Windows 7: Microsoft encontra a baleia do Twitter

W

Thanks for your interest in the Windows 7 Beta. The volume has been phenomenal — we’re in the process of adding more servers to handle the demand. We’re sorry for the delay and we’ll re-post the Beta as soon as we can ensure a quality download experience.

Ok, já entendi. O download tão esperado do Windows 7 falhou. Em linguagem de twitter, baleiou.

Na prática, o que isso significa?

É o hype criado pela mídia após um megaevento – a CES 2009 -, no primeiro ano sem Bill Gates, mas com Steve Ballmer.

É o hype da espera de um novo sistema operacional que virá a substituir o Vista (disclaimer: eu gosto do Vista)

É o hype de ter o último software na máquina, sem mesmo saber se funciona direito. Oba, é de graça, eu quero.

Enquanto escrevo essas linhas, Nagano baixa o Windows 7 lá na Zumo-caverna dele (sim, temos acesso a ele via métodos oficiais).

Vou instalar aqui em casa? Não tenho expectativas, por enquanto. Meu PC (com Vista) está entupido de coisas – de trabalho, da vida – que é impensável instalar algo beta nele ainda. Vou aguardar um pouco para ver o que acontece.

O engraçado dessa história toda é que até mesmo um gigante tomba – nem que seja por um “mero” download de 2,6 GB.

E é a hora que o lado de lá dos sistemas operacionais vai chiar, com razão. Distribuições de lançamentos “pop” no mundo Linux – leia-se Ubuntu – são descentralizadas (Bit Torrent, HTTP, mirrors). Fica uma lição open source – sem moralismos, por favor – para a Microsoft.

E que venha o Windows 7. Espero que sem baleia.


Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos