ZTOP+ZUMO 10 anos!

Hands-on (Mini): Sandisk iXpand Mini

Nova versão do iXpand ganha um visual mais reto e mantém as funcionalidades do seu antecessor.

No ano passado, o Henrique testou o Sandisk Pendrive iXpand, um curioso dispositivo de armazenamento para aparelhos Apple equipados com a notória porta Lightning.  Com o iXpand, é possível expandir (localmente) a memória desses dispositivos móveis sem depender da nuvem.

O interessante é que junto com o Sandisk Ultra Dual Drive USB Type-C que testamos na semana passada, a Sandisk aproveitou a deixa para também enviar um novo modelo dessa linha batizada de Pendrive iXpand Mini:

Medindo aproximadamente 5,3 x 1,2 x 0,46 cm (LxAxP) e ~4,5 gramas de peso, o iXpand Mini não é muito menor que o seu antecessor (5,9 x 1,3 x 1,7 cm)…

… sendo que a principal diferença fica por conta da espessura, já que o iXpand original vinha equipado com um curioso “conector curvo”…

… feito de um material flexível que faz com que o pen drive — quando conectado a um smartphone/tablet — não fique saltado para fora, o que melhora em muito a sua ergonomia, segurança e uso por longos períodos de tempo, como por exemplo durante a exibição de um filme armazenado no iXpand.

Aparentemente, essa solução parece não ter sido uma unanimidade — dentro ou fora da empresa — ao ponto da empresa repensar o produto e lançar o Mini no tradicional formato “reto” cujo design na nossa opinião, tem vantagens e desvantagens.

Por exemplo, por não ter o conector curvo, o Mini é mais fino e menos volumoso que seu antecessor, o que permite carregá-lo com mais conforto na carteira ou no bolso. Em contrapartida, quando instalado, ele fica  saltado para fora como se fosse um palito de sorvete, expondo mais a sua conexão mecânica a falhas e acidentes:

Fora isso, o Mini vem com uma capinha que protege o conector Lightning quando este não estiver em uso:

Apesar de que notamos que essa capinha é bem pequena, de modo que todo o cuidado é pouco para não perdê-la:

O conector Lightning reto também traz outra vantagem, que é a facilidade de limpeza dos seus contatos eletrônicos, tanto da parte da frente quanto a de trás:

Já o seu conector USB 3.0 não poderia ser mais simples e funcional. É uma simples capa de metal…

… que também abriga o controlador e os chips de memória Flash. Algumas informações sobre o produto também estão gravadas nessa área:

Tecnicamente falando, o Mini está disponível nas versões de 16 GB, 32 GB, 64 GB e 128 GB sendo que o seu antecessor ainda possui uma versão de 256 GB. No que se refere a sua operação e uso, o Mini é praticamente idêntico ao seu antecessor já que ambos utilizam o mesmo app, o Sandisk iXpand Drive. Como o Henrique analisou o app no seu review do iXpand original, não iremos entrar em detalhes neste hands-on (mini).

Assim como no caso do Sandisk Ultra Dual Drive USB Type-C, como o iXpand é um produto mais voltado para armazenamento do que para desempenho propriamente dito, rodamos apenas um benchmark nele — o CristalDiskMark 3.0.3 — com o dispositivo ligado numa porta USB 3.0 em um notebook de linha…

… cujo resultado ficou abaixo do Dual Drive ligado no mesmo portátil (embaixo). Pode ser que ai esteja outro motivo para esse produto ser chamado de “Mini”.

No geral, o iXpand Mini é um produto muito interessante, mas observamos — em especial para aqueles não iniciados no culto do Mac — que o seu modo de uso difere um pouco da versão USB-C para Android. Isso porque o gerenciamento de arquivos no iOS é — digamos — menos flexível que o do Android, de modo que localizar um arquivo mais exótico dentro do iPad/iPhone e passá-lo para iXpand (e vice-versa) pode ser uma tarefa trabalhosa.

Sob esse ponto de vista, o iXpand não é apenas um pen drive e sim uma solução de hardware e software que trabalha dentro dos limites impostos pelo ecossistema da Apple.

Como já disse o Henrique:

O Sandisk Pendrive iXpand cumpre o que promete. Faz backups de fotos, contatos e até de fotos de mídia social, e ainda permite mandar arquivos de mídia para o iPhone/iPad sem precisar utilizar o iTunes. É um produto de nicho, sem dúvida, e que vale o investimento. O modelo de 16 GB é vendido pelo valor médio sugerido de R$ 399 – capacidades maiores de armazenamento são mais caras.”

Com relação ao seu novo formato, na nossa opinião ele traz uma outra proposta de uso, já que o modelo anterior com seu conector curvo é mais interessante para aqueles que desejam conectá-lo num smartphone/tablet e operá-lo ao mesmo tempo, já que a mão que segura o aparelho também segura o pen drive de maneira bem firme.

Já o iXpand Mini é mais indicado para conexões mais temporárias, ou seja, você conecta no dispositivo, transfere seus dados ou faz um backup e o retira. Isso não significa que ele não possa ser usado como o iXpand original, mas é fato que o usuário terá que ter mais cuidado para que nada esbarre no mesmo.

Por fim, interessante observar que, na época do fechamento deste post, a versão de 32 GB do iXpand estava sendo vendido no site da Kalunga pela bagatela de R$ 334 o que não deixa de ser uma interessante oferta, já que ela oferece o dobro da capacidade por quase o mesmo preço do original de 16 GB do ano passado (viva a lei de Moore!) mas mesmo assim, esse valor é mais que o triplo dos R$ 99,90 cobrados pela mesma Kalunga pelo Dual Drive USB Type-C.

Viva Steve Jobs!

Mais informações aqui.

Ainda em tempo:

Na semana passada a Sandisk anunciou na IFA 2017 mais um produto da linha iXpand: O iXpand Base uma estação de recarga com backup de dados para iPad/iPhone cujo slogan é “It charges. It backs up. You Relax.”

Isso porque ele é um daqueles produtos bacanas que nada mais é do que um conjunto de boas idéias combinadas com as tecnologias da casa, ou seja, ele não traz novidades mirabolantes como carregamento por indução ou conexão sem fio, ele é apenas um grande leitor de cartão SD (sim amiguinhos, ele é expansível — yaaay!) com porta USB 2.0 (eita!) na forma de uma sólida base de metal simples e robusta (10,1 x 2,5 x  x 10,7 cm e 200 gramas de peso) que também combina a função de carregador, alimentado por uma fonte externa de 5 volts x 3 A / 15 watts.

Outra sacada interessante desse produto é que ele se conecta com o smartphone/tablet da Apple via porta USB do tipo A, ou seja, para funcionar ele usa o mesmo cabo Lightning que o usuário já utiliza regularmente. Note que a base também funciona como carretel para guardar o cabo quando fora de uso:

E com tudo ligado, basta instalar o seu app iXpand Base na lojinha da Apple e ele está pronto para uso!

Legal né?

Analisando o vídeo acima, o nosso palpite é que como o iXpand Base ainda trabalha com a (lerda) porta USB 2.0 é realmente uma “boa ótima excelente idéia” da Sandisk sugerir que o usuário faça backup do seu fone enquanto dorme. 😀

Já companha o produto a fonte de alimentação e um cartão Sandisk Ultra SD X que pode ser de 32, 64, 128 ou 256 GB e determina o seu preço final.

Mais informações aqui.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Adriano De Lima

    Soluções Eipou, pague mais por ser exclusivo. :-/

    • Mario Nagano

      De algum modo os caras precisam pagar a prestação da nova sede a empresa né?

      • Adriano De Lima

        Sede bonita…