ZTOP+ZUMO

Gadget retrô do dia: View-Master com realidade aumentada

O View-Master, brinquedo de visualização 3D lançado em 1939, vai ganhar uma versão tecnológica ainda este ano: a Mattel fechou uma parceria com o Google, e o novo View-Master incorpora recursos de realidade aumentada.

Mas antes, um pequeno flashback: pra quem não conhece/viu, o View-Master é um brinquedo de plástico com dois visores e uma ranhura na parte de cima para inserir disquinhos com mini-slides duplicados que dão a sensação de efeito tridimensional a quem os vê – basta apontar para uma fonte de luz.

Eu herdei um desses abaixo das minhas irmãs e guardo até hoje (e sobreviveu aos sobrinhos mais velhos, sendo escondido dos mais novos :P). É algo da época que algum parente ia uma vez na vida pro exterior, pagava caro pela viagem e trazia presentes diferentes para todo mundo. O meu está guardado na casa da mãe até hoje.

viewmaster

A versão nova mantém o conceito, mas precisa da ajuda do seu smartphone: o novo View-Master é nada mais que um óculos de realidade virtual com espaço para você encaixar seu aparelho (estilo BeeNoculus).

No lugar dos disquinhos com slides, entram disquinhos parecidos com instruções de realidade aumentada (e por isso a parceria com o Google: é o projeto Cardboard com outra cara). Imagino que apps para Cardboard devam funcionar com o produto da Mattel num futuro próximo.

Sai o papel-cartão do Google, entra uma estrutura de plástico com encaixe para o telefone. O dono do smartphone, claro, precisa baixar um app específico do View-Master (imagino que para Android e iOS, pelo menos).

Screen Shot 2015-02-13 at 2.02.04 PM

Segundo a Mattel, o novo View-Master será lançado no segundo semestre pelo preço sugerido de US$ 29,99 (com um disco de experiências, que inclui imagens clássicas do View-Master, uma jornada pelo espaço e visita a uma Space Shuttle e uma visita virtual a um destino). Discos adicionais vão custar US$ 14,99. Vai, com certeza, ser meu presente de natal em 2015.

[View-Master]

Nagano comenta: Se não me engano, o View Master foi comercializado no Brasil até os anos 1990 pela Brinquedos Estrela que importava e distribuía um modelo da Tyco, junto com jogos de discos cujo tema era, na sua maioria, ligado a temas infantis como desenhos animados — incluindo longas da Disney — cujo resumo executivo da síntese condensada da história tinha que caber em três discos com sete pares de imagens cada!

Acredito que a popularidade desse brinquedo entrou em decadência por aqui na mesma época em que modernagens como o Atari e o videocassete decolaram como sistema de entretenimento doméstico, apesar de que ele aparentemente sobrevive bem nos EUA como um brinquedo retrô, souvenir de lojas de lembraças ou até como brinde em eventos.

Eu ainda tenho um View Master “compatível” que ganhei da AMD quando visitei o stand deles numa CES passada. E é claro que o tema do disquinho era Gráficos em 3D (duh!)

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin