Samsung: TV modular é (de novo) parte do futuro

S

[CES 2019] Ano passado a Samsung apresentou o conceito da tecnologia MicroLED. Mas era um conceito. Em 2019, já se transformou em realidade – e que abre espaço para um exercício de futurismo muito interessante. (ah sim, teremos uma TV 8K à venda no Brasil ainda este ano)

O que eu escrevi ano passado:

O conceito se chama The Wall, e é a TV mais imersiva (sem usar óculos especiais!) que já vi de perto nesses anos todos cobrindo o mercado de eletrônicos de consumo.

É um modelo de 146 polegadas (!) que usa a nova tecnologia chamada pela Samsung de MicroLED, com diodos emissores de luz (LEDs) em escala micrométrica(µm) que servem como sua própria fonte de iluminação – trabalhando de forma muito parecida que um OLED.

The Wall, em si, não virou um produto comercial. Mas voltou a aparecer na prévia da Samsung para a CES 2019 em um tamanho médio…

e gigante…

Mas a primeira TV de MicroLED da Samsung já começa a ser vendida este ano – é um modelo de 75″ (chamado de… Samsung Micro LED 75″)

É muito legal entender que a Samsung trata a CES de forma diferente, meio que como o evento que pauta suas tendências para os próximos anos.

Foge do conceito ‘produto, produto, produto’ comum por aqui (e que enlouquece qualquer um que cobre a feira e não tem mãos, braços e tempo disponível para escrever sobre tanta coisa bacana) e faz pensar mais um pouco sobre o que vem por aí.

Então, se em 2019 o conceito de TV Modular para a Samsung surgiu, agora é hora de ver esses módulos se transformando em realidade de forma gradual.

A demonstração é simples: são blocos quadrados de tela com ímãs na traseira (bem poderosos, pelo visto), medindo (meu chute uns 30×30 ou 40×40 cm de lado).

Você encaixa a tela na base magnética… e automaticamente a tela se expande com a imagem. Sem bordas, na proporção que quiser, no tamanho que quiser. É extremamente futurista (e chute, no caso) dizer que a Samsung vá vender blocos de forma separada. Dá para entender que algo como The Wall (ou a TV de 75″) poderá se expandir com novos blocos.

Ou criar “janelas” de imagem em formatos fora do comum (e, nesse caso, a criação de conteúdo para isso não é problema da Samsung) que podem ser ampliados (veja esse vídeo aqui). GIF acima cortesia da Samsung, por sinal.

Falando com o Guilherme Campos, gerente de TV da Samsung Brasil, ele explicou que o modelo de 75″ em Micro LED é um reforço do conceito apresentado no ano passado com a The Wall. “Com essa nova tendência, nosso objetivo é mostrar que o consumidor pode ter acesso a uma qualidade de imagem jamais vista, sem limites de tamanho, sem bordas e com ampla flexibilidade de resolução”, disse.

E o Brasil?

Ainda de acordo com o executivo da Samsung, QLED segue como prioridade para a marca no mercado local. E os primeiros modelos com resolução 8K vão chegar ainda este ano – uma mensagem forte por aqui é que o upscaling é a solução para entregar imagens boas de altíssima definição – mesmo vindo de fontes SD ou HD. A conferir.

“Apresentamos também a QLED 8K, que será destaque no portfólio da Samsung no Brasil em 2019. Com processador, que conta com inteligência artificial, a TV é capaz de aprimorar imagens de diferentes resoluções para UHD, além de aprimorar imagens até mesmo em 4K. Tudo com um design refinado, com funções que caíram no gosto dos brasileiros, como o modo ambiente e a única conexão”, concluiu.

Disclaimer: Henrique viajou a Las Vegas a convite da Samsung. Opiniões e fotos são nossas, assim como escrever textos com seis horas de fuso horário e torcer para não ter cometido nenhum erro de digitação no caminho.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos