ZTOP+ZUMO

Hands-on: Telefone via satélite IsatPhone 2

Novo aparelho da Inmarsat vem com novos recursos, incluindo uma nova roupa feita para resistir a quedas, batidas e ambientes extremos.

Se alguma vez já te perguntaram “o que é que você levaria para uma ilha deserta?” e tiraram uma da sua cara porque você respondeu “um telefone celular!“, a boa notícia é que isso, de fato, é tecnicamente viável se o aparelho for um modelo via satélite, como o IsatPhone 2. O modelo foi lançado em março deste ano pela Inmarsat e tive a oportunidade de passar algum tempo com o aparelho aqui na beem longe da Zumo-caverna:

Para quem não conhece (ou nunca foi apresentado) a Inmarsat PLC é uma companhia inglesa especializada no fornecimento de serviços de dad0s e voz por meio de uma rede global de satélites de comunicação geoestacionários, o que permite que agências do governo, entidades assistenciais, a iniciativa privada e até consumidores finais possam se comunicar mesmo em locais bem remotos onde as redes convencionais/celulares não são confiáveis ou mesmo nem chegaram.

IsatPhone2_cobertura

Área de cobertura do IsatPhone 2. Observe porém, que a partir de novembro de 2013 a área coberta pelo sistema Alphasat irá priorizar as regiões ao norte da latitude 44°S de modo que a qualidade do serviço pode degradar abaixo disso.

Dentre os seus produtos/serviços mais “simples” estão os telefones via satélite, facilmente reconhecíveis por causa das suas grandes antenas dobráveis que adicionam um volume considerável ao conjunto, mas que já foram bem mais chamativas no passado.

IsatPhone2_antena_aberta

Se comparado com os atuais smartphones, os recursos do IsatPhone 2 se limitam ao básico — ele faz ligações de voz, envia e recebe SMS ou e-mails curtos (até 170 caracteres latinos ou ~74 não latinos) e integra algumas ferramentas essenciais para quem estiver literalmente perdido num mato sem cachorro, como relógio mundial/despertador, bússola eletrônica e GPS que também ajudam muito na hora de caçar um satélite no céu (mais sobre isso adiante).

isatphone2_controles

Fora isso, ele também conta com recursos básicos de um celular de entrada como agenda de contatos (até 500 na sua memória interna + 250 no cartão SIM), viva-voz, rediscagem, discagem rápida, porta de som, conector para antena externa, porta USB micro e Bluetooth 2.0. Note que esse aparelho não possui câmera embutida nem instala ou roda aplicativoss.

Além dele, a companhia também vende o IsatPhone Pro (à direita) e que, por sinal, já foi testado por este ZTOP. Na teoria, o Pro é um produto de entrada e mais em conta devido ao seu acabamento menos resistente as intempéries do tempo e menor autonomia de bateria. Uma comparação mais detalhada — incluindo alguns modelos da concorrência — pode ser conferido aqui.

IsatPhone2_comparado1

O produto em si é formado pelos seguintes componentes : (1) uma fonte de alimentação bivolt (100~240v x 50/60 Hz) com quatro plugues substituíveis do (2) Tipo G (inglês), (3) Tipo C (EuroPlug/Brasileiro), (4) Tipo B (americano/japonês) e do (5) Tipo I (chinês/australiano), (6) uma capa de proteção do tipo coldre, (7) um IsatPhone 2, (8) uma correia de pulso, (9) um clipe de cinto, (10) um chaveiro, (11) uma bateria, (12) documentação impressa, (13) um cabo USB Mini, (14) um fone de ouvido+microfone mono, (1) e um carregador veicular, tudo embalado numa caixa (16).

isatphone2-box-accessories_leg

Entre os acessórios opcionais, a empresa oferece um fone de ouvido Bluetooth e um carregador solar:

IsatPhone2_solar_charger1

Medindo aproximadamente 5,4 x 16,9 x 2,9~3,7 cm (LxAxP) sem contar a antena (+14,3 cm na altura) e 317 gramas de peso (c0m a bateria instalada), o IsatPhone 2 não é exatamente um equipamento compacto ao ponto de entrar facilmente em qualquer bolso. De fato suas dimensões estão mais próximas de um telefone sem fio do que um celular propriamente dito, o que pode significar uma pegada e uso bem mais simples, confortável e intuitivo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Para facilitar o seu transporte, a boa notícia é que já acompanha o produto uma curiosa capa/estojo na forma de coldre…

IsatPhone2_capa1_leg

… que mantém o telefone parcialmente exposto mas que protege bem as partes mais sensíveis como a tela e o teclado, que ficam para o lado de dentro do estojo, forrado internamente com um material aveludado para evitar riscos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Do lado oposto, podemos ver que esse acessório possui uma curiosa abertura na sua base (dreno para líquidos?) e um ponto de encaixe para um clipe de cinto…

IsatPhone2_capa3_leg

… que também acompanha o produto:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Para instalar esse clipe, basta enganchá-lo na capa que fica no lugar por meio de uma trava que é liberada quando pressionamos a parte de cima:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Mas voltando ao que interessa, o corpo do IsatPhone 2 é todo em policarbonato preto com acabamento liso e fosco na frente…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

…e rugoso na parte de trás, rodeado nas bordas por uma faixa de borracha o que ajuda na sua pegada. A articulação da antena é bastante firme (com quatro posições pré-determinadas por “cliques” no movimento), o que passa uma agradável sensação de solidez e durabilidade na sua construção.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

De fato, esse modelo atende as especificações IP65 e IK04 o que significa que ele foi construído para operar em condições extremas de de temperatura (de -20°C até +55°C) e umidade (até 95%), além de resistir a quedas, impactos, entrada de pó e respingos d’água. A tela LCD também é protegida por uma camada de vidro Gorilla Glass, o que proporciona maior resistência a riscos.

IsatPhone2_no_campo_0

Seu teclado numérico possui botões bem espaçados — o que facilita o uso por pessoas com luvas — e suas teclas de navegação e seleção lembram muito o padrão adotado pelos telefones da Nokia como o 5310 Express Music, o que inclui até alguns procedimentos de uso como pressionar duas vezes o botão verde para rediscar o último número…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… inclusive no escuro:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Sua tela LCD em cores de 2,1″ também lembra os smartphones de um tempo distante, mas que apesar de parecer pequeno para os padrões atuais atende plenamente as necessidades desse aparelho, já que ele não faz nada além de ligações de voz e envio de mensagens. O curioso é que sua interface com o usuário utiliza essencialmente gráficos e caracteres brancos sobre um fundo preto…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

…  para melhorar o máximo a sua legibilidade em ambientes abertos, em especial sob a luz do sol.

IsatPhone2_intro

Sua interface com o usuário também apresenta uma série de ícones de aviso/estado praticamente iguais aos que vemos todos os dias no canto da telinha dos nossos celuares e smartphones:

isatphone2_icones_tela

E logo acima da tela no canto esquerdo temos dois LEDs de estado e um sensor de luminosidade. O indicador de estado da rede varia de verde (pronto para uso), âmbar (apenas alertas e mensagens) e vermelho (sem rede).

IsatPhone2_LEDs_leg1

Na lateral do telefone volume e a função de tracking que ativa/desativa a função de envio das suas coordenadas (capturadas pelo GPS) para um destinatário/sistema registrado no aparelho em intervalos regulares pré-determinados pelo usuário por meio de SMS/email. Uma maneira simples e barata de enviar dados de rastreamento sem depender de uma conexão direta e constante.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Um novo recurso introduzido nesse aparelho é o chamado Botão de Assistência Programável

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Que pode ser usado como uma espécie de botão de emergência que, ao ser pressionado, tenta ligar para um número pré-definido pelo usuário com a opção de também enviar (ou não) …

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… uma mensagem de alerta/socorro junto com sua localização (via GPS) e data/hora do envio da mesma cujo conteúdo é algo como:

Assistance alert from
+870776400465
52.123N,22.456W
20140202T125959Z
h:08m,v:32m accuracy
Created 20140202T132216Z

Fora isso, ainda existe uma opção semelhante chamada Alerta Pessoal, que envia apenas a mensagem para até dez usuários pré-definidos. Para disparar esse alerta basta manter pressionado os botões [*] e [#] por pelo menos 2 segundos.

Já na base do aparelho protegido sob uma tampa de borracha…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… temos a porta de som/microfone de 2,5 mm e a porta USB 2.0 que serve para recarregar sua bateria ou conectá-lo num PC para sincronizar dados da agenda, atualizar o firmware do telefone e até usá-lo como um modem de 2,4 kbps, o que é um desempenho um tanto lento para as atuais aplicações de rede, como por exemplo navegar confortavelmente na web.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A Inmarsat até oferece alguns serviços de rede (via compressão de dados) mas eles são mais voltados para enviar/receber SMS, e-mails curtos e transmitir dados meteorológicos para barcos e navios em alto-mar.

Logo acima dessa porta, temos dois LEDs indicadores de estado para  monitorar o estado da rede ou a chegada de um novo alerta/mensagem sem ter que retirar o aparelho do seu estojo de transporte.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Já na parte de trás do telefone ficam o compartimento da bateria (que também abriga o slot do cartão SIM e uma segunda portinha que protege a conexão para a antena externa. Um detalhe que nos chamou a atenção foi uma etiqueta que esse aparelho não foi produzido na China, mas sim no Canadá (uia!)

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A bateria em si é um modelo de íons de lítio de 3,7 volts x 3.180 mAh de marca própria produzido pela Varta na Indonésia (uia! uia!). Segundo a empresa, a autonomia dessa célula é de até 8 horas de conversação ou até 160 horas em stand-by.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

E assim como os aparelhos com tecnologia GSM, o IsatPhone utiliza cartões SIM para armazenar alguns dados pessoais e da linha do usuário…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… que fica bem abrigado dentro do compartimento da bateria:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

O curioso é que esse telefone também funciona com o sistema pré-pago (uia!)…

IsatPhone2_prepago

… que aparentemente funciona com aqueles cartões com código de recarga. Talvez o único inconveniente é o risco de ficar sem créditos quando estiver perdido numa ilha deserta. 🙂

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Em uso:

Antes de mais nada, é preciso deixar claro que apesar das aparências — um telefone via satélite não é a mesma coisa que um celular — o que faz com que o usuário desse sistema adote alguns procedimentos que podem parecer estranhos, porém necessários.

A principal delas é que o sinal do satélite é bastante sensível a obstáculos, de modo que ele praticamente não funciona dentro de ambientes fechados, de modo que o melhor local para fazer ligações é num local aberto com uma ampla visão do céu e sem a obstrução de prédios ou até de árvores.

IsatPhone2_melhor_local

Feito isso, ao ligar o telefone é necessário desdobrar a antena e direcioná-la para o satélite mais próximo…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… para que o aparelho localize o mesmo, faça o registro e estabeleça uma conexão. No geral, esse procedimento leva em torno de 45 segundos para ser realizado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Mas quando o telefone é novo e é ligado pela primeira vez, é preciso calibrar sua bússola eletrônica por meio de movimentos na forma de “8” que precisa ser repetido até que o sistema informe que o ajuste foi feito.

isatphone2_calib_bussola

Feito isso, o GPS interno entra em operação para localizar a posição do usuário…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… e direcioná-lo para o satélite mais próximo com o auxílio da bússola eletrônica. A propósito essa foi a única vez que vimos a interface do usuário mostrar a indicação para o norte, o que nos faz crer que esse recurso serve mais para geolocalização do que para navegação pessoal.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

E encontrada a direção correta, é preciso esperar alguns segundos para que seja feito o registro e a conexão do telefone…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… e se tudo ocorrer de acordo com o esperado, o sistema informa que ele está pronto para uso:

isatphone2_pronto_uso1

Interessante observar que, dependendo da qualidade do sinal ou se a antena estiver recolhida, pode não ser possível fazer ligações de voz, mas a capacidade de receber mensagens e alertas é mantida.

isatphone2_pronto_uso2

E caso, a conexão seja totalmente perdida o sistema avisa que é necessário procurar um outro local para restabelecer o contato:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Um detalhe importante a ser observado é que para manter a melhor conexão possível, a antena do telefone precisa ficar apontada para a direção do satélite. Para auxiliar nessa tarefa o aparelho possui um medidor simplificado que ajuda a achar esse local.

isatphone2_medidor_rede

Pela nossa experiência com esse aparelho, notamos que não é recomendável que o usuário se mexa muito durante a ligação, já que o simples ato de girar a cabeça para olhar para os lados ou mesmo para trás pode desalinhar a antena com o satélite e assim derrubar a conexão. 😛

IsatPhone2_no_campo_1

Já o procedimento de fazer uma ligação local ou internacional é bastante simples e direta: basta digita o sinal de “+” seguido pelo código do país (DDI), código da região/cidade (DDD) e o número do telefone e pressionar a tecla verde para fazer a chamada e a vermelha para encerrá-la.

Por exemplo, para ligar para a cidade de São Paulo (DDD = 11) no Brasil (DDI = 55)  basta teclar “+5511” seguido do número do telefone e sem o número da operadora. Já para ligar para São Francisco (DDD = 415) nos EUA (DDI = 1) é preciso teclar “+1415” seguido do número do telefone e assim por diante.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Para ligar para o IsatPhone 2 (ou qualquer outro número da empresa) de um telefone normal, basta ter o número do aparelho — no nosso caso +87 077  610xxxx — e ligar para o mesmo. Observe porém que o custo/tarifa dessa operação é a mesma de uma ligação internacional. 😛

O curioso é que +87  (ou 0087) não é o DDI de nenhum país e sim um código reservado para a Inmarsat usar em seus telefones via satélite.

Como já disse antes, os recursos do IsatPhone 2  se limitam ao essencial, lembrando muito o que hoje chamamos de “Feature Phones” ou seja, sistema de mensagens, agenda, histórico ligações, perfis de uso, sistema de alertas, relógio/alarmes, configuração do telefone, ligar pra Estrela da Morte geolocalização/GPS e configuração da rede. Nada de joguinhos, reprodutor de mídia, câmera, rádio FM, acesso a internet, WhatsApp, Angry Birds, etc.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Entre os recursos que podem ser úteis para o público-alvo desse produto estão o relógio mundial…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

… o sistema de GPS embutido…

IsatPhone2_aplic_GPS

… que possui um curioso recurso que envia suas coordenadas para qualquer destinatário…

IsatPhone2_mensagens

… via SMS…

IsatPhone2_GPS_SMS1

… ou até por email:

IsatPhone2_GPS_email1

Fora isso, um recurso bem bacana é que pela web, é possível enviar SMS gratuito para qualquer número de satélite da Inmarsat.

Nos testes realizados, uma vez estabelecida a conexão com o satélite, a qualidade da ligação de voz (baseado num codec de 2,4 kbps) é no geral, muito boa (som alto e claro e sem ruídos/interferências). Mas em alguns casos, notamos pequenos atrasos (= delays) nas conversas, o que pode causar uma certa confusão por conta da falta de sincronia de diálogos. O ideal neste caso é que uma pessoa fale e a outra escute por vez (e vice-versa) como era comum nos primeiros dias dos sistemas de VoIP.

As melhores experiências que tivemos foram em ligações para telefones fixos tanto dentro quanto para fora do País.

E aproveitando uma oportunidade muito interessante, fiz alguns testes de campo bem longe da Zumo Caverna, no interior paulista na região de Assis…

IsatPhone2_no_campo_Loc0b

… perto da cidade de Lutécia…

IsatPhone2_no_campo_Loc1

… num sítio localizado entre essas duas cidades:

IsatPhone2_no_campo_Loc1ab

Trata-se de um local relativamente plano que fica numa leve depressão, sem ponto de visada direta com qualquer torre de celular da região.

IsatPhone2_no_campo_Loc2d

Para esse teste, decidi ficar no meio do pasto onde o único obstáculo próximo é uma palmeira no meio do nada (indicada na imagem de satélite abaixo):

IsatPhone2_no_campo_Loc3d

 

Que vista do chão se parece com isso:

IsatPhone2_no_campo_Loc4

De fato, fiz até um vídeo para mostrar os arredores do local do teste:

A partir desse local, realizamos diversas ligações para São Paulo tanto neste dia quanto dois dias após (com o tempo mais nublado) para telefones fixos e móveis e a qualidade foi na nossa opinião, muito boa, apesar da ocorrência de um pequeno delay, problema que foi contornado com a regra de apenas uma pessoa falar por vez.

Nossas conclusões:

Pelo preço sugerido de aproximadamente US$ 1.000 nos EUA e sem contar o custo da assinatura + minuto de ligação, o IsatPhone 2 não é um equipamento barato e nem se encaixa no que poderíamos chamar de “brinquedo de marmanjo” já que — cá entre nós — quem é que se interessa por um telefone móvel do tamanho de um rádio walkie-talkie HT que só faz ligação de voz e manda SMS?

De fato, trata-se de um produto de nicho que atende a um público que possui uma demanda específica e não se importa de pagar a mais para resolver o seu problema, já que o retorno pode exceder de longe o gasto ou pode nem ser expresso em números. Entre eles podemos citar setores como o de governo (tanto na área civil quanto militar), pesquisa de gás e petróleo, agroindústria, engenharia civil, florestal e de mineração, mídia e jornalismo e até atividades de esporte e lazer como iatismo, alpinismo, caminhadas, caça e pesca, entre outros.

Dai podemos imaginar o quanto vale para esse pessoal uma informação estratégica que pode retornar milhões, um furo de notícia que pode mudar o destino de um País ou mesmo um chamado de emergência que pode salvar uma vida?

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Rafael Machado de Souza 30/07/2014, 18:19

    cara, faz anos que eu não ouvia falar nesse tipo de coisa. lembro-me que numa das primeiras ediçoes da Expodireto teve uma empresa apresentando um celular via satélite. Era algo incrivel para quem vivia no interior e mal tinha sinal analógico. Acho que poucos meses depois o mercado começou a ser invadido pelos pacotes Movistar da Telefonica.
    Olha que moramos a meros 10Km da cidade e somente de um ano pra cá dá pra falar tranquilo de qualquer lugar da casa…, mas só se for pela Vivo, hehehe.

  • Jader 30/07/2014, 21:00

    Vocês ocultaram os dígitos finais no meio da matéria, mas esqueceram de fazê-lo no endereço do e-mail enviado ao smartphone.

    • Mario Nagano 30/07/2014, 21:40

      Ops, corrigido, Thx!

      Apesar de que esse número é de um aparelho de demonstração, meio que sem dono.

  • dflopes 02/08/2014, 15:10

    Excelente análise (frase redundante para esse site).
    Já vou mostrar pro gestor de TI e segurança do trabalho aqui na empresa.

  • Ricardo Rocha 03/11/2014, 11:03

    Eu tenho um ISATPHONE PRO e após ele conseguir o GPS FIX ( Posição GPS) não é necessário você estar em um local aberto eu consigo falar com ele até de uma janela apenas apontando a antena na posição do satélite. Pode-se saber a posição do satélite usando uma bussola (sabendo com usa-la) ou um APP para celular eu uso o Satélite Director, mas qualquer outro que te mostre a posição do INMARSAT 4 F3 serve. Para uma melhor performance do equipamento eu uso ele com um fone Bluetooth (SONY DO PS3) e aponto a antena na direção do satélite onde consigo falar sem problemas. Para mim a maior vantagem do ISATPHONE 2 comparado ao ISAPHONE PRO é o alerta de chamadas e mensagens com a antena recolhida para mim o único defeito do ISAPHONE PRO que ao recolher a antena ele se desconecta da rede. No mais tirando um visual muito mais bonito e a função de rastreamento são iguais, já que tenho um kit até com a antena veicular para min não compensa trocar de equipamento. Quanto a estabilidade de chamadas ele é muito estável. já liguei em movimento e até com o kit veicular onde já falei mais de 40 minutos durante uma viagem sem cair a ligação. Algo impossível de ser feito com o meu outro telefone o IRIDIUM. Em 15 segundos ele já está pronto para ligar e receber chamadas e também recebe chamadas e sms com a antena recolhida, mas como ele usa satélites de baixa orbita (LEO) com ele não tem como você saber a posição do satélite já que ele está em constante movimento e mesmo em um local como o da foto e quase impossível realizar ligações com mais de 15 minutos sem cair a chamada.Outra vantagem do Iridium com a Inmarsat e que mesmo ambos tendo o callder id apenas o do IRIDIUM (extreme) funciona no Brasil o meu da Inmarsat não identifica o número que está me chamando. O ISATPHONE é um excelente aparelho quem comprar não vai se arrepender.