ZTOP+ZUMO 10 anos!

Meus 2 centavos sobre a tela dobrável da Samsung

Hoje a Samsung, na sua Developers Conference em San Francisco, mostrou seu conceito de tela dobrável para smartphones, chamada Infinity Flex: ela fará parte de um dispositivo de 7,3 polegadas aberto, que pode ser dobrado ao meio e vira um aparelho “normal”.

Mas não foi só isso.

Já tínhamos discutido no Sem Filtro desta semana sobre as possibilidades de uma tela dobrável em um smartphone – tanto que o Royole FlexPai quis tanto ser pioneiro que me deu a impressão de querer mesmo morrer na praia como conceito (a Samsung fez o contrário do que a Royole: uma tela dobrável por dentro, não por fora do aparelho).

(imagem via infográfico da Samsung sobre telas em inglês)

A apresentação da Samsung (que acompanhei de longe à tarde e parei agora para ver os destaques) deixou muitas ideias no ar:

1) Tem uma nova interface sendo criada para essas telas maiores – e se chama One UI, entra em beta logo mais (não no Brasil).
Do comunicado oficial:”Seu design limpo e minimalista mantém o conteúdo mais relevante na parte inferior da tela, tornando mais natural e confortável usar com uma mão só. A experiência foi refeita para reduzir desordem e distrações, permitindo ao usuário ter mais foco e navegar de forma mais rápida no seu telefone” Obrigado Samsung Experience (a atual), já vai tarde TouchWiz 😉

2) Telas Samsung podem não ter franja (mas poderão ter recortes menores, vide acima): foi um slide rápido mostrando potenciais novas telas pro futuro próximo – chamadas Infinity U, V e O. É feio, pra mim, como o notch, mas um pouco mais elegante (o já vazado Asus Zenfone 6 vai ter, pelo visto, uma solução “O” ou “notch emo”)

3) O Google apareceu no palco pra falar de interfaces Android:
Estou oficialmente impressionado pelo fato de o Google e a marca Android terem sido citadas pela Samsung – parceria, né? Explico: nos últimos… todos Galaxy Unpacked (lançamentos de Galaxy série S e Note) nunca ouvi os termos Android ou Google. Temos uma evolução aqui, amigos?

4) O aparelho dobrável apareceu nas mãos de Justin Denison, VP da Samsung, no escuro, cheio de proteções (óbvio que só iam mostrar o conceito hoje; na apresentação falaram bastante sobre as dificuldades técnicas e sua superação para entregar um produto já no ano que vem).

Aguardemos cenas dos próximos capítulos em Barcelona, no MWC 2019 (ou antes? a LG promete algo dobrável para a CES, já em janeiro). A interface permite usar até 3 apps abertos ao mesmo tempo na tela expandida.

Bônus track: em 2014 a mesma Samsung dava ideias de um conceito bem parecido com o que apresentou hoje (tks povo do Technologic!)

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin