webOS: descanse em paz

w

Do comunicado oficial da HP, do meio da tarde, envolvendo a possível oferta de compra da Autonomy Corporation:

… A HP também relatou que planeja descontinuar as operações envolvendo os aparelhos com webOS, especificamente o TouchPad e os telefones com webOS. A HP vai continuar a explorar opções para otimizar o valor do software webOS no futuro.

Minhas lembranças da Palm sempre foram boas (do meu primeiro Palm III, depois por um clone IBM, o WorkPad, e um rápido Zire). A empresa não conseguiu se preparar para mudança do PDA para o smartphone, se arriscou com Windows Mobile (eca) e acabou nas mãos da HP, que agora matou o hardware da Palm.

O software? Provavelmente a HP irá vender as patentes para algum interessado e tá bom. E ainda vão dizer que saíram no lucro. E se você esperava por um TouchPad em 2012 no Brasil, tire o cavalinho da chuva.

Como disse Harry McCracken, ex-editor da PC World gringa, “OK, Cisco, matar a Flip dois anos depois de comprá-la por US$ 590 mi não foi uma medida tão bizarra e cara no final“.

Claro que sempre podemos culpar a Apple por fazer tanto sucesso com um produto incrível como o iPad para usar de desculpa para o fim do webOS.

E é a prova de que nem sempre uma compra de uma empresa por outra significa um futuro de sucesso. Fica a lição, Motorola Mobility. E descanse em paz, webOS (espero que a unidade de PCs também não se vá).

Nagano comenta: Para mim, o WebOS é mais uma prova de que nos dias de hoje o mercado não consegue (ou não deseja) absorver mais do que dois ou três sistemas concorrentes, sendo que os menos adaptados são naturalmente eliminados via seleção natural. Vide o exemplos dos consoles de jogos (Xbox x PS3 x Wii), games portáteis (PSP x DS) e SOs de PCs (Windows x Mac OS x Linux).

De fato, acho que o mercado se impressionou mais com a coragem da HP de relançar o WebOS do que acabar com o mesmo.

A propósito, ainda sou usuário de Palm OS, em especial do Palm Desktop (onde mantenho zilhões de anotações). E como meu T3 morreu de falência múltipla de órgãos eu ainda consigo rodar suas aplicações no meu N900, graças ao emulador Garnet VM da Access:

Tudo bem que ele não roda Angry Birds, mas ainda passo horas me divertindo como o bom e velho Taipan em especial com Li Yuen o mafioso local que vive pedindo propina doações para Tin Hau (a Deusa dos Mares) e Elder Brother Wu, o emprestador de dinheiro.

Na versão para Apple II existia um curioso “bug” onde caso você peça emprestado — digamos 10 pratas — para Brother Wu e na próxima jogada devolver muito mais do que vc deve (digamos 10.000 pratas) o agiota começava a te  dever o que foi pago a mais e caso você não resgatasse essa grana, a dívida dele ia crescendo com os mesmos juros extorsivos. Infelizmente essa sacanagem foi corrigida na versão para Palm OS.

Uma versão jogável via web browser pode ser encontrada aqui.

 

 

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

<span class="dsq-postid" data-dsqidentifier="46477 http://ztop.com.br/?p=46477">comentários</span>

  • putz, essa sua frase "…se arriscou com Windows Mobile (eca) e acabou nas mãos…"<i/> me pareceu um tanto quanto profética. Estaria a Nokia sujeita ao mesmo destino após descontinuar o Symbian e o Meego, este último uma plataforma que prometia competir em igualdade com Android e iOS?

    • lembrando que Windows Mobile NÃO é Windows Phone. Sobre a Nokia? Ainda acho (lá no fundo) que ela tem chance. Já a RIM…

  • Putz, eu já tinha comentado sobre o medo disso acontecer assim que anunciaram a compra…
    Acabou acontecendo não muito diferente do que foi com a Voodoo (do Raul Sood) 🙁
    Alpha (DEC), Compaq e tantas outras.
    Até pior

  • "Matar" o WebOS era esperado e eu acho que desfazer da unidade de PCs também é certo. A IBM fez isso e parece que não se arrependeu. Pesquisar, criar e principalmente patentear sai muito mais barato do que fabricar e distribuir (deixe isso para os chineses, eles sabem ganhar muito dinheiro com mão-de-obra barata, ajuda do governo e distribuição do modo que todos nós sabemos como, rs). E por falar em IBM, parabéns pelo novo protótipo do projeto SyNAPSE.

  • Na boa, ao invés de simplesmente matar. Libera toda a propriedade intelectual dentro da GPL, estas empresas tem modelos de negocios ultrapassados.

    • A idéia pode parecer boa, mas na prática…

      Imagine vc no papel de CEO da HP tendo que explicar para os acionistas que a empresa gastou zilhões da grana deles num sistema operacional ainda pouco difundido, quebrou a cara e agora resolveu entregar todo esse material ( = $$$) di grátis para o público e/ou potencial concorrente,

      Melhor fazer q nem a Nokia q já disse q o Meego para smartphones vai se tornar um projeto de pesquisa de menor importância que será empurrado com a barriga até que os consumidores (e os acionistas) esqueçam que ele existe.

      E isso sem falar no Meego…

  • uma matéria sobre oque fazer com o morte de sistemas no seus aprelhos do dia a dia. exemplo: quem usa palm, maemo e outrso sitemas que ou morreram ou estão mribundos. eu sou a favor da reciclagem, afinal nem sempre temso o dinheiro disponivel para acompanhar as evoluções (ou a real necessidade) falo isso com a experiencia de quem tem um palm zire 71 e um nokia N810…mas a lista de aparelhos que sairam de moda,mas ainda são funcionais e grande..

  • uma pena…

    em minha vida ordinária, eu vi a palm morrer duas vezes: PalmOs 5 e WebOs 2.

    Tenho até hoje um palm Clie TG50 funcionando, que não joga angry birds, mas tem o melhor sistema de PIM de todos os tempos.
    E acabei de comprar um Palm Pre Plus – que ficarei triste de vende-lo…

    Deixar free seria a melhor opção, já que ele é baseado no linux e tem uma comunidade ativa, daria uma longa sobrevida ao sistema.

    R.I.P. Palm (2x)

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos