Tagkindle

Macro: Amazon Kindle Oasis (2017)

M

O Amazon Kindle Oasis chega à segunda geração com tela maior, proteção contra água e se livra da capa-bateria extra. O leitor de e-books entra em pré-venda hoje (11) na Amazon brasileira. Ah sim: ainda é o produto topo de linha da marca.

(mais…)

Pocket review: Amazon Kindle Paperwhite

P

Existem gadgets que, ao serem atualizados, ganham inúmeros novos recursos que muitas vezes mudam a opinião dos seus donos – vide smartphones e tablets da vida. O leitor de e-books Amazon Kindle Paperwhite é o contrário disso: o produto é constante, com mudanças simples e que trazem benefícios ao consumidor. Talvez seja o objeto tecnológico mais constante que tenho contato, e isso é excelente.

(mais…)

Hands-on: Kobo Aura

H

Pouco tempo atrás, no Guia ZTOP de leitor de e-books, comparei dois aparelhos para leitura de livros: o Amazon Kindle Paperwhite e o Kobo Aura HD. A comparação entre Paperwhite e Aura HD pode até ser considerada injusta, já que o Aura HD tem tela maior que o modelo da Amazon. Mas, na época, eram os dois modelos topo de linha disponíveis para testes.

(mais…)

Guia ZTOP de leitor de e-books (2013)

G

Desde a chegada do iPad, confesso, acreditava que os leitores de e-book eram tecnologias ultrapassadas. Erro meu: a nova geração de leitores de e-book com telas retroiluminadas torna a leitura muito mais fácil e agradável que em um tablet.

Não só o Amazon Kindle Paperwhite como o Kobo Aura HD oferecem excelentes telas, mas também têm uma crescente base de títulos em português disponíveis para compra (algo bastante diferente de quando testamos um dos primeiros Kindle com entrega no Brasil). Má notícia para alguns: são os aparelhos mais caros (e completos) dos fabricantes.

(mais…)

Amazon libera venda do Kindle Touch 3G para o Brasil

A

A Amazon.com anunciou hoje que liberou a venda do seu leitor de e-books Kindle Touch 3G para 175 países, incluindo o Brasil, a partir do próximo dia 27 de abril.

De um certo modo, o Touch 3G é o sucessor do Kindle 3G Global Wireless lançado originalmente em julho de 2010 e que foi o primeiro a ser oferecido para o mercado internacional — Brasil na lista. Na época, a Amazon nos enviou um para testes.

E assim como seu antecessor, o Kindle Touch 3G vem equipado com uma tela de E-Ink de 6 polegadas sensível ao toque (duh!) com resolução nativa de 600 x 800 pixels a 167 ppp e capaz de reproduzir até 16 níveis de cinza. Equipado com 4 GB de memória interna (não expansível), a empresa afirma que ele é capaz de armazenar localmente até 3 mil livros fora o espaço de armazenamento gratuito (para o conteúdo da Amazon) no serviço de cloud da empresa. Ah sim: a interface com o usuário agora é multilingual com opção de português brasileiro (uia!)

Entretanto o grande atrativo desse modelo é que o usuário tem acesso automático e gratuito ao site da Amazon.com via rede 3G, o que permite que o consumidor adquira e baixe novos títulos de maneira simples e descomplicada. A grande sacada nesse caso é que esse sistema vai funcionar em qualquer um dos 175 países anunciados pela Amazon. Entretanto, a empresa alerta que o recurso de navegar na web só funciona com o aparelho conectado via Wi-Fi (já presente no hardware) e que as coleções de livros podem ter restrições de acordo com o mercado — alguns títulos podem não estar disponíveis.

Os interessados em adquirir esse produto no Brasil devem antes de mais nada, visitar a página do produto e verificar se sua localidade é coberta por um provedor de acesso 3G que tem acordo com a Amazon. Para isso, a livraria oferece uma ferramenta on-line que facilita essa consulta. Note que esse Kindle 3G também vai funcionar em redes 2G (EDGE/GPRS), só que o download de conteúdo vai ser um pouco mais lento.

Caso o consumidor esteja dentro da área de cobertura, basta colocar o produto no carrinho e fechar a compra. Na simulação que fizemos hoje (28 de março) a empresa prevê a entrega na porta do destinatário na cidade de São Paulo no início de maio porque ele ainda não foi lançado. No geral, esse tempo leva em torno de dois a seis dias.

E como ele conseguiria isso? Pela nossa experiência, a Amazon não despacha essa mercadoria pelo correio regular (USPS) e sim via transportadora do tipo FedEx (Priority International Courier) que, além de trazer para o nosso País, já faz todo o serviço de desembaraço do produto na alfândega brasileira, inclusive pagando todas as taxas de importação. De fato, observe que no pedido acima o consumidor além de pagar US$ 189 pelo Kindle Touch mais US$ 21,98 de frete, o consumidor já paga antecipadamente um valor calculado em US$ 200,68 referente a essas taxas. Assim, o preço final do produto para nós, sairia hoje por US$ 411,66 ou R$ 751,03.

Vale a pena observar que essa taxa de importação que a Amazon cobra antecipadamente é uma estimativa, de modo que, caso falte uma grana a Amazon completa o valor e depois cobra a diferença no cartão de crédito do cliente, caso sobre um troco o valor também é devolvido/estornado também pelo mesmo sistema.

Esperamos que esse preço seja menor quando a Amazon chegar oficialmente ao Brasil.

Achou caro? Bom, na época do anúncio do primeiro Kindle 3G liberado para o Brasil essa mesma compra (obviamente com o modelo antigo) saía por US$ 585,32 ou R$ 1.066,92, segundo a cotação de hoje.

Como dissemos acima, esse novo Kindle Touch começa a ser comercializado no final de abril, mas as encomendas já podem ser feitas a partir de hoje. [dica da Anna]

RSS Podcast Sem Filtro




+novos