Review: Placa-mãe Gigabyte GA-EX58-UD4P

R

ga_ex58_intro

Com a maior oferta do processador Intel Core i7 no País, alguns grandes fabricantes locais — como a Gigabyte — começam  a se movimentar para oferecer suas primeiras placas-mãe com soquete LGA 1366 compatíveis com a nova plataforma Nehalem, como a GA-EX58-UD4P que passou algum tempo aqui no Zumo.

Como o próprio nome sugere, esse produto é baseado no chipset Intel X58 EXpress e apresentado no tradicional padrão Full-ATX (30,5 x 24,4 cm) que volta se consolidar como padrão de mercado, depois que o BTX deixou de fazer sentido com a aposentadoria do Pentium “cabeça quente” 4.

ga_ex58_overview_small

Assim como outros topo de linha da casa, a GA-EX58-UD4P utiliza reguladores de tensão com núcleo de ferrite e capacitores de estado sólido com baixo ESR (Equivalent Series Resistance) que oferecem maior durabilidade mesmo em temperaturas elevadas, o que pode ser do interesse para os praticantes de overclock.

ga_ex58_utra_durable_small

Além isso, a placa também conta com o tradicional sistema Dual BIOS (chips da esquerda), onde a BIOS de backup (B_BIOS) pode entrar em ação caso a principal (M_BIOS) sofra algum tipo de dano. Novidade nesse modelo é a presença de um chip se segurança TPM 1.2 da Infineon (canto direito), um controlador de 16 bits com memória não-volátil capaz de trabalhar com chaves criptográficas de até 2.048 bits (padrão RSA), gerador de números randômicos etc.

ga_ex58_dual_bios_small

Mas ,ao contrário da GA-X48-DQ6, seu sistema de dispersão de calor do chipset é feito de alumínio em vez de cobre:

ga_ex58_cooling_pipe_small1

Uma das coisas que gosto nas placas-mãe taiwanesas é que elas procuram oferecer algum suporte para dispositivos legados. Por exemplo, a GA-EX58-UD4P ainda vem equipada com uma porta EIDE (esquerda) e outra para leitor de disquete (direita). Na parte central podemos ver duas conexões para quatro portas USB 2.0, duas Firewire e uma das cinco saídas de alimentação para ventoinhas (incluindo a do processador).

ga_ex58_connectors_1_small

Além do conjunto de conectores para o painel frontal, a placa possui um conjunto extra de botões localizado logo abaixo dos pentes de memória: o mai0r iluminado que liga/desliga o sistema e um menor (azul) de reset. Eles são até úteis para testes de mesa, mas receio que eles possam ficar numa posição pouco acessível depois de instalados num gabinete.

ga_ex58_extra_pwon_small

Curiosamente, o mesmo não pode ser dito do seu botão de limpar a CMOS localizado no painel traseiro, junto com outras portas de entrada e saída da placa. A partir da direita: Mouse e teclado padrão PS/2 (yay!), S/PDIF, Firewire, Clr CMOS, quatro USB 2.0, mais duas USB 2.0, porta de rede Gigabit Ethernet (Realtek 8111D), mais duas USB 2.0 e som HD 7.1 (Realtek ALC889A). Note a ausência das portas serial e paralela, que não existem nem na forma de conexões internas.

ga_ex58_back_panel_small

A placa vem equipada com oito portas para discos padrão SATA 300 sendo duas delas (na cor branca) vem com suporte para RAID 0, 1, 5 e 10 e que são controladas por um chip Gigabyte SATA2 que, curiosamente, também controla a porta E-IDE.

ga_ex58_sata_ports_small

Outro departamento bem servido são os bancos de memória de 1,5 V, equipado com seis slots para até 24 Gb de memória DDR3 800 / 1.066 / 1.333 / 2.100+ MHz.

ga_ex58_memo_slots_small

Apesar de o controlador de memória ser capaz de trabalhar em single e dual channel, o ideal é trabalhar com grupos de três pentes para funcionar em triple-channel:

ga_ex58_memories_small

Com relação à sua capacidade de expansão, a GA-EX58-UD4P vem equipada com duas PCI, duas PCI-E x16, uma PCI-E x8, uma PCI-E x4 e uma PCI-E x1 (todas compatíveis com o padrão PCI-E 2.0). Essa configuração aceita tanto uma quanto duas e até três placas de vídeo PCI-E compatíveis com a tecnologia SLI da NVIDIA SLI ou CrossFireX da ATI.

ga_ex58_slots_small

Entre os acessórios inclusos estãoum kit para conectar até dois discos SATA externamente (interessante para preparar discos antes da sua instalação final) e dois conectores para montagens em SLI, incluindo um curioso protetor metálico usado para proteger esse conector.

ga_ex58_accessories_small

Sob testes

Para testar essa placa-mãe, fizemos uma montagem utilizando um processador Intel Core i7 920 de 2,66 GHz e 8 MB de cache L2, 3 GB de memória Kingston HyperX KHX1600D3K3/3GX, um disco Western Digital WD800JD de 80 GB SATA II com NCQ e um gravador de DVD. Como estamos avaliando a placa-mãe e não seu sistema de vídeo,  utilizamos uma placa de vídeo ATI Radeon HD 3450 com 256 MB de RAM.

Uma curiosidade dessa montagem é que pela primeira vez topei com o novo conector duplo de +12V na placa mãe. Tentei conectar apenas uma portas e o sistema simplesmente não partia.

ga_ex58_atx_12v_x2_small

Para resolver esse problema, nós contamos com a Cooler Master Brasil que gentilmente nos emprestou uma fonte Real Power Pro 460W, um produto honesto, silencioso, bem acabado e já certificado pela iniciativa 80 PLUS que procura garantir que, menos 80% da energia de entrada seja realmente consumida pelo computador e não perdida na forma de calor. Obviamente, ele já vem com dois plugues de +12V (yay!), mas com apenas um conector para placa de vídeo PCI-Express.

coolermaster_ts460_small

Como sempre, instalamos o Windows Vista Ultimate de 32 bits com SP2 e atualizamos sua BIOS com a versão mais recente disponível no site da empresa com o utilitário @Bios que acompanha o produto. Vale a pena comentar que a GA-EX58-UD4P já está certificada para trabalhar com Windows 7, assim como o bom e velh0 Windows XP.

Como era de se esperar, o índice de experiência do Windows Vista ficou em apenas 3,6 pontos devido ao uso de uma placa de vídeo de desempenho modesto. Observe, porém, que o sistema bateu o valor máximo de 5,9 pontos nos itens processador e memória, mostrando que o sistema não é fraco.

ga_ex58_vista_exp_small

Nos outros testes, a GA-EX58-UD4P obteve uma média de 151 pontos no SYSmark 2007 Preview 1.05, 7.085 pontos no PCMark 2005 e 5.100 pontos no novo PCMark Vantage. No teste com o AutoGK 2.4, nosso sistema levou apenas 56m19s para converter um filme de 2h10min para um AVI de 700 MB. O processo oposto (criar uma imagem de DVD a partir de três arquivos de vídeo) feito com o DVDFlick 1.3.0.6 foi de 2h07m21s utilizando um thread e 1h03m50s com quatro threads, curiosamente o mesmo desempenho da workstation móvel W700DS da Lenovo. Como era de se esperar, o desempenho gráfico da ATI Radeon HD 3450 na GA-EX58-UD4P foi modesto, obtendo apenas 1.628 pontos no 3DMark 2006.

Ah sim, o teste do David:

ga_ex58_superpi

Uma novidade que iniciamos com esse review é o uso de um novo benchmark — o High Definition Experience & Performance Rating Test 2009 (ou simplesmente HDxPRT 2009) — uma ferramenta de simulação de aplicativos criada pelo grupo de avaliação e desempenho a Intel feita especificamente para responder o quanto o computador é capaz de atender (ou não) às novas demandas de multimídia em alta definição, como edição de imagem e vídeos. Esse projeto foi desenvolvido por David Salvator (Hi Dave!) que, antes de ir para Santa Clara, já foi diretor técnico da Computer Gaming World e ralou muito no PC Labs da Ziff-Davis.

ga_ex58_hdxprt_small

No nosso caso, mesmo com uma placa de vídeo simples, conseguiu bater o score máximo no HD Experience: 5 estrelas.

Pelo preço sugerido de R$ 1.250 a GA-EX58-UD4P não é um produto barat0 — talvez por ainda ser importado — mas ainda consegue ser mais em conta que, por exemplo a Asus P6T Deluxe. Isso já é hábito da Gigabyte: oferecer uma placa-mãe simples , honesta, com bastante potencial de upgrades e sem muitos penduricalhos. Assim posso afirmar que minha experiência com esse produto foi bastante positiva, tanto para aqueles que desejam partir para um computador novo ou fazer um belo upgrade para a plataforma Nehalem.

logo-zumoindica

Resumo: Gigabyte GA-EX58-UD4P
O que é isso? Placa mãe com chipset X58 express para entusiastas e gamers.
O que é legal? Bem equipada, compatível com SLI e Crossfire.
O que é imoral? Relativamente cara. Precisa de uma fonte com dois cabos de +12V.
O que mais? Já certificada para Windows 7, assim como Vista e XP.
Avaliação: 8,0 (de 10). Entenda nosso novo sistema de avaliação.
Preço sugerido: R$ 1.250
Onde encontrar: br.giga-byte.com

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos