Números enormes: Sony Xperia Pro

N

[não-MWC 2020] A Sony desistiu de grande parte do mercado ocidental de smartphones, mas a parte que restou mantém a dignidade da marca. O anúncio de hoje, com o Xperia Pro, mostrou um fabricante pensando no 5G com uso profissional – não apenas em velocidade de acesso para o consumidor final.

Porém, o telefone ainda não tem data de chegada ao mercado nem preço sugerido. E, claro, não será lançado no Brasil.

Xperia Pro

A Sony deveria anunciar o Xperia Pro (e o Xperia 1 mark II) durante o Mobile World Congress, mas o Coronavírus fez o evento ser cancelado (yadayadayada) e a marca realizou hoje um evento online de Tóquio (e não Barcelona) para contar as novidades.

O Sony Xperia Pro vem com especificações técnicas topo de linha para 2020: chipset Qualcomm Snapdragon 865, 8 GB de RAM, 512 GB de armazenamento, tela OLED de 6,5″ (4K HDR) com Gorilla Glass 6, bateria de 4.000 mAH, proteção IP65/68 contra água e dois itens bem interessantes: um conector HDMI e capacidade de transmissão 5G usando ondas milimétricas (mmWave).

A câmera traseira é tripla, com 12 megapixels de resolução e lentes Zeiss.

E por que isso é legal? Porque dá para conectar uma câmera DSLR ou filmadora profissional ao Xperia Pro, usar o smartphone como monitor 4K profissional (com calibração Sony, diga-se de passagem) e fazer transmissões ao vivo usando o 5G direto da câmera, com baixa latência e alta velocidade.

É um tipo de uso que toda operadora demonstra (ano passado a Futurecom estava com vários exemplos) e que faz muito mais sentido para o 5G do que uma simples velocidade maior no aparelho do consumidor final.

[sony]

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

+novos