Segredo entre três, só matando dois

S

Já faz algum tempo que tenho visto banners (inclusive aqui neste Zumo — vindo de nosso parceiro UOL)  vendendo o que parece ser o sonho de todo aspirante de araponga/repórter investigativo ou o pesadelo de todo político safado: uma caneta com câmera embutida capaz de capturar discretamente vídeos com som. Nada contra o produto em si e sim contra a maneira como essa engenhoca está sendo comercializada.

Até onde eu saiba — ou pelo menos o bom senso me diz — um dos princípios do trabalho de espião é que o objeto/tema/personagem de sua pesquisa não saiba que está sendo “pesquisado”. Como ficaria o nosso James Bond se o assunto de interesse de registro visual e sonoro chegasse na cara dele e dissesse:

Legal sua caneta…  não é aquela que filma e que estão vendendo na internet?

Depois dessa pergunta, das duas uma: ou o espião sai de cena com a cara no chão ou se arrisca a ter seu instrumento de trabalho enfiado numa parte do seu corpo onde o sol nunca brilha.

Ou seja, IMHO se tivesse uma lojinha de produtos para espionagem eu nunca mostraria meu portfólio num banner de web para que todos saibam que eles existem.

Como se diz por ai, segredo entre três, só matando dois!

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos