Twitter e o terremoto em São Paulo

T

esta é uma nota quase off-topic publicada í s 21h19.

O chão tremeu aqui em um dos Zumo-offices (aka minha casa no bairro da Mooca). Estava vendo TV e o sofá começou a balançar suavemente, por volta das 21h05-21h10. Achei que eram os gatos brigando embaixo dele, mas um deles estava… em cima da TV.

Vizinhos também sentiram o abalo.

E, no Twitter, relatos pela cidade. O primeiro relato veio do bairro da Aclimação, depois mais um sem identificar o bairro. Depois, na região da Faria Lima, na sede do UOL, e na av. Paulista. Vila Sônia também sentiu o tremor. E mais depois ainda, Santos, Cubatão e Bauru. E Vila Mariana também.

Falei com o Nagano, ele sentiu no segundo Zumo-office (aka naganocaverna) em São Bernardo do Campo.

O que aconteceu? Não tenho idéia, mas o Twitter até que ajudou a confirmar que eu não estou doido.

Direto da NaganoCaverna (aka Ninho de Rato, aka Zumo Labs): Sim, confirmo que senti uns dois ou três abalos aqui no terceiro andar do prédio aqui de casa, também sentido pelo resto da famí­lia. Como passa muito caminhão pesado aqui perto í  noite, minha casa vive tremendo, mas dessa vez foi realmente mais forte.

Aquecimento global, ciclones no Sul, terremotos em Sampa… SOCOOOORRO! MANHíŠíŠíŠ!! MULHERES E BLOGUEIROS PRIMEIRO!!!!

Ah sim, antes de entrar em pânico confirmei com alguns colegas – via MSN – que o tremor também foi sentido no Ipiranga, Vila Olimpia e Jaguaré.

By the way… mal acabei de escrever essas observações e vi um flash no intervalo da novela da Globo falando do tremor. Eita, furamos a Globo!!!

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos