ZTOP+ZUMO 10 anos!

Review: Netbook Asus 1201T (com AMD Athlon Neo)

Anunciado no final do ano passado, o netbook EeePC 1201T é o mais novo portátil que a Asus traz para o Brasil, mas ao contrário do EeePC 1201HA (já analisado com este Zumo), ele é o primeiro a vir com um processador AMD Athlon Neo MV-40 de 1,6 GHz, uma resposta do pessoal de Sunnyvale para a onipresente plataforma Intel Atom no segmento de netbooks.

Visualmente falando, ele é praticamente idêntico ao 1201HA: a mesma tela LCD retroliluminado a LED de 12,1 polegadas e gabinete fino com acabamento black “não olha feio que eu risco” piano. Seu perfil na forma de cunha proporciona uma pegada bastante confortável, o que conta muito para aqueles que carregam seus equipamentos de um lado para outro. Quem quiser mais detalhes sobre o seu design sugerimos a leitura de nossa análise do 1201HA.

Mas quando colocados lado a lado (ou mais exatamente um sobre o outro) podemos notar algumas diferenças sutis em cada modelo. Por exemplo, o 1201T (em cima) vem com duas portas USB no lado direito e uma no esquerdo, o contrário do que acontece com 1201HA.

No lado esquerdo podemos notar que a entrada de força e a saída de ar do 1201T é bem maior do que a do 1201HA (embaixo)  Isso é uma indicação clara de que nesse caso, a plataforma Intel com Atom Z520 de 1,3 GHz esquenta menos que seu equivalente da AMD. Só para se ter uma idéia de consumo, a fonte da 1201T tem saída de 19 v x 3,42 A contra 19v x 2,1 A do 1201HA.

A maior diferença que notamos na sua base é no seu compartimento do pente de memória, bem menor que o do 1201HA.

Sua bateria de íons de lítio é do modelo A32-UL20 de 4.400 mAh de seis células, por sinal a mesma usada na 1201HA.

A portinha menor se justifica porque o 1201T vem equipado com apenas um pente de memória de 2 GB DDR2 de 800 Mhz, quantidade mais que suficiente para esse tipo de portátil.

Atendendo a pedidos (e depois de ver um vídeo safado no YouTube) eu consegui abrir esse portátil para dar uma olhadinha no seu interior. É interessante notar que para manter seu perfil fino o seu disco rígido (um Seagate Momentus 5400.6 de 250 GB) foi colocado num local que ocupasse o menor espaço possível —  uma curiosa região central onde o HD fica praticamente no mesmo nível da placa-mãe. E para abrir esse espaço, a Asus dividiu sua placa-mãe em duas partes, interconectando-as via flat-cable. Pode parecer estranho, mas acredito que essa solução deva facilitar a vida do pessoal da linha de montagem, agilizando assim a sua produção.

A propósito, meio escondido embaixo desse cabo podemos ver sua plaquinha Wi-Fi 802.11 b/g/n (uia!) baseada no chipset Realtek RTL8191SE.

O que notamos no lado oposto é que existe um espaço vago (porém não aproveitado) que aperentemente deve ser usado para implementar uma segunda placa PCI-Express, o que levanta a possibilidade de que possam existir no futuro outros modelos equipados com modem Wireless WAN ou mesmo 3G.

Acredito que sua CPU e GPU estão montadas na parte de baixo da placa sob esse suporte metálico triangular.

E, falando em processador, para quem ainda não sabe a grande novidade do EeePC 1201T é que ele é baseado na chamada plataforma AMD Congo e utiliza o processador Athlon Neo MV-40 de 1,6 GHz, por sinal o mesmo usado no novo ThinkPad X100 da Lenovo. Interessante notar que ele  já ostenta o selo AMD Vision,que representa a nova visão da empresa de Sunnyvale de se apresentar como uma empresa de plataformas e que o futuro dos PCs está na chamada computação visual.

Aqui também podemos ver que o modelo analisado por este Zumo veio equipado com o Windows 7 Starter Edition, mas o usuário caso queira pode instalar e usar o Asus ExpressGate, uma solução que permite executar algumas funções essenciais no portátil sem ter que carregar seu SO. No nosso caso, essa opção não veio pré-instalada no nosso sistema de avaliação, mas ela está disponível para download na página do produto no site da empresa (procure na aba Download, escolha o SO Windows 7 e procure em outros).

Mas voltando ao que interessa, o Athlon Neo (codinome Huron) é um chip de 65 nm com SOI, 512 KB de cache L2 e suporte para 64 bits mas que — para minha surpresa — é um chip single core (boo!)

Em contrapartida, o 1201T vem equipado com uma aceleradora gráfica ATI Radeon HD3200, o que para mim deixa claro que esse portátil se posiciona como uma alternativa interessante para a plataforma Ion (como o EEEPC 1201N) quando o assunto é reprodução de vídeo em alta definição e até mesmo alguns joguinhos casuais e legados.

Com isso, o 1201T é capaz de reproduzir vídeos em Full HD, o que pode ser bem apreciado na sua tela LCD de 12,1″ 1.366 x 768 (WXGA) com retroiluminação a LED e acabamento brilhante de alto contraste. Observe porém que, ao contrário do EeePC com Ion, o 1201T não vem equipado com porta HDMI.

Durante nossos testes com o Media Player Classic Home Cinema, notamos que o HD 3200 é capaz de reproduzir vídeos em Full HD de maneira bastante eficiente. Entretanto, notamos que ele é meio manhoso com certos arquivos em MKV + H.264 que em alguns casos não foram reconhecidos pelo Media Player não ativando assim seu modo DXVA (aceleração por hardware), jogando toda a carga de processamento do vídeo para o Athlon Neo, algo que, por sinal não ocorre com o Ion da NVidia.

Nesse caso, a solução encontrada foi de converter esses arquivos de vídeo para um formato menos anárquico, o que no nosso caso foi o MP4 + H.264. Aí ele rodou que foi uma beleza!

Esse talento para multimídia também pôde ser notado nos testes com o HDxPRT onde a plataforma da AMD bateu 33 pontos, um resultado mais que 50% acima do obtido pelo 1201HA (20 pontos). No Play HD Experience o resultado mais que dobrou (2,5 estrelas, contra apenas 1 do 1201HA).

E o mesmo pode ser visto no seu índice de experiência — 3,1 pontos contra 2,1 do 1201HA.


Em outros testes, o 1201T bateu 48 pontos no Sysmark 2007 Preview 1.05. No AutoGK 2.45, o sistema levou  3h19m8s para transformar um filme em DVD para um arquivo AVI de 700 MB. O processo oposto (criar uma imagem de DVD a partir de um arquivo de vídeo)  feito com o DVDFlick 1.3.0.6 foi de 7h29m38s utilizando um thread. Como o Athlon Neo é single core não fizemos esse teste com mais threads.

Para avaliar o desempenho do processador rodamos o CINEBENCH R10 e os resultados foram os seguintes:

Rendering (Single   CPU): 1.274 CB-CPU
Rendering (Multiple CPU):
Multiprocessor Speedup:
Shading (OpenGL Standard): 1.473 CB-GFX

Ah sim, o Super Pi do David Lopes:

Se comparado com a versão equipada com o Intel Atom Z520 de 1,3 GHz, a plataforma Congo da AMD realmente atropela o chip do pessoal de Santa Clara. Mas como qualquer estrela que ilumine o céu com o dobro da sua força pode não durar tanto quanto outras que brilhem menos. Isso pode ser visto nos nossos testes com o polêmico Battery (comedor de farinha) Eater, onde suas seis células de energia foi devoradas em 1h44m01s,  muuuito menos que os 4h17m39s suportados pelo 1201HA nas mesmas condições.

Assim, minha impressão é que o EeePC 1201T vem com a proposta de ser um produto intermediário entre o EeePC 1201HA, que mostrou ser um equipamento danado em termos de autonomia de bateria mas de desempenho modesto e o mítico EeePC 1201N, equipado com um Atom 330 e aceleradora gráfica Ion que a empresa até considerou trazer para o País — mas a idéia foi abandonada devido ao seu preço final para o usuário poder ficar muito próximo de um notebook de linha, alguns até equipados com processadores bem mais potentes como o Core  2 Duo.

De fato, a única coisa que não gostei nesse portátil é o fato do Athlon Neo MV-40 ser um chip single core, o que não significa muita coisa em termos de força bruta de processamento, mas a existência de um segundo núcleo (mesmo que ele seja virtual como no N270) num mundo cada vez mais multicore, faz com que o sistema operacional responda melhor aos comandos do usuário, em especial nas aplicações multitarefa. Digo isso porque caso o processador esteja ocupado em 100% com algum processo mais complexo, existe a tendência do computador de não responder aos comandos do touchpad, o que pode passar a impressão de que o sistema está lento o que nem sempre é o caso. Notamos também que ao contrário do 1201HA, a Asus não oferece nenhuma solução nativa de overclock para esse processador da AMD.

Entretanto… Ao contrário do que costumamos ver por aqui, a Asus resolveu chutar o balde com esse lançamento colocando o preço sugerido do 1201T na mesma faixa do 1201HA ou seja, R$ 1.399 (UIA!!!) Se levarmos em consideração que com essa grana compramos um netbook com tela de 10,1 polegadas, processador N270 e bateria de três células o 1201T  se apresenta uma interessante relação entre preço x conforto de uso e desempenho, o que também pode ser interessante para aqueles que estão adquirindo o primeiro portátil para si ou o segundo para os filhos ou até mesmo o terceiro para sua mãe (ouviu seu ingrato?) >;^)

Entretanto… (de novo),  precisamos estar cientes que esse computador — na minha opinião — deveria ser visto como um “super-netbook” e não como um “sub-notebook“. Digo isso porque acho que o 1201T é ideal para aqueles que desejam fazer tudo aquilo que já fazem em seus netbooks — porém com mais agilidade — e não tanto para aqueles que gostariam de fazer tudo aquilo que já fazem em seus notebooks de linha, porém num equipamento menor. Para esse público melhor optar pelos novos modelos leves e finos com processador Intel Core ULV como o SenS X420 da Samsung ou mesmo o Vostro V13 da Dell, porém a preços bem mais elevados.

Em suma, para mim o preço do 1201T é como vender um carro 1.6 pelo mesmo preço do 1.3 — ou seja — numa oportunidade dessas, quem liga pra consumo né?

Resumo: ASUS eeePC 1201T Seashell
O que é isso? Netbook leve e fino de uso geral.
O que é legal? Leve e uso confortável. Bom desempenho em gráficos e vídeos em HD.
O que é imoral? Processador single-core, sem porta HDMI(!!!)
O que mais? Suporte para Wireless-N e serviço de disco virtual de 500 GB na web incluso.
Avaliação: 9,0 (de 10). Entenda nosso novo sistema de avaliação.
Preço sugerido: R$ 1.399
Onde encontrar: www.asus.com.br

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Pingback: Tweets that mention Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência. » Review: Netbook Asus 1201T (com AMD Athlon Neo) -- Topsy.com()

  • Rodrigo

    Uai, mas pro HA você deu nota 6 e pra esse aqui nota 9? É tão melhor assim, mesmo com a bateria sendo devorada?

    • Yep, como disse lá em cima, quem se preocupa com o consumo com um carro 1.6 a preço de 1.3?

      Se a autonomia de bateria for sua necessidade primordial melhor ficar com o 1201HA.

      • walter

        Uai Fai N.

        O problema é que, diferente do Atom, o Athlon Neo é um Athlon 64 de notebook/desktop em processo de fabricação reduzido.
        Não é tão bem otimizado quanto o Atom ou os Intel ULV.

        Se bateria e desempenho tiverem que ser bons, melhor ir de ULV dual-core.
        Pena que estão caros… 2000 num Asus UL via importrabando 🙁

        • Rodrigo

          Mas então na Dell, talvez, tenha um negócio bom (mas eu desisti de comprar Dell, eles te enrolam, mas isso é outra história). Tem o Inspiron 11Z que vem com SU4100 que tá por R$ 1700,00

  • Fiquei realmente triste ao saber que não haverá o 1201N nacionalizado.

    Qual seria minha alternativa agora, importar, tentar outro fabricante (sugestão???) ou ficar esperando até chegar uma nova atualização da AMD (2011)?

    • Eu também torcia para q o 1201N chegasse por aqui, mas ao mesmo tempo fico imaginando a choradeira do pessoal quando vissem algo como R$ 2.000 na etiqueta de preço.

      Alternativas? Por enquanto eu não sei. Mas esperem mais novidades do pessoal da Asus para este ano.

  • Pingback: Review: Netbook Asus 1201T (com AMD Athlon Neo) | AcheiHotel.com.br()

  • Pingback: TecNews: Noticias Tecnofagia()

  • Anderson Costa

    Mário, aonde você conseguiu o Tt Blacx ?

    • Vc quer dizer, meu suporte de bloco de papel Tt Black ?

      Descobri (do pior jeito) o que acontece quando vc coloca um disco IDE nele por engano e liga.

  • luiz

    Desempenho X Consumo, hmmmmm sei não. Pra um netbook so mais Consumo.

    • No problemo, pelo mesmo preço vc pode levar pra casa um 1201HA.

  • João Cláudio

    Tenho um netbook da ASUS
    o 1005ham
    Muito bom ,não tive nenhum problema com ele até hoje, comprei em fevereiro!

    João Cláudio Nunes Carvalho

  • Pingback: Nerdirama: De nerd pra nerd()

  • Aurelio

    eu pensando em comprar um asus 1008pe, e vocês já estão nesse nível….

    Mundos diferentes…

  • Pingback: Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência. » X100e: primeiro ThinkPad com AMD chega ao Brasil()

  • Pingback: REVIEW: NETBOOK ASUS 1201T (COM AMD ATHLON NEO) « ASUSbr – venda sem segredo()

  • James Bond

    Pessoal o 1201n ja chegou no boa dica…

    • Victor

      Acessei o boa dica e vi que tem 2 lojas do Rio oferecendo o Asus 1201n por um preço bem próximo do 1201t nacional. Só tem um problema….as lojas são desconhecidas e à distância e sem garantia fica complicado arriscar. É aquela do…santo quando vê muita esmola…

  • Marcelo

    comprei no site do magazine luiza por 1050,00 a vista! numa promoção relampago!
    com certeza vale a pena!
    abraço!

  • Pingback: Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência. » Review: Lenovo ThinkPad X100e()

  • Gabriel

    muito bom, acabei de me decidir ql pegar… vlw mesmo.

  • Galera, qual é melhor o 1201T ou 1201N?

    • O 1201N é tecnicamente mais interessante por ser um chip dual core com HT ( = 4 threads) o que torna esse sistema não necessariamente mais veloz que o 1201T mas ele responde melhor aos comandos do usuário, além de vir com uma porta HDMI de brinde.

      O problema é que o 1201N não chegará oficialmente no Brasil ao contrário do 1201T que será produzido no Brasil tornando o mesmo ainda mais em conta.

  • aline

    escolhi o meu net depois de ler as dicas e não me arrependo, 1201 T ( tudo de bom )

  • marcelo

    Gostaria de saber se este netbook roda legal o receptor de tv digital elgin em full hd. Também gostaria de saber se trava ao abrir um arquivo do word, excel, internet e ouvir música ao mesmo tempo (para teste).

    Abs.,

    Marcelo

  • Ehehe, genial!!!
    Divertido, inteligente e objetivo.
    Parabéns, adorei o review.
    Grande abraço
    Lucas

  • Higo

    Tenho um e é show. Roda full HD sim e não trava não, é só colocar o penTV e ir pra galera

  • Pingback: Asus: novos netbooks com AMD Fusion vêm aí (bônus: Meego também)()

  • Pingback: Review: Notebook Positivo Premium N8660()

  • Pingback: Review: Lenovo Thinkpad X1 (parte 2 de 3: por dentro do portátil)()

  • Adonis Tatar

    como conseguiu abrir este net? preciso ter acesso ao hd dele e não estou conseguindo.