ZTOP+ZUMO 10 anos!

Yahoo!, não, não, não, não í  Microsoft (parte 514.222)

A novela mexicana Yahoo! + Microsoft, cheia de idas e voltas, tem mais um momento “até mais e obrigado pelos peixes”, visto que o Yahoo! mais uma vez disse não para uma proposta da Microsoft, agora para comprar apenas a parte de buscas. Já perdi as contas de quantas propostas e negativas já aconteceram entre essas duas empresas.

Jerry Yang (tem uma foto dele ótima no Silicon Alley, que eu achei no Rawsocket) deve estar dando cabeçadas na parede numa hora dessas. Ou ao menos o Carl Icahn, que vem orquestrando a saí­da de Yang faz tempo.

O que aconteceu agora: na sexta, a Microsoft deu 24 horas pro Yahoo! aceitar uma proposta feita pelo Icahn (um dos maiores acionistas do Y! e que quer tomar o board pra vender tudo pra Redmond) e a Microsoft. O conselho do Y! disse não, novamente alegando que a oferta não é do melhor interesse pros acionistas (o mesmo blablablá de sempre).

Pô, um monte de executivos saindo a rodo da companhia, nada pra segurar as pessoas (é a velha máxima de quem ficar por último apaga a luz) e os caras perdem de novo mais uma chance de vender o que têm e ainda dar um troco pros acionistas.

No fundo, dá a impressão de ser a união do Google (bem das pernas) com o cada vez mais enfraquecido Yahoo. O Google sobrevive, o Yahoo vai virar uma sombra do que era. Como diz o Desmond, do Lost, “see you in the other life, brotha”.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Fernando

    E o Google vai dominar o mundo MUAHAHAHAHAA