ZTOP+ZUMO 10 anos!

Ví­deo + preview: HTC S411

O HTC S411 (preço estimado: R$ 1.500, pode variar de acordo com plano e operadora) é o único modelo em flip no portfólio da fabricante (são nove modelos, sendo apenas um com conectividade 3G). Voltado para o público feminino ou para executivos que precisam de um smartphone fora dos horários de trabalho, o S411 decepcionou um pouco este Zumo em seus testes.

Explico:

HTC S4111) o design é muito limitado (lembra um celular feito em 1999), com teclas pouco sensí­veis ao tato e botões externos para controlar música bem pouco funcionais (aperte uma, aperte duas, na terceira tentativa funciona);

2) O Windows Mobile (ainda versão 5) parece ter sido feito para dispositivos com teclado QWERTY (caso do modelo HTC S711, na lista de reviews deste Zumo). É preciso paciência para acessar as funções do aparelho, mesmo com algumas teclas dedicadas í  navegação;

3) o aparelho não tem Wi-Fi ou 3G, o que tira toda capacidade de aproveitar ao máximo de um celular que se classifica como smartphone e não protege o investimento de qualquer empresa que quer um aparelho para conectividade máxima sem precisar trocar de telefone no ano que vem (quando sair o 3G). Tem uma câmera simples (e fraquinha) de 1,3 megapixel e, ao menos, conta com um slot para cartões miniSD. Na mesma faixa de preço existem outros modelos bem mais atraentes e até mais baratos (como o Nokia E65, com câmera de 2 megapixels e Wi-Fi);

4) o modelo enviado para testes falhou no quesito multimí­dia. A reprodução de músicas no Windows Media Player funcionou direito no começo. Depois de algumas músicas (tanto no fone de ouvido quanto no alto-falante embutido), o S411 se transformou em uma máquina de chiados. Como o aparelho não foi fabricado aqui e parece ser ainda um protótipo, vou checar com a HTC a solução do problema.

5) no ví­deo, eu falo que a bateria está descarregada. Descobri depois que é um bug do aparelho – a bateria, sim, estava carregada, mas o s411 demorou alguns segundos para mostrar a carga real.

Resumo: HTC S411

O que é isso? Celular com recursos de smartphone.
O que é legal? Tela com boa resolução, excelente duração de bateria, aceita cartões microSD.
O que é chato? Multimí­dia ruim, design antigo, faltam recursos 3G e Wi-Fi, caro para poucos recursos.
O que mais?
É um dos poucos modelos no mercado que você pode trocar o chip GSM sem precisar remover a bateria.
Preço sugerido: R$ 1.500 (pode variar de acordo com a operadora e o plano de dados)
Onde encontrar: HTC

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

Próximo post:

Post anterior: