Gadget do dia: Tradutor interativo “World Speak” HYK 1000 da King Jim

G

Voltado para o mercado de hospitalidade e turismo, o novo dispositivo da King Jim permite que duas pessoas possam se comunicar em 72 idiomas diferentes.

Com a chegada dos jogos olímpicos de 2020 na cidade de Tóquio no Japão, o País se prepara para receber um imenso fluxo de vistantes e estrangeiros que só em 2018 ultrapassou a marca de 30 milhões de pessoas, o que vai colocar a prova toda a sua indústria de hospitalidade, em especial no que se refere a de como se comunicar com pessoas de tantas origens e nacionalidades o que vai ser uma parada dura para a população local que, no geral, tem a fama de não saber falar inglês direito.

E é para enfrentar esse desafio que a King Jim anunciou ontem (03/07) o seu mais novo produto — o “World Speak” HYK 1000 — um sistema de tradução com reconhecimento de voz que permite que duas pessoas possam se comunicar cada um no seu próprio idioma de maneira simples e prática.

O sistema é formado por dois consoles de mesa — o mais exatamente terminais equipados com tela touch de 8″ com resolução nativa de 1.280 x 800 pixels que roda o aplicativo tradutor, que segundo a empresa pode trabalhar com até 72 línguas diferentes sendo que novos idiomas podem ser adicionados a qualquer momento.

Ele também vem equipado com uma bateria recarregável com autonomia estimada de 5 horas de uso, garantindo assim o seu funcionamento mesmo em situações de contingência.A empresa também afirma que, ao contrário de outras soluções que cobram uma taxa mensal pelo uso, a King Jim não cobrará nada além do hardware propriamente dito.

O seu funcionamento é bastante simples, ou seja, o cliente chega na frente do seu terminal e seleciona o idioma desejado…

… e pressiona um dos botões físicos para entrar com uma mensagem de voz que é prontamente convertida numa linha de texto que é imediatamente transmitida para o terminal do atendente no seu idioma também na forma de uma linha de texto e acompanhado da sua leitura por meio de um sintetizador de voz.

Dai é a vez da atendente fazer o mesmo na sua língua, estabelecendo assim um diálogo que até lembra um sistema de mensagens instantâneas do smartphone:

No geral, a tecnologia em si não tem nada de novo e poderia até ser feito com a ajuda de um app de smartphone ou tablet. A novidade mesmo é a maneira como a King Jim apresenta sua solução não na forma de um serviço pago e sim na forma de um produto que o gerente de um pequeno estabelecimento comercial ou até mesmo de um grande hotel pode comprar no varejo, tirar da caixa, ligar na tomada e botar pra funcionar.

Simples assim.

A previsão é que ele chegue ao mercado no dia 19 de julho na forma de ki (= 2 terminais) pelo preço sugerido de 148 mil ienes (~R$ 5.025) mais taxas.

Mais informações aqui.

Ainda em tempo:

O vídeo acima mostra o exemplo de um casal de americanos que deseja fazer check in no hotel falando algo como “(We) would like to check in please” e a atendente responde “I confirmed the reservation

Porém se prestarmos atenção no que está realmente aparecendo na tela do dispositivo o diálogo não me parece ser sido tão claro e preciso assim…

… Já que sem o “We” a impressão que dá é que ele está perguntando para a atendente do hotel se ela quer se registrar e ela responde que está “conformada” com a reserva.

Dai suspeitamos que esse sistema não fala exatamente inglês e sim um notório dialeto local chamado Engrish!

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

Por Mário Nagano

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos