Seu GPS pode ficar maluco no fim de semana (mas não se preocupe)

S

A reposição da contagem de número de semanas dos sistemas de GPS acontece no próximo sábado (6) e pode comprometer a precisão de equipamentos mais antigos.

No próximo sábado — dia 6 de Abril — acontece o WNRO ou GPS Week Number Rollover, um fenômeno que ocorre a cada 19 anos que zera o valor do seu contador de semanas, o que pode causar problemas em receptores de GPS mais antigos.

Isso porque apesar dos sistemas de GPS possam ser usados para determinar a data e a hora com extrema precisão, a constelação de satélites de GPS não transmitem a data completa para os receptores GPS em terra.

Em vez disso eles enviam o chamado “número da semana“, que é um valor de 10 bits a cada 30 segundos como parte de cada subquadro da mensagem de navegação, de modo que é o receptor em Terra que calcula a data em razão desse valor. Já o tempo dentro dessa semana é transmitido como o número de segundos desde a meia noite de sábado para domingo.

E qual o problema disso?

Essa contagem (semana zero do GPS) teve início no dia 6 de janeiro de 1980 a 00:00:00 UTC— mas como esse campo só tem de dez bits, ele só pode conter 1.024 valores diferentes de modo que ele tem que zerar a cada 1.023 semanas. Isso aconteceu pela primeira vez em 15 de agosto de 1999, de modo que na semana seguinte o valor voltou a ser zero.

E como o contador de tempo do GPS não reconhece o pulo dos segundos, o “rollover” da semana 1.023 até a semana zero realmente ocorreu no dia 21 de agosto as 23:59:47 UTC.

De fato, os aparelhos de GPS não confiam cegamente nesse número e utilizam vários métodos para terem certeza de que os satélites estão enviando a informação correta — entre elas usar como referência a data do firmware do dispositivo, o que funciona bem se ele recebe atualizações regulares, mas nem tanto se isso é feito de vez em nunca.

Isso porque os receptores utilizam essa data calculada, junto com as informações sobre quais satélites estarão visíveis em qualquer hora e data específicas de modo que, se a data for mal calculada, o desempenho do receptor também pode diminuir drasticamente.

Muitos problemas desse tipo foram relatados após o rollover de 1999 e isso ficou conhecido como o problema do GPS “week-number roll-over” ou simplesmente “WNRO”.

Novo bug do milênio? (Naaah…)

Além de auxiliar na navegação, o Sistema de Posicionamento Global também fornece informações de tempo precisas (o chamado UTC Time) para muitos sistemas críticos, como redes de transmissão elétrica e de telecomunicações, mercados financeiros, serviços de emergência e controle industriais, etc. sendo que daí dá para se ter uma idéia o que uma diferença nesse horário pode provocar.

De fato até o governo americano emitiu um memorando sobre esse assunto:

No geral, depois da ocorrência de 1999 muitos fabricantes tomaram medidas adicionais para garantir que algo de ruim não aconteça.

De qualquer modo, no caso de dúvidas os usuários poderiam entrar em contato com os fabricantes de seus equipamentos em tese vulneráveis para verificar se eles tem alguma posição a respeito.

A TomTom por exemplo, está alertando seus usuários de GPS automotivo sobre esse problema e estão oferecendo um update de firmware mesmo para aparelhos mais antigos e até fora de linha.

Para isso eles abriram um hotsite onde seus usuários podem usar o número de série de seus aparelhos para checar a necessidade ou não desse upgrade de firmware:

Já a Garmin afirma que seus aparelhos não serão afetados.

Ainda mais porque quem tem um aparelho de GPS “normal” no carro, né?

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

Por Mário Nagano

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos