ZTOP+ZUMO

Windows: isso que deu fazer barulho no supermercado

29 de Janeiro de 2007

Hoje acordei e lembrei que tinha dois vídeos – de qualidade de imagem bem ruim, por sinal – que fiz no dia 29 de janeiro de 2007 durante o lançamento do Windows Vista no hipermercado Extra, aqui em SP. Todos os caciques da Microsoft estavam lá, até um gringo importado (Steven Sinofsky, hoje presidente da divisão Windows).

Acredito que as expectativas para o lançamento do 7 estão grandes na Microsoft (óbvio), mas não creio em tanta pompa e circunstância nos eventos de hoje à tarde (na coletiva de lançamento) e à noite (pelo que sei, Fast Shop e o mesmo Extra vão fazer barulho). Mas, sei lá, posso estar enganado e vai ser a maior festa.

Como mais gente lembrou por aí, as expectativas em torno do Vista também eram grandes e, no fim das contas, foi um fiasco.Se acho o 7 bom? Sim, é uma melhoria enorme em relação ao Vista. Mas quero ver quando a coisa se espalhar em milhares de PCs mais antigos e começar a dar pau… ou não.


(link)


(link)

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • João Henrique 21/10/2009, 10:36

    Me corrijam se eu estiver enganado, mas tenho a impressão que o Windows 7 está para o Vista como o XP esteve para o ME…
    Quero dizer, tanto o ME quanto o Vista me deram a impressão de “quebra-galhos”, sistemas lançados meio às pressas que depois foram substituídos por algo melhor.
    Mas, enfim, vou esperar prá ver.

  • Éber Freitas Dias 21/10/2009, 11:20

    ou não…

  • Leonardo Martinho 21/10/2009, 11:44

    eu acho que vai dar caca, esse vista é muito precário, todo e qualquer teste que você vê no mercado usa computadores core 2 duo, 2 gb de ram, hd limpinho. Pelo amor de Deus o teste real é o teste de todo dia, no pc surrado e cheio de porcaria. é aí que o consumidor quer que o sistema valha a pena.

    É como comprar um carro que faz 50km por litro, e dali a três meses não faz nem 5. Há uma degradação, sim há! Mas não pode ser absurda a ponto de tempos em tempos você ser obrigado a zerar o HD para ter algo que não leve mais de minutos para ser utilizável – não falo de boot, boot serve pra nada, o que deveria ser medido é apertar o botão e tempo do primeiro aplicativo abrir, que é o que todos fazemos.

  • Thiago Silva 21/10/2009, 11:50

    só uma correção, o lançamento do Windows Vista foi em 29 de Janeiro de 2007, e não 2009 como tá no texto.

  • Felippe 21/10/2009, 12:54

    Contagem regressiva… pra cortar uma fita… pra pegar um Vista? Aff! Não quero ver isso nem se o Windows8 aparecer amanhã.

  • Jenner Maciejewsky 21/10/2009, 13:24

    Só uma correção, o lançamento do Vista não foi em 2007?

    Quando ao WIN7, sim uma grande evolução, mas uso o Vista desde que foi lançado e nunca tive problemas. Como sou desenvolvedor preciso trabalhar com algumas ferramentas abertas e minha maquina só tem 2GB de RAM e já tem 3 e 1/2 anos de uso.

  • Paulo Sousa 21/10/2009, 14:52

    Acredito que o sistema operacional Windows Vista, da Microsoft, que fora oficialmente em 31 de janeiro de 2007, tenha frustrado expectativas.

    Ansiosa e presunçosa, o tiro saiu pela culatra: Um sistema relativamente seguro e maravilhoso. Seus efeitos visuais e um novo sistema de grupos de usuários poderiam fazer de Vista o maior lanamento (em termos de sistemas operacionais) da empresa, em toda sua história.

    Esta só esqueceu de um pequeno detalhe: Afinal, qual hardware necessário para que este novo sistema trabalhasse satisfatóriamente?

    Como muitos usuários possuiam (ou, ainda possui) computadores com hardware modesto, tal sistema operacional não conseguiria apresentar rendimento (ao menos) rasoável. Isto foi o cúmulo para o mercado e usuários domésticos.

    Algo estava errado. Claro que atualmente, um upgrade básico não custará os olhos da cara, mas qualquer gasto é, definitivamente, gasto. Em outros casos mais extremos, usuários que desejavam esperimentar o Vistsa deveriam, simplesmente, trocar todo o computador.

    Infelizmente a fama se alastrou como fogo em palha, e nunca mais ví um único comentário favorável ao mesmo.

    Em foruns na internet, muito se vê e percebe: mesmo com as constantes atualizações oferecidas ao sistema, os conhecidos ‘Services Packs’, que na prática, muito se melhorou (desempenho), vários usuários ainda apegados ao conceito de lentidão do Vista.

    Hoje, após a lição, a Microsoft exibe seu ‘novo’ sistema, e este será lançado dia 22-10-09.

    Após todas as melhorias, muito pouco/quase nada foi mudado quando falamos de gráficos; muito e, para melhor, foi aperfeiçoado quanto ao UAC, que desta vez, está menos invasivo/irritante.

    Em suma: base Windows Vista, nome Windows Seven. Um sistema ‘maduro’, onde todos nós já sabemos do potencial do ‘7’, e em tese, estamos satisfeitos com sua performance.

    Portanto, não acredito que o Vista foi um fisasco, e sim, falha no planejamento, apenas.

  • Daniel 21/10/2009, 15:44

    “Hoje acordei e lembrei que tinha dois vídeos – de qualidade de imagem bem ruim, por sinal – que fiz no dia 29 de janeiro de 2009”

    2009???

  • Walter Mercado 21/10/2009, 15:56

    @João Henrique:
    O Vista teve seus momentos de ME, mas não como quebra-galho…

    O ME foi baseado no kernel 4, o mesmo do 95 e 98. Ou seja, não tinha tanta desculpa pra ser mais instável que seus predecessores.
    O XP é baseado no kernel NT5, do 2000, e sua longevidade mostra que, talvez por ter expandido um sistema para workstations e servidores era um produto mais bem-acabado e até testado em ambientes críticos.
    O Vista por outro lado jogou um kernel novo (NT6) no meio de um mar de máquinas despreparadas, alterando diversos subsistemas do Windows e quebrando compatibilidade em tudo quanto é lugar. Não é de se estranhar a receptividade dos consumidores (que não usam máquinas iguais às dos “especialistas” :p)

    Esperar pra lançar um produto bem testado e com compatibilidade decente vale a pena, não à toa muita gente recomenda o Server 2008 como sistema operacional pra desktop (e ele usa o mesmo kernel do Vista).

    Sem contar que criou uma expectativa monstro pro Vista (lançado 5 anos depois do XP).
    Na época do ME (lançado 2 anos depois do 98 e poucos meses entre o 2000 e o XP), a Microsoft e o mercado nem tiveram tempo de criar o mesmo ambiente.

  • Juliano 21/10/2009, 20:06

    Também acho que vai ser um novo Vista.
    E essas festas de lançamento hein? Coisa de retardado. Dá até pena de quem esperou na fila pra comprar um Vista.

  • IvanSampa 22/10/2009, 13:01

    O lançamento real do Windows 7 é na Rua Sta Efigênia aqui em Sampa, no camelô que vende o sistema por R$ 10,00.
    O Win7 é um Vista melhorado, é crucial e importante para Microsoft que faça sucesso!
    Boa sorte 🙂

  • flaviothunder 25/10/2009, 14:17

    O Windows 7 é o Vista consertado (conserto que aliás levou 2 anos), não um novo produto, a história do “7” é que o departamento de marketing da Microsoft percebeu que o Vista tinha queimado tanto o filme que eles foram obrigados a inventar um nome novo às pressas para o seu mais novo service pack, pois se ele fosse associado ao nome “Vista” seria um lançamento natimorto.
    Agora acho que é questão de dar tempo ao tempo e ver se ele tem o mesmo comportamento observado desde o Win95 de ter prazo de validade ao lentamente carcomer o processador (ou processadores) com ciclos de CPU que ninguém sabe de onde vem até o fatídico momento em que somente a formatação é a salvação.

  • Andre 27/10/2009, 13:43

    Depois de um mês testando tanto em máquinas boas e máquinas velhas cheguei a conclusão que este vai ser um sistema muito bom para ser usado, e a tendência dos OS´s é ficar cada vez mais leves, rapidos e menores, assim como o 7 o ubuntu o osx, todos estão trilhando a um mesmo caminho.