Review: placa-mãe Gigabyte GA-G31M-ES2C

R

ga31m_intro

Todo entusiasta gosta de uma placa-mãe cheia de recursos e acessórios, mas preciso reconhecer que também gosto muito dos modelos intermediários do tipo “tudo-em-um” onde o usuário só precisa de um processador, pente de memória, disco e uma fonte para botar um PC para funcionar e que mantém algum potencial de upgrade futuro. Esse é o caso da nova placa-mãe GA-G31M-ES2C da Gigabyte, que passou um tempo aqui neste Zumo.

Baseado no chipset Intel G31 Express + ICH7, a GA-G31M é uma placa micro-ATX de apenas 24,4 x 19,4 cm (LxA) bem acabada e, como podemos ver abaixo, seu espaço é bem aproveitado com seus diversos componentes distribuídos de maneira lógica, ou seja, parecem estar onde a gente esperaria que estivessem.

ga31m_geral_small

Como outros produtos da casa, ela segue a tendência de utilizar capacitores de estado sólido e VRMs com núcleo de ferrite que proporcionam  maior durabilidade mesmo quando submetida a temperaturas elevadas. Ela conta com o chamado Dual-BIOS, um sistema de backup de BIOS que pode entrar em ação caso a principal sofra algum tipo de dano.

ga31m_dual_biosa

A placa apresenta um bom conjunto de interfaces, combinando elementos novos e legados que alguém sempre pode sentir falta algum dia. Por exemplo, entre as novidades estão o suporte para dois pentes de memória DDR2 800 (ou até 1.066 MHz num overclock)  em dual-channel e compatibilidade com os processadores Intel Core 2 Duo de 45 nm (codinome Penryn) e seus antecessores como os Core 2 Duo e  Quad, Extreme, Pentium D, Pentium 4 e até Celeron com soquete LGA 775.

Seu sistema de áudio HD é de 8 canais (ou mais exatamente 7.1) com chip Realtek ALC883, oito portas USB 2.0 (metade interna), aceleradora gráfica integrada Intel GMA X3100 (com suporte para DirectX 10, shader model 4.0 e OpenGL 2.0) e quatro portas SATA 300 com NCQ.

ga31m_sata_a

Entre as interfaces legadas temos, uma porta EIDE PATA, uma serial, uma paralela, interface de disco flexível e duas portas PS/2 para mouse e teclado. Para minha surpresa, sua porta de rede é do tipo Fast Ethernet (10/100 mbps) ainda comum em aplicações domésticas, mas que já andou perdendo espaço no mundo profissional.

ga31m_backA placa ainda conta com um slot PCI-Express X1 e outro x16 (para placa gráfica), duas PCI e duas saídas de força, uma para o cooler do processador e outra para o ventilador do gabinete (SYS_FAN).

ga31m_slots_2

Sob Testes

Para realizar os testes, instalamos na placa-mãe um processador Intel Core 2 Duo E8400 “Wolfdale” de 3,0 GHz com 6 MB de cache e FSB de 1.333 MHz, dois pentes de memória DDR 667 MHz de 1 GB cada (totalizando 2 GB em dual channel), um gravador de DVD IDE e um disco Western Digital WD800JD de 80 GB SATA II com NCQ. O sistema operacional instalado foi o Windows Vista Ultimate de 32 bits.

Nos testes realizados, a GA-X48-DQ6 obteve uma média de 132 pontos no SYSmark 2007 Preview 1.04, 4.860 pontos no PCMark 2005 e 3.633 pontos no novo PCMark Vantage. No teste com o AutoGK 2.4, nosso sistema levou apenas 1h11m1s para converter um filme de 2h10min para um AVI de 700 MB. Como era de se esperar, desempenho da aceleradora Gráfica GMA X3100 foi modesta obtendo apenas 292 pontos no 3DMark 2006. Inclusive, por causa disso, o índice de experiência do Windows Vista ficou em apenas 3,4 pontos:

ga31m_vista_exp

Para uma placa-mãe mais voltada para mainstream, a GA-G31M-ES2C mantém a tradição da Gigabyte de oferecer para o mercado um produto honesto, na medida e sem muitos enfeites ou penduricalhos. Poderia ser uma opção perfeita para montar qualquer PC de uso geral se não fosse pela falta de uma porta Gigabit Ethernet. Mesmo assim, pode ser uma solução interessante para montar um PC novo ou mesmo dar uma atualizada no velho. ;^)

Resumo: Gigabyte GA-G31M-ES2C
O que é isso? Placa-mãe micro-ATX com chipset Intel G31 Express voltada para uso geral.
O que é legal? Bem construída, bom conjunto de recursos.
O que é imoral? Sua porta de rede não é Gigabit.
O que mais? Sistema de BIOS duplicada pode ser uma boa para overclockers que gostam de viver perigosamente.
Avaliação:
6,5 (de 10). Entenda nosso novo sistema de avaliação.
Preço sugerido: R$ 230
Onde encontrar: br.giga-byte.com

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos