TV Bravia 3D: sensor apaga a tela com criança muito perto

T

Enquanto todo mundo se acotovelava para ver as demonstrações de TV 3D da Sony, do outro lado do salão me chamou a atenção da presença do objeto acima. Depois de coçar a cabeça por alguns segundos, caiu a ficha. Ela serve para demonstrar um dos recursos mais geniais — e ainda pouco divulgado — das novas TVs Sony: o Sensor de Presença.

Já falamos nesse recurso em outro post, mas agora tivemos agora a oportunidade de vê-lo em ação.

Para quem não foi apresentado, o sensor de presença utiliza uma pequena webcam montada na sua tela capaz de reconhecer faces (como nas câmeras digitais da empresa) e utiliza essa informação para diversas coisas, como por exemplo, melhorar a qualidade da imagem para o telespectador que não esteja exatamente na frente da TV.

Outro uso muito legal é sua capacidade de apagar a tela caso ele note a presença de pessoas, mas não de faces — o que indica que ninguém está olhando para a TV e até mesmo desligar completamente o aparelho caso ela perceba que a sala está vazia. Trata-se de um recurso muito legal principalmente para aqueles que chegam em casa, ligam o televisor e vão fazer outras coisas. O planeta agradece.

O interessante foi notar que esse recurso também consegue estimar sua distância em relação às pessoas, o que permite a TV também ajustar a qualidade do som a partir dessa informação.

Outra aplicação ainda mais intressante é sua capacidade de diferenciar a face de um adulto de uma criança. E é ai que a boneca acima entrou em ação. Note que sua face é marcada com uma moldura amarela…

…enquanto que a dos marmanjos são na cor branca. Aparentemente essa tecnologia não funciona com carecas barbudos como nosso colega e chapa Carlos Alberto Teixeira do jornal O Globo (calma Cat, brincadeirinha…)

E o que a Sony faz com isso? Cruzando essa informação com a distância relativa da tela, a TV tem condições de notar se uma criança está muito perto da tela, o que pode ser prejudicial para sua vista…

… e  nesse caso a TV apaga a tela e coloca uma mensagem na tela pedindo para que o pirralho se afaste:

Isso pode até parecer frescura, mas são coisas desse tipo que realmente impressionam as pessoas e resgatam o espírito de inovação que tornou famoso o nome a Sony. Akio Morita deve estar orgulhoso lá no céu dos inventores.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

<span class="dsq-postid" data-dsqidentifier="24537 http://zumo.com.br/?p=24537">comentários</span>

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos