ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Números enormes: os novos superfones Android

LG G2, Motorola Moto X, Samsung Galaxy Note 3 e Sony Xperia Z1 são smartphones que tornam difícil a vida do consumidor em busca de um aparelho topo de linha no final de 2013.

Cada um é impressionante à sua maneira e para seu nicho de mercado, e todos são umas bestas (no bom sentido) de velocidade e processamento de dados e vídeo.

Enquanto me preparo para as miniférias de alguns dias (e com este ZTOP em um hiato pós-Terra pré-novidades bacanas), compilei os dados brutos de benchmarks que medem o desempenho dos smartphones. Um guia completo com análise sobre os aparelhos (e seus nichos) sai em breve.

É impressionante ver como, em apenas uma geração – ou pouco mais de seis meses – os números cresceram demais – e isso é ótimo para o consumidor.

Melhores telas, processadores, câmeras (mas não excelentes), interfaces mais fluidas e recursos adicionais ajudam – tem até o curioso botão traseiro do G2 que é estupidamente útil. Mas isso é história para o próximo post.

Da última geração (leia-se smartphones Android topo de linha do primeiro semestre de 2013), escolhi o Samsung Galaxy S4 como referência para comparação dos números.

A tabela mostra como os novos modelos da LG, Motorola, Samsung e Sony se comportaram sobre nossos testes padrão. Até mesmo a duração da bateria (medição em 12 horas) melhorou bastante.

superfones-benchmarks-2013

Sobre os benchmarks usados:

  • Vellamo roda uma série de testes em HTML5 para avaliar os sistemas de um aparelho. Inclui testes de renderização de gráficos, JavaScript e desempenho de rede (mais no site). A parte de testes Vellamo Metal avalia o desempenho da CPU, incluindo avaliações padrão de mercado como Linpack.
  • Vellamo Classic é uma versão inicial do benchmark, que unia vários testes de desempenho. Para comparação, o Samsung Galaxy S II, de 2011, bateu apenas 968 pontos nesse teste.
  • Quadrant Standard e Antutu também são testes que medem vários índices em um só, incluindo desempenho, entrada/saída de dados e 3D.
  • Nenamark 1 e 2 são benchmarks que avaliam o desempenho do smartphone em gráficos OpenGL. Números altos de taxa de quadros por segundo significam reprodução contínua de vídeo e jogos sem interrupção.
  • 3DMark executa três testes específicos de desempenho de gráficos. Quanto maior o resultado, melhor. “Maxed Out!” significa que o aparelho atingiu pontuação máxima (ou superior) naquele teste – e é um excelente sinal.
  • Bateria: os aparelhos foram testados sob condições normais de uso – redes sociais, acesso à internet, ocasional uso como modem, câmera, música e vídeos – usando a rede 4G, durante um dia comum, como qualquer outro consumidor faria.

superfones-geral-2

Semana que vem eu volto – Nagano cuida da lojinha nos próximos dias. Até mais!

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin