ZTOP+ZUMO

Dell World 2015: Um passeio pela feirinha do evento

[Dell World 15] Apesar da ênfase no mercado corporativo, é possível encontrar produtos bem bacanas para o consumidor final.

Assim como em outros eventos da índústria, o Dell World também possui uma área de exposições onde representantes da empresa e seus parceiros de negócios se reúnem para apresentar novos produtos e serviços, fazer contatos, botar as fofocas em dia e, é claro, passar um tempo agradável entre seus colegas de ofício longe da correria do dia-a-dia sob um mesmo teto.

Dellworld15_showcase_overall

Uma sacada interessante deste ano, é que o espaço da feira foi combinado com uma ampla “praça” com coreto, mesas e cadeiras onde o pessoal do evento podia usar para pequenas reuniões, ligar o computador ou apenas se afastar um pouco da barulheira dos stands…

Dellworld15_showcase_meeting

… fora isso, esse espaço também foi usado para servir refeições e até para a festa de confraternização do evento, bastando para isso separar a área de exposição com uma faixa de isolamento.

Dellworld15_showcase_party

E como toda a feira que se preze, o negócio e fazer barulho e chamar a atenção dos passantes com coisas que, aparentemente, não tem nada a ver com o evento, como a presença de uma réplica do lendário Delorean Time Machine que chama a atenção para a iniciativa /future ready/ da Dell:

Dellworld15_showcase_delorean

Em outros casos, existe sim uma relação, como a participação da equipe de NASCAR Richard Childress Racing que trouxe sua estação de monitoramento e até um carro para demonstrar o uso da tecnologia Dell na equipe, que vai desde o uso de tablets e computadores robustecidos, passando por switches, servidores e ferramentas de Análise, Big Data e IoT (internet das coisas):

Dellworld15_showcase_stock_car1

Falando em IoT, um dos lançamentos desse evento foi o Dell Edge Gateway 5000 Series uma unidade de processamento equipado com um processador Intel Atom, até 4 GB de RAM, 32/64 GB de disco SSD, duas portas Gigabit Ethernet (RJ-45), duas USB 2.0 e uma 3.0, HDMI, Wi-Fi 802.11n + bluetooth Low Energy e diversas interfaces legadas/opcionais como RS-232,  RS-485 e RS-422/485, WWAN (3G ou LTE), IEEE 802.15.4 Zigbee/6LoWPAN,  Z-Wave, etc.

Dellworld15_showcase_IoT1

Esse sistema é montado num gabinete reforçado com sistema de resfriamento passivo (sem cooler) e é voltado para ambientes industriais servindo como estação de processamento e monitoração para sistemas automação e coleta de dados para sistemas de Data Analytics, IoT e Big Data. A previsão é que ele chegue ao mercado americano no início de 2016.

Dellworld15_showcase_IoT2

Outro lançamento de destaque foi o Dell Hibrid Cloud System for Microsoft que — como o próprio nome sugere — é uma solução de nuvem híbrida desenvolvida em parceria com a Microsoft que, na teoria, combina e/ou tira proveito dos serviços oferecidos pelas chamadas nuvens públicas com as da própria da empresa, formando assim um ambiente computacional unificado, automatizado e gerenciável.

Dellworld15_showcase_hibrid_cloud

Já no segmento de PCs, a Dell apresentou sua nova linha de desktops corporativos da linha OptiPlex das séries 3000 e 7000 já equipados com o novo processador Intel Core ix de sexta geração “Skylake” com tecnologia vPro. O 7040 Mini Tower é particularmente interessante porque seu gabinete é mais “curto” (apenas 27,4 cm contra ~ 40 cm de um gabinete ATX de linha) o que representa uma economia de espaço de até 43% se comparado com gerações anteriores.

Dellworld15_showcase_OptiPlex

A nova linha OptiPlex também possui modelos do tipo All-in-One como o Optiplex 22 3240 equipado com tela LCD 22″ Full HD (embaixo) que, segundo a empresa, tem feito bastante sucesso em aplicações/sistemas de atendimento ao público.

Dellworld15_showcase_optiplex_AIO

Com relação aos tablets, foram apresentados os novos Dell Venue Pro com telas de 8″ e 10″

Dellworld15_showcase_Venue_8_10

… e o belíssimo Dell Venue 10 7000 que seria o modelo acima do Venue 8 7000 (já analisado por este Ztop):

Dellworld15_showcase_venue_10_7000

Porém, a grande novidade no segmento de portáteis é a nova geração de Ultrabooks da linha XPS também já equipados com os novos processadores Intel Core ix de sexta geração e opção de tela 4K e touchscreen, como o Dell XPS 15 com tela de 15″…

Dellworld15_showcase_XPS_15

… e o  Dell XPS 13 com opção de tela de 13″ QHD+ de 3.200 x 1.800 pixels (este já confirmado para o Brasil) …

Dellworld15_showcase_XPS13

… e o meu favorito, o novo Dell XPS 11 2-em-1 também equipado com tela 4K…

Dellworld15_showcase_XPS12

… e um novo sistema de engate magnético sem encaixes ou travas mecânicas:

Dellworld15_showcase_XPS13_2

Entre os monitores, aparentemente sem grandes novidades, os mesmos modelos com tela curva e resolução 5K:

Dellworld15_showcase_monitores

Um produto que ainda não decolou por aqui, mas que tem feito bastante sucesso nos EUA são os Chomebooks, que estão sendo muito usados no segmento de educação…

Dellworld15_showcase_chromebook1

… ao ponto da Dell ter criado um modelo específico para para esse nicho de mercado, o Dell Chromebook 11 um modelo mais reforçado “à prova de crianças” e equipado com o chamado “Activity Light” — um indicador a LED multicolorido montado na parte de trás da tela, que pode ser usado como um meio de comunicação simples e discreto entre o professor e a classe.

