ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Uma chance perdida pro software livre

O povo da Free Software Foundation perdeu uma grande chance com sua nova iniciativa de detonar o Windows Vista (a ser lançado no fim de janeiro). A tentativa de difamar o Windows se chama BadVista.org.

A turma da FSF poderia ter feito direito, mas não fez. Eles poderiam elencar todos os defeitos do Vista, com argumentos sólidos e fortes que só um bom desenvolvedor de software (livre) sabe como defender.

A FSF tinha a obrigação de listar problemas de segurança, bugs e todos os problemas previamente conhecidos e futuramente a serem conhecidos do Windows Vista.

E, finalmente, a FSF poderia apresentar as alternativas ao Vista baseadas em software livre, com todos seus benefí­cios técnicos e intelectuais. Turma do Debian, alguém aí­ se habilita? Perderam a chance, por enquanto. Mas até o fim de janeiro dá pra atualizar o site, espero.

Entre no site. Veja com seus próprios olhos. É apenas mais um fórum/blog para falar mal do Windows Vista, com design feio (afinal, não existe beleza no software livre?) e conteúdo disconexo (só pra falar mal do Vista). Se tivesse razão e fundamento de ser, tudo bem. Mas não tem. Uma pena.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • E o que você esperava do povo da FSF? É a mesma turma que diz que “roubam sua liberdade” sempre que usa algum software não-livre. Pelo jeito esse povo não usa caixa eletrônico: que eu saiba, o software não é Open Source. E não, nem no caso do Banrisul é ele é livre. Só o sistema é Linux, o aplicativo em si provavelmente é proprietário.

    Como diz o Eric Raymond, eles não se tocam que “liberdade” não importa para as empresas, é um conceito que não vende um produto. Você deve apelar para a “ganância” se quiser fazer as coisas acontecerem. Não vou usar o programa X porque ele é “livre”, vou usar porque ele faz o trabalho do equivalente proprietário em 25% do tempo e custa menos. E é justamente esse tipo de argumentação que falta no site.

  • henrique.martin

    Vai ver eles guardam dinheiro embaixo do colchão…

  • Talvez por isso também não exista uma interface gráfica de usuário decente para o Linux.

    Será que a comunidade open-source, tão grande e com tanto conhecimento, é incapaz de criar uma interface (ou gerenciador de janelas, como eles também dizem) melhor que ou, pelo menos, similar ao Mac OS X?

    Acho que a comunidade open-source não tem designers de interface. Ou tem, mas não consegue trabalhar em conjunto para melhorar a usabilidade e a interface do Linux. Será isso?

    Até agora, das poucas distribuições que conheci, a que mais se destacou positivamente no quesito usabilidade foi o Ubuntu (que usa GNOME). Mesmo assim, passei por poucas e boas para conseguir reconhecer minhas partições em NTFS (tive de usar linha de comando, o que é um enorme retrocesso, do ponto de vista da experiência da maioria dos usuários).

    Membros da comunidade open-source e do software livre, o que vocês estão esperando para se mexer?

Próximo post:

Post anterior: