ZTOP+ZUMO 10 anos!

Sony lança notebook “Full HD 1080” made in Brazil

vaio_fz_intro.JPG

A Sony costuma dizer que eles precisam de numa novidade realmente grande para convocar uma coletiva de imprensa, e foi isso o que aconteceu hoje (28/11) com o anúncio da chegada do seu primeiro notebook VAIO produzido no Brasil em parceria com a Foxconn (que já monta os computadores da HP).

Trata-se da nova linha VAIO FZ, formada pelos modelos VGN-FZ250AN e VGN-FZ390AU, ambos modelos topo de linha e voltados para um público mais refinado que aprecia elegância, tecnologia avançada (e produtos da Apple).

Para quem não sabe, desde a sua criação os VAIO fazem parte de uma estratégia mais ampla de entretenimento digital, que envolve todo o ciclo de captura (câmeras Cyber-Shot e filmadoras HandyCam), processamento (computadores VAIO), armazenamento (gravadores de CD/DVD e Memory sticks) e reprodução de conteúdo (handhelds, smartphones, equipamentos de som, vídeo e TVs).

Sob esse ponto de vista, os computadores VAIO sempre se posicionou mais como um eletrônico de consumo do que um equipamento de TI propriamente dito, isso ditou até hoje o seu visual, recursos e características fortemente voltadas para aplicações multimídia, e isso numa época em que nem se falava em media center ou notebook de entretenimento.

Esse conceito agora evoluiu para o chamado mundo Full HD 1080, onde toda a mídia deve trabalhar na resolução de 1.080 linhas. E para isso, a linha VAIO recebeu novos recursos como conexão HDMI o que permite, por exemplo, ligá-lo diretamente numa TV Bravia Full HD.

vaio_fz_specs.JPGO primeiro modelo a chegar no mercado é o modelo VGN-FZ250AN (R$ 4.999), equipado com processador Intel Core 2 Duo T7250 de 2,0 GHz e FSB de 800 MHz, 2 GB de RAM, disco rígido de 120 GB, rede Wi-Fi 802.11/agn, Bluetooth, webcam de 1,3 MP, teclado ABNT 2 e gravador de DVD.

O modelo já vem equipado com Windows Vista Home Premium em português e um generoso pacote de softwares de vídeo (VAIO Zone, Sony Click To DVD, InterVideo WinDVD, Adobe Premiere Elements 3.0, Roxio Digital Media SE), de áudio (SonicStage Mastering Studio), de fotografia digital (Adobe Photoshop Elements 5.0), de produtividade (Microsoft Works 9.0) e de comunicação (VAIO Media).

Seu sistema de vídeo é tocado pela aceleradora gráfica GeForce 8400M GT que controla uma tela LCD XBRITE de 15,4″ wide com resolução nativa de 1.280 x 800 Pixels, ou seja, apesar do slogan “Full HD 1080” sugerir a captura, processamento e reprodução de vídeos sempre em alta definição (1080p), a tela do Vaio não é capaz de reproduzir realmente 1.080 linhas. Nosso palpite é que ela trabalhe no modo entrelaçado de 720 linhas, ou 1080i.

Curiosamente, a Sony conseguiu espremer sua tela de 15,4″ num espaço onde cabe normalmente um modelo de 14,1″. Assim, a fabricante conseguiu chegar a um desenho relativamente compacto para um modelo de tela tão grande, apesar de que — para os padrões atuais — seu peso anunciado de 2,7 kg não pode ser considerado leve .

Em fevereiro de 2008, deve chegar ao mercado o modelo VGN-FZ390AU (R$ 8.999) que parece ser uma versão mais incrementada do VGN-FZ250AN, com 250 GB de disco, tela LCD XBRITE de melhor qualidade (cores 90% mais puras) e gravador de discos Blu-ray, tudo isso por mais R$ 4.000 no preço final.

vaio_fz_telas.JPGNo evento foram mostrados os dois modelos lado a lado apresentando a mesma imagem e o ajuste de brilho no máximo. O VGN-FZ250AN (à  direita) apresentou uma ótima imagem, porém a tela do VGN-FZ390AU (à  esquerda) era realmente melhor.

Quando perguntei sobre a disponobilidade de mídias Blu-ray no Brasil, representantes da empresa informaram que já foi aprovado a criação de uma nova divisão dentro da Sony, encarregada de trazer oficialmente os diversos tipos de mídia com sua marca, incluindo o Blu-ray. O disco Blu-ray BNE25AH regravável de 25 GB já pode ser encontrada no site Sony Style por R$ 99.

Outra questão levantada é se a Sony estaria interessada em produzir um notebook realmente de baixo custo para brigar no segmento de valor. A resposta da empresa é que apesar da possibilidade de seus preços poderem cair com o tempo, ela não irá se envolver intencionalmente numa guerra de preços com empresas (como a Positivo). Em vez disso, ela prefere aproveitar as reduções de custos para incorporar mais tecnologia em seus produtos por um preço mais atraente.

vaio_fz_ishida.JPGIsso vai de encontro com a declaração de Bob Ishida, VP Senior da divisão de VAIO (foto) que disse que sua empresa irá continuar na linha Premium, mas agora irá ampliar para o “Premium de Massa”.

Não se esqueçam pessoal, “It’s a Sony!” ;^)

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.