Assim, o mestre de frente para seus alunos pode ver quem está (ou não) engajado numa atividade e até saber quem está com alguma dúvida.

Dellworld15_showcase_chromebook2

Outro nicho que a Dell tem investido — inclusive no Brasil — é na sua linha de notebooks de 12″ e 14″ e tablets robustecidos Latitude Rugged Extreme que batem de frente com a linha Toughtbook da Panasonic.

Dellworld15_showcase_rugged_1

E é claro que neste caso, a empresa demonstrou algumas demos para comprovar que seu produto é “duro na queda” no sentido mais exato da palavra…

Dellworld15_showcase_rugged_2

… e muito limpinho, já que ele aguenta até banho de mangueira:

Dellworld15_showcase_rugged_3

Entre as apresentações menores, mas que não deixam de ser bacanas, eu destaco esse stand onde dois engenheiros da casa estavam mostrando as diferenças dos produtos da Dell e dos concorrentes no que se refere à sua qualidade de construção/acabamento.

Dellworld15_showcase_components

É claro que eles sempre vão puxar a sardinha para o lado deles, mas esse tipo de papo é muito bacana porque a gente sempre aprende alguma coisa. Por exemplo, tive uma aulinha completa sobre as vantagens e desvantagens do uso de fibra de carbono em notebooks, sendo que a Dell adotou recentemente um novo tipo de gabinete feito de policarbonato misturado com fibra de carbono. Esteticamente falando, o resultado final parece uma peça de plástico (duh!) porém muito mais resistente.

O interessante neste caso, é que a fibra de carbono usada neste processo é material reciclado vindo da indústria aeronáutica (que gera muuito deste negócio) o que também vai de encontro com as diretrizes da Dell de trabalhar com matérias primas mais sustentáveis em seus produtos.

No que se refere a pesquisa e desenvolvimento, havia diversas demos de vitualização, streaming de jogos em alta definição e um curioso sistema de reconhecimento de face capaz de identificar o estado emocional do usuário (feliz, triste, angustiado, surpreso, assustado, desgostoso, etc.) o que cria um novo nível de interação homem-máquina que pode ter aplicações bem interessantes tanto na área de entretenimento (poker on-line?) quanto em negócios (entrevistas, call center, etc.)

Dellworld15_showcase_mood_sensing

Pelo menos é isso que diz o cartão do lado do note, já que quando passei por lá o responsável pela demo não estava por perto para dar mais detalhes.

É… melhor sorte na próxima, né?

Disclaimer: Mario Nagano viajou para a República Popular de Austin a convite da Dell, mas as opiniões e fotos bacanas são dele.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Alpha Delta Victor 29/10/2015, 15:28

    Por que colocaram os links do site norte-americano dos notebook Latitude Rugged Extreme? Afinal, como foi dito, estão disponíveis no Brasil também.

    O Latitude 14 Rugged Extreme é o meu sonho! Mas eu ainda não tenho condições de investir mais de 16 mil reais em um computador.

    Bacana o evento da Dell.

  • Adriano De Lima 30/10/2015, 11:00

    16 MIL reais num computador….. Só pra empresas mesmo! :-/

    • Mario Nagano 30/10/2015, 12:58

      Sim, 16 mil Dilmas e sem contar os acessórios. E olha que eles ainda são equipados com processadores Intel Core ix de quarta geração “Haswell” enquanto que os novos Latitude de linha já estão vindo com chips Core de sexta geração “Skylake”.

      • Adriano De Lima 30/10/2015, 14:05

        É duro ser pobre….
        O negócio é virar blogueiro e pelo menos viajar a convite de empresas bacanas como a Dell. 😉

        • Mario Nagano 30/10/2015, 17:17

          Bom, existe uma anedota famosa no nosso meio que compara a vida de jornalista com garota de programa. A saber:

          Você trabalha em horários estranhos.

          Te pagam pra fazer programas (aqui e lá fora).

          Seu trabalho sempre vai além do expediente.

          Você é recompensado por entreter e proporcionar prazer.

          Seus amigos se distanciam de você, e você só anda com outros iguais a você.

          Seu patrão tem um carro lindo e você não.

          Quando vai ao encontro do entrevistado, você tem que estar sempre apresentável.

          Mas ao final do expediente, parece saído do inferno.

          Seu chefe quer sempre pagar várias gravações por dia.

          Todo dia, ao acordar, você diz “Não vou passar o resto da vida fazendo isso”.

          Se as coisas dão errado, a culpa é sempre sua.

          Apesar de tudo isso, você trabalha com prazer. 😀

          • Adriano De Lima 31/10/2015, 12:36

            KKKKKKKKKKK!

  • dflopes 02/11/2015, 13:19

    A) Dell XPS: Meu sonho de consumo. Meu antigo XPS m1330 funciona até hoje, desde 2008.;
    B) Rugged Latitude: Não conhecia, pouco divulgada nos setores que atuo (pesquisa, recursos hídricos e mineração);
    C) IoT: Ainda pretendo me aventurar no assunto.
    D) Chromebook na Educação do Brasil: Não deslancha. por 2 problemas, a saber, eles chegam a preços de notebooks “normais” & ls professores não estão preparados para uso de tecnologia em sala de aula – ainda estamos no sistema unidirecional Professor => Aluno.
    Sim, sou orientador e já fui professor.