[ZTOP Casa] Aspirador-robô Roomba chega ao Brasil

[

A iRobot, fabricante dos aspiradores-robô Roomba, finalmente chega ao mercado brasileiro, depois de outras empresas terem desistido do mercado.

Roomba

roomba 980 - 1

Os Roomba, na verdade, são uma família de aspiradores-robô – de um básico que somente aspira o pó com o toque de um botão (620), passando para um mais avançado que permite agendamento de limpeza (650), um que identifica a sujeira (880) e chega no modelo 980, com câmera e que pode ser controlado por um app no smartphone (Android ou iOS) de qualquer lugar.

A vantagem de ter um modelo desses é deixar como manutenção da limpeza da casa (cheguei a essa conclusão após fazer o review do LG Hom-Bot).

Preços sugeridos? Por serem importados – e já caros lá fora – não são baratos aqui também (e sem custo de filtros que precisam ser trocados a cada seis meses).

  • Roomba 620: R$ 2.099
  • Roomba 650: R$ 2.699
  • Roomba 880: R$ 4.599
  • Roomba 980: R$ 6.599

E é interessante ver a entrada da iRobot no mercado brasileiro. Apesar de serem caros, são muito eficientes, e hoje a iRobot é a única que vai comercializar esse tipo de produto por aqui – a LG já chegou a ter os Hom-Bot, mas desistiu do mercado local de aspiradores de pó (incluindo os não-robóticos). A Samsung chegou a vender algo similar, mas também não tem mais.

Vale notar que a iRobot fez um lançamento discreto (Roomba 600) em 2015 e diz ter vendido mais de 10 mil unidades no Brasil desde então.

Além dos Roomba, a iRobot também traz o Braava 380 (preço sugerido: R$ 1.999), um robô que passa pano na casa (seco ou úmido):
roomba - 2

E o interessante-e-de-nicho Mirra (preço sugerido: R$ 8.999), para limpar piscinas de até 4 metros de profundidade. roomba - 3 roomba - 4

Os robôs estão à venda no varejo/e-commerce brasileiro (Fast Shop, Submarino, Americanas.com, FNAC, Shoptime, Ricardo Eletro, Sam’s Club, Girafa.com, entre outros).

[iRobot Brasil]

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos