ZTOP+ZUMO 10 anos!

Review: Linux no Positivo Mobile W98

Positivo Mobile W98. Core 2 Duo T5300 e 2 GB de RAM por R$ 3.499

Um dos costumes que tenho, adquirido em anos de uso do sistema, é tentar instalar o Linux em praticamente qualquer máquina que cai em minha mãos, basicamente para ver a quantas anda o suporte ao hardware que está no mercado. Algumas vezes fico decepcionado, em outras, como o caso do CCE LEVP-D10H120 ou do Asus W7F, fico agradavelmente surpreso ao ver que os componentes se entendem muito bem com o pinguim.

Esta semana estou com um Positivo Mobile W98. Os leitores mais atentos vão se lembrar dele como o “notebook branquinho” da Positivo, sobre o qual comentei em meu outro blog há algum tempo atrás. E lá vou eu com meu CDzinho do Ubuntu em mãos, ver o quão bem o W98 se dá com o Linux. Tenham em mente que este não é um review do micro (coisa que fica pra mais tarde), mas sim um “teste de compatibilidade” dele com o Linux.

O hardware é bastante interessante. Como outras máquinas da Positivo (e de praticamente a maioria dos fabricantes), ele é na verdade uma versão OEM do Clevo M520n, baseado em um processador Intel Core 2 Duo T5300 com 2 GB de RAM e 120 GB de espaço em disco. Inclui também um monitor LCD de 12,1″ (1280×800 pixels), gravador de DVD (+-R/RW), webcam de 1,3 megapixels, interface wireless Intel 3945A/B/G e um leitor de cartões SD/MMC/XD/Memory Stick. Um detalhe interessante é que a embalagem inclui duas baterias: uma para uso constante e a outra para backup, quando carregada.

Visualmente o W98 é muito atraente. A tampa é em branco brilhante, e o interior tem um acabamento perolado e mais fosco. A dobradiça do monitor, onde também ficam os alto-falantes, é coberta por uma grade metálica. A parte de baixo é em plástico cinza metalizado, e o teclado é cinza (o que é bom, encarde menos que branco). O gravador de DVD fica na lateral direita, junto com uma porta USB e as entradas/saí­das de áudio. í€ esquerda ficam a entrada para cartões PCMCIA, duas portas USB, uma porta FireWire, conector de rede, saí­da VGA e conector de força. Modem e saí­da S-Ví­deo ficam na traseira do aparelho, próximas í  bateria, e o leitor de cartões fica na frente da máquina, bem embaixo dos LEDs indicadores.

A máquina vem de fábrica com o Windows Vista Home Premium, mais o dicionário Aurélio e um trial de 30 Dias do Microsoft Office 2007 Home & Student. Mas o sistema que coloquei nela foi o Ubuntu 7.04 “Feisty Fawn”, instalado a partir de um CD oficial com todos os updates (180 MB) aplicados. A instalação em si foi bastante rápida, levou menos de 15 minutos.

Infelizmente o suporte ao hardware não foi tão bom quanto eu imaginava. A interface wireless funcionou de primeira: o Ubuntu detectou o chipset, ativou o gerenciador de drivers restritos e carregou o driver da Intel. Em questão de segundos, eu estava conectado í  minha rede sem fio. Já quanto ao ví­deo, precisei fazer ajustes. O chipset é um Intel 945GM, e para suportar a resolução nativa tive de instalar o utilitário 915resolution e alterar dois arquivos de configuração. No /etc/X11/xorg.conf tive de encontrar a seção que dizia:

Section "Device"
Identifier "Intel Corporation Mobile 915GM/GMS/910GML Express Graphics Controller"
Driver "i810"
BusID "PCI:0:2:0"
EndSection

E adicionar uma linha extra antes de EndSection. O resultado é:

Section "Device"
Identifier "Intel Corporation Mobile 915GM/GMS/910GML Express Graphics Controller"
Driver "i810"
BusID "PCI:0:2:0"
Option "ForceBIOS" "1280x1024=1280x800"
EndSection

Além disso, tive de modificar o arquivo /etc/default/915resolution e adicionar os seguintes parâmetros:

MODE=38
XRESO=1280
YRESO=800

Depois disso, bastou reiniciar o computador para o Xorg entrar na resolução correta de 1280×1024 pixels. O chipset é compatí­vel com o Compiz e seus efeitos especiais sem nenhuma configuração extra. Basta ir ao painel de controle em Sistema/Preferências/Efeitos no Desktop e ativar o recurso.

Apesar do layout um pouco fora do comum (as teclas / e ?, por exemplo, compartilham espaço com Q e W, e são acessadas com a combinação Alt+Letra), o teclado funcionou perfeitamente com o layout Brazilian. Fiquei surpreso de ver que até mesmo as teclas de função (como ajuste de volume, brilho do LCD, ligar/desligar wireless, troca de display, etc) já estavam pré-configuradas com suas respectivas funções. Até mesmo duas das três teclas especiais ao lado do botão de força funcionaram: a primeira abre o cliente de e-mail, a segunda o navegador.

O leitor de cartões funciona, mas no Linux lê apenas cartões SD. Isto de deve í  falta de suporte, no kernel, para os outros formatos. A webcam, uma eMPIA 2750, não é suportada por nenhum dos drivers disponí­veis, incluindo o pacote spca5xx/gspca.

O som (Intel HD Audio) funcionou de primeira, mas a saí­da de fone de ouvido estava “morta”. O problema pode ser corrigido com um novo driver, baixado do site da Realtek (que desenvolve o chipset), mas ele é distribuí­do apenas na forma de código-fonte para um módulo. Para usá-lo, é necessário instalar um pacote de ferramentas de desenvolvimento e compilar o módulo manualmente, tarefa nada fácil para quem não tem experiência com a linha de comando.

Por fim, o modem, um Motorola SM56, também não é suportado por padrão. Há um tutorial para sua configuração, no site da lista de discussão Dicas-L, mas para seguí­-lo é necessário, novamente, interagir com ferramentas de desenvolvimento e a linha de comando.

Resumindo a história, se você quer um notebook poderoso, com estilo e não tem medo de “fuçar” o sistema até tudo ficar a contendo, o W98 é a sua máquina. Mas se você quer o mí­nimo de intervenção, procure em outro canto. Pelo menos na versão atual do Ubuntu, fazer o W98 se entender com o pinguim dá um bocado de trabalho.

O Positivo W98 tem preço sugerido de R$ 3.499, muito bom para a configuração, na minha opinião. Mais informações no site do fabricante, em www.positivoinformatica.com.br.

ATUALIZAí‡íƒO: Atendendo a pedidos, está aqui o resultado de um lspci -vv na máquina, sob o Ubuntu 7.04

ATUALIZAí‡íƒO, 26/09/07: Atendendo a mais pedidos, segue um screenshot do IEW (3.0) da máquina no Windows Vista. Em breve, um review dela no Windows.

IEW do Positivo W98

  • Pingback:   Zumo: resumão da semana  by Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência.()

  • Aloha,

    Gostei do nível de detalhamento do seu review. Certamente me motivou a procurar esse produto para comprá-lo e tascar Ubuntu nele 😛

  • Paozinho

    Esse “bug” que tem que instalar o 915resolution já não existe mais no Ubuntu 7.10 Gutsy Gibbon…estou na versão de testes e o meu notebook, que usa a mesma placa, não precisou. Sempre precisei instalar o 915resolution no 7.04, mas agora acabou isso. O modelo do meu notebook é Acer Aspire 5630-6091. Bom suporte também, mas deixa um pouco a desejar. A câmera funciona perfeitamente aqui. Acredito que seja uma Logitech Orbicam.

  • Adilson Oliveira

    Rigues, valeu pelo teste.
    Sugiro você tentar o último alfa do Gutsy Gibbon. Vários dos problemas existentes mostrados já foram corrigidos neste.

    []s

    Adilson.

  • Adilson e Paozinho,

    Agradecemos as dicas, mas para nós do Zumo versões alfa e “de testes” não existem, e beta é uma possibilidade remota em último caso. Para nós, fazer um review baseado em uma versão alfa é como julgar o sabor de um prato experimentando os ingredientes crus, sem os temperos.

    Nossos reviews sempre serão feitos com as últimas versões estáveis* do software, que é o que o público em geral (nosso público) usa. Alfa é coisa para desenvolvedores que tem conhecimento suficiente para resolver problemas de compatibilidade “na raça”, escrevendo código. E beta-testers estão tão acostumados com bugs que problemas como os mencionados acima são triviais.

    Já o “usuário comum” (esse ser indefinido) morre de medo da linha de comando, e para ele uma Webcam é um recurso tão importante que sua ausência pode ser considerada um “deal-breaker”, e motivo suficiente para voltar ao Windows.

    Dito isto, quando a versão final do Ubuntu 7.10 chegar à rede (em outubro) ficarei feliz em atualizar o review e mostrar o que mudou em termos de compatibilidade, se ainda tiver um W98 em mãos.

    * Com exceção dos aplicativos do Google. Como estes nunca saem de beta, não há outra alternativa.

  • Ótimo review, só senti falta de um “lspci” 🙂

    Quanto à placa de som, ela é a “00:1b.0 Audio device: Intel Corporation 82801G (ICH7 Family) High Definition Audio Controller (rev 02)”?

    []

  • João Marcos da Conceição

    Prezados Senhores,

    Li o review, sobre o software em questão, sou simplesmente um usuário em busca de mais informações. E esta como a que vi hoje, pode me servir no futuro, quando me aprofundar melhor neste assunto. Mas o meu comentário na verdade é para lhes questionar sobre esse micro usado nos testes. Desde que tive conhecimento do lançamento deste micro W 98, com certeza achei a configuração e ele no todo uma máquina que gostaria de adquirir. quanto a marca não dúvidas, por se tratar de uma versão mas que tem mãos brasileiras e pelo qute lido, a Positivo está subindo bastante no conceito de muitos. Sou Representante Comercial e tenho necessidades de máquina exatamente com display 12″ que seje leve para carregar o dia inteiro. Quanto ao w. vista vou tentar me acostumar ao novo. caso contrário instaleri o W XP ou até mesmo W 2000 NT autêntico que tenho na minha máquina atual. Mas preciso da opinião sincera dos senhores para que decida pela compra ou não desta máquina. Quanto a assistência técnica, já me informei na cidade de Juiz de Fora, perto de onde moro e tem 03 assitencia da positivo sendo que uma delas eu já conheço e sou cliente e também fui lá e me informei e questionei sobre tal máquina, e a pessoa que me deu informações foi bastante categorica em dizer que a maquina é de excelente qualidade que eu poderia adquirir sem susto. E ai? Pergunto a você deste blog que agora faz partte de meus favoritos, para consultas futuras. Abraços, vocês estão de parabéns ao serviço que prestam neste blog.

    P s aguardo retorno

    Cordiais Saudações,

    João Marcos da Conceição

    e-mail: jmarepre@yahoo.com.br

  • m0ska

    Hummmm, parabéns pelo post, e normal sobre a webcam, infelizmente o suporte pra webcams no linux é muito precário, e digo isso pq já tive esperiências frustrantes com mais de 2 webcams diferentes.

    Bem, recomendo a compra de notebooks sem webcams, pra não ficar com aquele troço lá parado sem funcionar.

  • Paulo Soares

    Rigues,

    Gostei muito da sua avaliação e realmente a relação custo x benefício é bastante atraente, apesar dos pesares. Só fiquei com medo do nome do modelo. W98 me faz lembrar aquele outro SO.

    Brincadeirinha.

    Valeu mesmo!

  • Eduardo Bastos

    Primeiramente gostaria de te parabenizar pela matéria.

    Bom, estou pensando em comprar este notebook, no entanto, li em vários sites que este notebook tem problema de superaquecimento.

    De acordo com matéria publicada no Estadão *, quando usado o máximo de desempenho do processador, o note atinge a marca de 80 graus celsius e o Windows Vista — s.o. utilizado pelo autor da matéria — desliga a máquina e a impedi de reiniciar nos próximos minutos devido ao superaquecimento.

    Gostaria de saber se isto procede e, também, se nos testes que você realizou a máquina chegou na marca de 80°. Estou bastante preocupado com isto…

    Um abraço!

    * http://www.link.estadao.com.br/index.cfm?id_conteudo=11882

  • João e Eduardo,

    Não tive nenhum problema de superaquecimento ou estabilidade com a máquina nesse período em que ela está aqui na bancada. Ela esquenta, sim, na saída de ar na lateral esquerda, como toda a máquina com um processador poderoso em um espaço tão pequeno. Mas, tanto com o Linux quando com o Windows Vista, nunca tive problemas de travamento por causa do calor. E rodei uma série de trabalhos bem intensivos nele, como conversão de vários DVDs para DiVX em sequência.

    Quanto à assistência técnica, não posso falar da área de reparos, mas o atendimento ao cliente foi bastante atencioso. Notei que o DVD de restauração do Windows Vista estava com problemas e a instalação não completava por erros de leitura. Liguei para o atendimento, pedi um DVD novo e em três dias ele estava em casa.

  • Olá Nighto,

    Adicionei um link para um .txt com a saída do lspci -vv ao final do review. E a placa de som é exatamente o modelo que você mencionou.

  • Eduardo Bastos

    Rafael,

    Muito obrigado pela pronta resposta.

    Esqueci de te perguntar sobre o índice de desempenho no Windows Vista. Procurei na internet o “Índice de Experiência do Windows” (escala de 0 a 5) deste modelo de notebook da positivo mas não encontrei.

    Por gentileza, poderias adicionar também na matéria este índice (ele pode ser obtido em “Painel de Controle\Sistema e Manutenção\Sistema”, Sistema:Classificação).

    Apesar de não saber o benchmark que a Microsoft adotou, queria apenas comparar este número com o obtido no meu notebook.

    Novamente, obrigado pela atenção!

    Um abraço, Eduardo

  • Claudio

    Rigues,
    gostei muito da sua resenha. Estou com o W98, Ubuntu 7.04 instalado no dia da compra, em boot único, e te digo, estou satisfeito. Este note é poderoso e tem um ótimo custo/benefício.

    Apesar de notar um certo aquecimento à esquerda, perto da saída USB, com o Ubuntu ele nunca travou por causa disso. O uso da dupla CPU é muito bom, rodo o VirtualBox com o XP instalado e chega a 1.2Gb de uso da RAM, sem comprometimento algum da performance.

    Quanto ao uso do headphone, que estava mudo num primeiro momento, depois de um duplo clique no ícone do volume que fica na systray, opção Editar > Preferências, adicionei várias opções ali constantes, e a opção Surround foi quem fez o som sair no headphone. Assim, não precisei instalar nada além.

    O vídeo realmente só ganhou os efeitos depois de executar e configurar a partir do 915resolution, conforme você descreveu.

    Fiquei um pouco chateado foi com a incompatibilidade da câmera de vídeo, e por isso foi que achei seu artigo, pois procurando no Google pensava em encontrar uma saída para poder ativar a danada, mas depois de ler seu artigo vi que não tem jeito mesmo.

    No mais, parabéns pelo seu artigo! Em tempo: se descobrir alguma novidade sobre o acionamento da câmera, ficaria agradecido.

    Aquele abraço!
    Claudio.

  • Claudio

    Rigues,
    Primeiramente gostaria de te parabenizar pela matéria.

    Na revista PCWorld, tenha uma matéria informando que a duração da bateria é de aproximadamente 83min (1h 23min +/-). Entretanto alguns usuários em alguns sites relatam que a bateria dura em torno de duas horas.

    Por acaso você chegou a utilizar o notebook sem a fonte? Se sim, quanto tempo a bateria durou?

    Um abraço,

    Claudio.

  • Claudio,

    Não rodei meu benchmark oficial de bateria (o MobileMark, da BAPCO) nele, mas no uso no dia-a-dia a autonomia ficou por volta de 2:15, 2:30. Depende do uso: wireless e LCD com brilho no máximo consomem mais bateria, assim como tocar DVDs. Navegar com rede cabeada consome menos, e por aí vai. Estes números são do Linux, com o recurso de ajuste automático da velocidade do processador (SpeedStep) ativado.

  • @Claudio#14,
    valeu pela dica do Surround no caso dos Headphones. Me salvou de várias configurações extras! 😀

    []’s

  • Dos Anjos

    HAHAHAH, tenho um W58 (com um upgrade no processador celeron m 1.86-> dual core 1.83) e como diria o claudio essa maquina é poderosa. Realemente pau pra toda obra, anda diariamente na inha mochila. Usava apenas o win vista, que realmente achei bom apesar de um pouco pesado, mas apos uma invasao de um virus danado de dificil de remover optei por fazer a resintalação do vista e em dual boot (grub) o ubuntu 7.04. Muito boa a integração dele com o note, o som do fone descubri num acesso de loucura de sair clicando em todos os comandos do som… (hehehhe)

  • Dos Anjos

    o problema do som tb foi muito facil de arrumar, agora…. descubrir que dificilmente a camera fucionará é meio triste…. Uma duvida me surgiu lendo os posts anteriores, o speed step nao vem por padrao nao? bom o clock eh certeza que ele estar mudando (botei um monitor na barra superior) mas ele desliga um core tb? enfim, se alguem souber de algo

  • Elane

    Olá gente,
    eu comprei esse notebook e é muito massa!

    Só fiquei triste pq não funciona o fone de ouvido e os efeitos do ubuntu Gutsy Gibbon.

    Vc tem alguma dica para que eu possa “consertar” isso?

    t+

  • sandro

    valeu

  • EU CONSEGUI INSTALAR A WEBCAM DO POSITIVO W98 COM FACILIDADE. SEGUE ABAIXO O QUE FAZER:

    BAIXE DO SITE DA POSITIVO O DRIVER DA CAMERA.

    NO PACOTE VEM DUAS PASTAS, UMA CHAMADA DRIVER E A OUTRA SOFTWARE.

    INSTALEM PRIMEIRO O SETUP DA PASTA DRIVER.

    DEPOIS INSTALEM O SETUP DA PASTA SOFTWARE.

    E DEPOIS DE TER REINICIADO O COMPUTADOR, (COMO MANDA CADA INSTALAÇÃO), É SÓ APERTAR AS TECLAS FN+F10.

    E PRONTO, O WINDOWS IRÁ COMEÇAR A RECONHECER A WEBCAM.

    NÃO TESTEI NO LINUX, MAS ACHO QUE PODERÁ FUNCIONAR TAMBÉM.

    ESPERO TER AJUDADO A TODOS..

  • Joao Paulo

    Não li os comentários, mas o áudio no linux, basta abrir o terminal e digitar:

    alsamixer

    tirar do mute com ‘m’ a saída surround e aumentar o volume com as setas e depois

    alsactl store

    ambos os comandos como root ou com sudo