia!

  • leo130 17/04/2012, 23:17

    bosta!
    meu lg scarlet 2 está fora da lista
    kkkkkkkk

  • Bruno 18/04/2012, 18:17

    Migrei o meu plano da Vivo para o 3GPlus, mas acho que não estou com HSPA+. Alguém sabe me dizer se o APN mudou? Existe alguma maneira de dizer em qual rede estou?

  • dennisaltermann 19/04/2012, 16:54

    Eu acho (e espero) que as previsões sejam ainda melhores, porque na velocidade que está crescendo o uso de dados, redes de 4G vão ser necessárias, seja por pressão do consumidor ou pressão internacional.

    E por ai vai 😉

  • fabianombraga 20/04/2012, 06:35

    Me mudei recentemente de Uberlandia (MG) para Araxa (MG). Eu ja achava pessiva a conexao em Uberlandia, e agora que estou em uma cidade menor, o bicho pegou de vez. Alem de nao existir 3G, a rede Edge mal conecta. Dai ficou limitado no uso do meu iPHone 4S, onde so consigo utiliza-lo em redes wifi. Uma pena a rede de dados no Brasil ainda estar tao fraquinha… nao vejo a hora de poder substituir o ADSL por uma rede 4G e ter internet onde quer que esteja…

  • @jacielcarvalho 29/04/2012, 22:25

    Eu tenho o plano 3GPlus da Vivo e, no meu Atrix, sempre fico na faixa dos 5.9Mbps e 1Mbps de Up. Porém, o pacote de 500MB realmente gasta muito rápido. As informações vão atualizando sempre, o negócio é deixar ele receber somente as notificações mais importantes.

  • Uiles Matos 25/06/2012, 15:39

    Parabéns, Henrique!! Como sempre, informações completas, precisas, e inteligíveis a qualquer nível de entendimento. Abraço!

  • Augusto 08/10/2012, 19:37

    Excelente a qualidade do texto parabéns e posta outros do gênero!