IoT do dia: Robô de lagarta movido a Micro:Bit da Tamiya

I

Novo kit didático da Tamiya utiliza um BBC Micro:Bit para movimentar um robô sem que ele bata em obstáculos.

Já vaz algum tempo que falamos do Cam-Program Robot da Tamiya…

… um curioso robô de brinquedo cujos andar é controlado por meio de uma barra com furos onde a criança programa o movimento por meio de pinos:

Mas como estamos falando de uma empresa cuja força está no mercado de hobby, esse produto já foi feito para ser “hackeado”, ou seja, ele pode ser facilmente modificado para receber todo tipo de parafernália eletrônica para torná-lo mais sofisticado e divertido:

O exemplo abaixo por exemplo, tem uma implementação de visão computacional + aprendizado de máquina onde o robô está sendo treinado para reconhecer carrinhos…

… para depois procurá-los:

Brinquedo realmente educativo

Dai era meio que previsível que a Tamiya partisse para uma versão bem mais hi-tech desse brinquedo, o que aconteceu recentemente na forma do Microcomputer Robot Crawler Type o primeiro de uma nova série batizada de Programming Construction Series o que já indica que outros estão a caminho:

Para mim, o grande atrativo desse produto é que para controlar esse robô, a Tamiya optou por utilizar um micro:bit

…o notório microcontrolador criado pela BBC Learning em 2012…

… em parceria com o departamento de P&D da BBC com o apoio de 29 organizações internacionais, startups e até de alguns big-players do mercado para incentivar o ensino de TI nas escolas:

Com isso, esse produto deixa de ser apenas um brinquedo de criança (ou até de marmanjo) para se tornar uma poderosa ferramenta para o ensino de STEM (ciência, tecnologia, engenharia e matemática) nas escolas primárias e secundárias com o objetivo de formar as competências necessárias para formar os profissionais do século XXI.

Segundo a empresa, o Governo japonês tornará obrigatório o ensino de programação nas escolas nipônicas já em 2020 de modo que esse lançamento da Tamiya também mostra o interesse dessa empresa em entrar de cabeça nesse mercado, assim como outras como a Sony:

Evoluindo por dentro

Como era de se esperar de uma empresa que cria, fabrica e vende kits para montar, esse novo robô com cérebro eletrônico é baseado na mesma plataforma do seu antecessor, só que com a adição de um novo sistema eletrônico

… formado pelo micro:bit mais uma placa-mãe mi-01 que faz a interface entre o microcontrolador e outros componentes como o sensor de distância (via ultrassom) mi-02, os motores de tração e a entrada de energia…

… fornecida por duas pilhas AA (embaixo). Note que o sistema do motor possui um sistema de caixa de transmissão de baixa velocidade o que ajuda a diminuir a geração de ruído. O uso de partes transparentes também ajudam a mostrar o seu funcionamento interno, atraindo assim ainda mais o interesse e a curiosidade das crianças (e marmanjos).

Interessante ressaltar que o micro:bit que acompanha o kit já sai de fábrica com um programa pré-gravado na sua memória…

… o que faz com que o robô se mova de maneira autônoma, sendo que seu sensor ultrassônico ajuda o mesmo a desviar de obstáculos à sua frente. Assim Desse esse robô pode ser montado e e colocado em funcionamento sem precisar de conectá-lo num PC.

Já para criar novos programas a empresa recomenda o uso do site da Micro:bit que mantem seu próprio ambiente de programação totalmente on-line o que facilita o seu uso em qualquer PC ou Tablet com acesso a internet.

Fora isso, a Tamiya também vende um curioso acessório na forma de um pequeno gabinete com pilha para micro:bit o que permite que ele funcione de modo “autônomo”:

Segundo a empresa, a idéia por trás desse gabinete é que ele permite o uso de um segundo micro:bit como um controle remoto, conectando-se com o robô via bluetooth o que abre novas possibilidades como por exemplo, controlar o movimento do robô apenas inclinando a unidade remota…

… algo por sinal que já vimos num projeto caseiro criado por um hobbista no Japão:

Disponibilidade e preço

Como é comum neste mercado, esse robô vem na forma de kit que pode ser montado por meio de encaixes e parafusos, dispensando assim o uso de cola.

Montado ele mede aproximadamente 12,8 x 11,6 x 13,6 cm (LxAxP) e não vem com pilhas.

Seu preço sugerido é de 10.584 ienes (~R$ 402) e já pode ser encontrado na lojinha da empresa assim como algumas peças sobressalentes:

Mais informações aqui:

Ainda em tempo:

Na nossa opinião, outro produto que se candidata a ser um próximo robô programável é o Twist crawler work set (3,240 ienes ou ~R$ 123) um novo brinquedo que nada mais é do que um sofisticado sistema de tração de lagartas, operado por um controle remoto sem fio bem rudimentar equipado com pilhas e duas chaves inversoras que devem mandar energia de maneira independente para cada lagarta, fazendo assim com que o veículo avance, recue e até faça curvas apenas invertendo a polaridade da corrente, ou seja…

… basta trocar esse controle remoto opor um microcontrolador ligado nos motores desse brinquedo para termos a base para um robozinho bem radical!

Legal né?

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos