Pocket review: Fones sem fio Sony WH-CH510

P

O Sony WH-C510 é um headphone sem fios básico, com acabamento plástico, bateria de duração longa e que traz recursos dos irmãos maiores – como carga por USB-C e Google Assistente.

Sony WH-CH510: para quem é esse produto?

Para quem procura um fone de ouvido sem fios supra-auricular (que cobre parcialmente a orelha) relativamente barato. Ele tem uma construção em plástico e materiais sintéticos. Visualmente, lembra muito o JBL Tune 500BT, um fone muito popular nas ruas de São Paulo, por sinal – e que está na mesma faixa de preço.

Mas tem alguns truques a mais na manga em comparação ao modelo da concorrente, como o acesso a Siri ou Google Assistente e o USB-C para recarga da bateria – o que evita carregar cabos a mais se seu smartphone tiver o conector.

O que é legal nesse fone?

Tem uma qualidade de som razoável para um fone voltado ao uso cotidiano, principalmente no transporte público (e, afinal, é um Sony). A Sony promete 35 horas de uso com a bateria cheia e confesso que escrevo esse texto com 28% de carga após usá-lo nas últimas duas semanas, então a bateria é um fator positivo para carregar e esquecer o fone na mochila sem chegar perto da tomada por um bom tempo.

Seguindo a cartilha da Beats (e seus fones high-end), a Sony ainda afirma que 10 minutos de carga permitem mais 90 minutos de reprodução de música. E o fato de ser um fone de ouvido Bluetooth básico, mas com um botão dedicado para os assistentes é uma grande sacada da fabricante.

Controles: liga/desliga ao centro e que ativa o Google Assistente ou a Siri; volume nas laterais, que também servem para voltar ou adiantar de faixa musical.

O que é imoral nele?

A construção plástica dá um ar de simplicidade ao fone. Mas tem que pensar que é um modelo com preço sugerido na faixa dos R$ 299 (enquanto escrevo este texto, está em R$ 239 no site da Sony, um valor menor que o modelo da JBL).

O que mais?

É um modelo 100% sem fio: funciona apenas conectado por Bluetooth, não tem uma saída P2 ou um cabo para conectar ao smartphone usando fios. O design, apesar de simples, é atraente – a Sony vende em azul, preto e branco. Se você precisa de um fone decente com preço razoável, o Sony WH-CH510 é uma opção a se considerar.

O modelo usa uma tecnologia de ligações em HD, de acordo com a Sony. Nos meus testes, o áudio ficou muito nítido durante ligações, mas deu uma impressão de eco (talvez seja o eterno estranhamento de ouvir estéreo falando ao telefone) – mas deu para entender muito bem o interlocutor.

Quanto custa o Sony WH-CH510? Onde encontrar?

Na Sony, o preço oficial sugerido do WH-CH510 é de R$ 299.

Bônus track: Sony WH-XB700

Se o orçamento não estiver tão apertado, o Sony WH-XB700 é uma opção interessante com mais graves reforçados, almofadas mais confortáveis e NFC integrado (para conexão mais fácil. Seu preço sugerido é de R$ 699,99 (enquanto escrevo, está em promoção por R$ 499).

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o criador do ZTOP e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

+novos