Sabe onde enfiar isso?

S

Estava eu passeando no supermercado hoje de manhã e, ao passar pela seção de ferramentas,” notei uma extensão elétrica a com uma curiosa tomada fêmea, onde as conexões elétricas ficam no fundo de uma cavidade hexagonal que me fez lembrar de uma velha história que ouço desde o ano passado.

Trata-se da norma regulamentadora ABNT NBR 14136:2002, que estabelece um padrão nacional de desenho para plugues e tomadas e que deve gradativamente substituir os mais de dez modelos de tomadas existentes no país até o ano de 2010.

Para quem ainda não foi apresentado, a nova tomada pode ser facilmente identificada pelo seu desenho na forma sextavada que cria um encaixe mais firme entre o plugue e a tomada e alguns detalhes pouco perceptíveis, como diferentes diâmetros para pinos de maior ou menor pottência -” 4 mm para 10 Amperes e 4,8 mm para 20 Amperes. Isso impedirá, por exemplo, ligar um aparelho muito potente numa tomada subdimensionada.

Outra novidade bem vinda é a implementação do fio terra, cuja presença se torna obrigatória em todas as novas edificações, de acordo com a lei 11.337 de 26 de julho de 2006. Fora isso, o Inmetro afirma que sua tomada é bastante segura tanto para adultos quanto para crianças, sendo praticamente impossível uma pessoa levar um choque ou ligar a mesma de forma errada.

Para aqueles que se perguntam o que fazer com plugues de seus atuais eletroeletrônicos, já existem no comércio adaptadores que funcionam com a nova norma (imagem abaixo), mas o Inmetro recomenda que o usuário troque mesmo o plug.

Para aqueles que se perguntam por que o Brasil não adotou uma padrão já existente, como o americano, muito usado em equipamentos de TI,  minha impressão é que, em primeiro lugar, o desenho do Inmetro parece ser realmente mais seguro e, em segundo lugar, não existe uma norma internacional para tomadas elétricas, de modo que cada país desenvolveu seu próprio padrão, causa de muitos tormentos dos viajantes internacionais. E gente não poderia ficar fora dessa brincadeira, né? Resta apenas esperar para ver se essa lei pega ou não.

Mais detalhes aqui.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

Disclaimer: o ZTOP+ZUMO tem links de afiliados com a Amazon e pode ser
remunerado caso você clique em links neste artigo e compre algo.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos