ZTOP+ZUMO 10 anos!

Review: Roteador Belkin N1 Vision

nvision_intro.jpg

Ao contrário de outros roteadores condenados a ficarem em cima de algum armário ou esquecido em algum canto obscuro do escritório, o novo roteador N1 Vision da Belkin é realmente algo para ser visto, ficando literalmente em pé para mostrar tudo aquilo que é capaz de fazer.

nvision_screens.jpgDono de um desenho elegante dominado pela frente em tons Black Piano com detalhes em branco, o grande charme do N1 é seu visor LCD, que apresenta várias informações ligadas ao estado da rede local, como velocidade da conexão de banda larga, estatí­sticas de upload/download dos computadores conectados na rede, entre outros. E se você não entende nada disso, o painel ainda pode apresentar a data e hora.

nvision_box_1.jpgComo a fabricante de computadores e de equipamentos de som pessoal com nome de fruta, a Belkin também caprichou na embalagem do N1 Vision, com seu produto bem apresentado até na hora de tirá-lo da caixa e com seus acessórios didaticamente identificados, o que facilita a vida dos usuários leigos. O pacote é formado pelo roteador, CD com drivers e utilitários, guia de instalação rápida, fonte de alimentação e cabo de rede.

O processo de instalação procura ser o mais automatizado possí­vel. O programa tenta localizar o modem de banda larga e os outros componentes da rede configurando o produto com essas informações. Obviamente, também é possí­vel configurar o roteador manuamente via interface web acessando diretamente seu endereço IP (originalmente 192.168.2.1).

Entre os diversos recursos disponí­veis, estão os protocolos de segurança WEP e WPA/WPA2, filtro de acesso a endereços IP ou MAC, limitação de acesso por determinados perí­odos e a criação de DMZ para jogos e outras aplicações. Entre os recursos especí­ficos, gostei muito de uma opção que configura o roteador eum simples ponto de acesso, o que facilita as coisas quando desejamos instalar mais de um roteador no mesmo ambiente, mas apenas um deles estará conectado í  internet.

nvision_back.jpgO roteador segue o padrão 802.11 “Draft-N” 2.0 com seu caracterí­stico sistema de rádio com três antenas com tecnologia MIMO (Multiple Input, Multiple Output) que tira proveito de um fenômeno natural conhecido como efeito de propagação por múltiplos caminhos (multipath), que ocorre quando uma onda de rádio refletida em um ou mais obstáculos percorre vários caminhos até chegar ao seu destino, gerando interferências na recepção.

Os pesquisadores descobriram que poderiam tirar proveito desse fenômeno, utilizando mais de um transmissor que enviaria vários fluxos de dados ao mesmo tempo. Eles seriam captados por diferentes antenas, que fariam a seleção e recuperação da informação original. O uso do MIMO, combinado com um canal de comunicação OFDM de banda mais ampla, permitiu um significativo aumento da taxa de transferência e do alcance da rede, preservando a compatibilidade com o 802.11g.

nvision_back_panel.jpgUma novidade bem vinda do N1 Vision é o fato do mesmo vir equipado com um switch de rede com quatro portas Gigabit Ethernet, o que elimina um gargalo existente nos primeiros roteadores “Draft-N” equipados com porta Fast Ethernet. Nos testes realizados com o utilitário iPerf – um teste sintético que mede a taxa de transferência real ponto-a-ponto em Mbits/s -, chegamos a uma taxa média de transferência de 19,1 Mbit/s no modo 802.11g e 56,9 Mbit/s no modo 802.11 “Draft-N”. Os testes foram realizados com um notebook Centrino Duo com placa de rede Intel PRO/Wireless 3945ABG. Para os testes em wireless N utilizamos um adaptador USB N1 Wireless fornecido pela própria Belkin.

No geral, gostei muito do N1 Vision pelo seu visual diferenciado e as informações do visor LCD são o sonho de qualquer entusiasta, cujo prazer deve ser o mesmo de um dono de carro esporte com um painel cheio de reloginhos. Seu desempenho está na média de outros modelos que já testei até hoje, apesar de ainda querer esperar pelo padrão 802.11n definitivo antes de pensar em trocar o roteador aqui de casa.

Resumo: Belkin N1 Vision
O que é isso? – Roteador wireless “Draft-N” com switch de quatro portas.
O que é legal? – Excelente apresentação, switch Gigabit Ethernet integrado e retrocompatí­vel com 802.11g.
O que é imoral? – O padrão 802.11n ainda não é definitivo (mas o Draft já está na versão 2.0).
O que mais? – Painel LCD traz mais valor ao produto, funciona até como relógio!
Avaliação: 4,0 (de 5).
Preço sugerido: R$ 799.
Onde encontrar: www.fastshop.com.br, www.fnac.com.br, www.submarino.com.br, www.varejoinfo.com.br

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Nagano, também gostei do mostrador da Belkin. O que, aliás, me fez lembrar de um fenômeno curioso: mesmo sem micros ligados em casa, meu roteador D-Link acusa, às vezes, atividade Wireless. Como ele não tem display, se quero dar uma de detetive tenho de ligar um dos micros e carregar o browser para ver se não há abelhudos na rede, mas nunca encontrei nada. Estranho, né? Abraços

  • Mauro Nicolau Junior

    Mário,
    Vi seus comentários sobre o roteador Roteador N1 Vision e tentei encontrar nos lugares que vc indicou e não obtive sucesso. Aliás não encontrei a venda em nenhum lugar no Brasil. Sabe me informar como posso fazer para adquirí-lo.
    Obrigado.
    Mauro

  • giuliano

    comprei esse modem pelo ebay direto dos EUA.. chegou sem problemas e sem sobretaxa.. muito satisfeito…

  • Kelman Veloso

    Comprei um produto desse.

    Agora estou pesquisando qual a melhor configuração para utiliza-lo.

    Se alguem souber.. aceito o link para maiores analises.

    Abraços.

    MUITO BOM O PRODUTO.

  • jefao

    comprei um + nao to conseguindo acessar pro que o manual esta em ingles queria acessar d meu celular q suporta Wi-Fi + noa consigo proq elen pedia senha e eu nao seia senha qual e algue poderia min ajudar

    jefao189@hotmail.com