ZTOP+ZUMO

Números enormes: Sony Xperia M4 Aqua

O Mobile World Congress 2015 vai ficar com a fama do ano que teve o Galaxy S6 e um monte de aparelhos intermediários (e até mesmo básicos) com conectividade 4G. O novo Sony Xperia M4 Aqua é um deles.

O smartphone, com processador Qualcomm 615 (1,5 GHz + 1 GHz), 2 GB de RAM, tela de 5″ HD e câmera traseira de 13 megapixels/frontal de 5 megapixels (lista completa) e proteção contra água/poeira (IP65/68), com bateria grande de 2.400 mAH…

Sony Xperia M4 Aqua - 01

…é a cara, focinho e o cheiro de outro smartphone Sony, o Xperia Z3/Z3 Compact (à direita). É a velha escola Sony de não mudar o design de time que está ganhando e manter a identidade visual da linha.

Sony Xperia M4 Aqua - 01a

É um aparelho que deve chegar ao Brasil “em breve” por um preço “acima dos R$ 1.000”, de acordo com a Sony Brasil, que não deu muitos detalhes (é o famoso “se não quer falar o preço, melhor não dizer nada, certo?”).

Terá uma versão dual-SIM também, e pra mim tem cara/jeito de que quer competir com a linha Galaxy A da Samsung, por conta do posicionamento de preço acima da faixa dos R$ 1.000.

Sony Xperia M4 Aqua - 02 Sony Xperia M4 Aqua - 03 Sony Xperia M4 Aqua - 04 Sony Xperia M4 Aqua - 05 Sony Xperia M4 Aqua - 06 Sony Xperia M4 Aqua - 07 Sony Xperia M4 Aqua - 08

Como é comum na linha Xperia, o acabamento traseiro também é em vidro e, apesar de não dar para ver na imagem por causa do conector de segurança, a porta miniUSB para recarga é aberta (e selada por dentro), sem necessidade de travas-que-quebram-com-o-tempo (e tornam inútil a proteção contra água). Sony Xperia M4 Aqua - 09 Sony Xperia M4 Aqua - 010

E, como é comum na Sony, a câmera tem uma grande resolução com 13 megapixels e foco automático, além de diversos controles manuais.

Sony Xperia M4 Aqua - 011 Sony Xperia M4 Aqua - 011a

O Xperia E4 Aqua roda Android 5.0 Lollipop.

Sony Xperia M4 Aqua - 012 Sony Xperia M4 Aqua - 013

Outra boa notícia da Sony (apesar da dependência extrema de Android, questões financeiras que incluem rumores do fim da divisão de smartphones e o hack monstruoso do final de 2014) é um pé no freio com o lançamento de aparelhos topo de linha.

Depois de um 2014 que teve o Z2 anunciado no MWC e o Z3 no semestre seguinte, não tem smartphone flagship (=topo de linha) da fabricante japonesa neste ano ainda, mas deu uma dica do que vem por aí com o Xperia Z4 Tablet.

É um produto extremamente leve (383 gramas) e fino (6,1 mm), com especificações técnicas bem altas (processador Qualcomm Snapdragon 810, câmera de 8 megapixels, tela 2K de 10,1″, bateria de 6.000 mAH, versões com Wi-Fi e Wi-Fi+4G). Também tem vidro na frente (duh!)..  Sony Xperia Z4 tablet - 01

Só que o acabamento traseiro é fosco, sem vidro (e extremamente confortável de segurar). Sony Xperia Z4 tablet - 04

Mais fotos do Xperia X4 Tablet. Sai no Brasil também, sem preço ou data definidos ainda.

Sony Xperia Z4 tablet - 02 Sony Xperia Z4 tablet - 03Sony Xperia Z4 tablet - 05 Sony Xperia Z4 tablet - 06

A Sony também anunciou um tecladinho que transforma o Z4 Tablet em um netbook: Sony Xperia Z4 tablet - 07 Sony Xperia Z4 tablet - 08

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Eduardo o Guimaraens 04/03/2015, 09:07

    Henrique. é impressão minha ou Z4 tablet também faz ligações telefônicas?

    • Henrique Martin 04/03/2015, 09:43

      faz sim!

  • dflopes 04/03/2015, 14:00

    Henrique, meu S4 active tinha a portinha de borracha que quebrou com o tempo.
    Só achei no ebay por 18 libras, mas nunca troquei, pois sabia que ia trocar novamente.
    Quando vendi, entreguei ao novo dono informando a necessidade de instalar a borracha de vedação caso ele desejasse mergulhar com o aparelho.

    Henrique, depois que comprei um Asus T100 com Windows Full, vi o desperdício que é usar um tablet com Android, ainda mais com teclado – mas eu tenho um Galaxy Note 10.1 (com caneta), que achava o suprassumo da produtividade até a chegada do Asus (sem caneta)