Twine: guarde este nome

T

Entra no ar hoje (ainda que beta fechado) o Twine. O anúncio será feito oficialmente durante o Web 2.0 Summit, em San Francisco.

Twine. Ahn?

É a primeira aplicação da Radar Networks, especializada em web semântica – ou o que se convenciona em chamar como Web 3.0. Na prática, dá até para dizer que é a primeira aplicação de web semântica a ser liberada ao grande público.

Do site da empresa:

Web 3.0 se define como a próxima década da web, durante a qual tecnologias semânticas irão ajudar a transformar a rede de um servidor de arquivos global em algo que se parece como um grande banco de dados mundial. Ao tornar a informação mais fácil de entender pelas máquinas, conectável e reutilizável, a web semântica irá permitir ao software e aos sites crescer de modo mais inteligente.”

Lembro de ter escrito sobre web semântica muitos e muitos anos atrás, no distante ano de 2001, na finada (e querida) The Industry Standard. Bons tempos aqueles…

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos