Review: LG Optimus 3D

R

O LG Optimus 3D é um aparelho de nicho que foge à regra dos superfones atuais: sim, tem tela grande, processador de núcleo duplo e câmera de alta definição, rodando Android.

Mas aqui você esquece tudo sobre o smartphone e faz apenas uma coisa: se diverte com as funções 3D, mais notadamente a câmera. Se tiver uma TV ou monitor 3D para ampliar a experiência, melhor ainda.

Fato é que, com sua tela de 4,3″, o Optimus 3D é – até a próxima semana, com a chegada do HTC com Windows Phone e tela de 4,7″, um dos maiores smartphones disponíveis no mercado (a tela é de toque capacitivo, com resolução de 480 x 800). Tudo para oferecer uma experiência decente em 3D sem o uso de óculos. A mágica principal fica por conta das duas câmeras traseiras, de 5 megapixels de resolução.

Ainda no hardware, a parte superior traz o botão de liga/desliga/trava o aparelho e a saída para fones de ouvido padrão 3,5 mm.

Na lateral esquerda, as conexões HDMI e micro USB.

Para dar uma ideia do tamanho da tela, ao lado do iPhone 3GS, que tem 3,5″.

Sem a bateria, de 1500 mAh/5.6 Wh (e que é o principal ponto fraco do aparelho).

O botão dedicado 3D na lateral direita, ao lado do controle de volume…

…aciona a interface 3D, que traz um atalho para todas as funções 3D do aparelho: Jogos (tentei, confesso, mas o movimento da tela não combina muito com imagens 3D e é fácil “perder” o foco com games).

Um guia rápido para ensinar o uso do 3D:

O YouTube 3D (e todo vídeo produzido em 3D no aparelho que é enviado para o site aparece em 3D por lá também).

A galeria de fotos – se tiver uma TV 3D, conecte via HDMI e mostre para a família.

E, finalmente, a câmera 3D. Taí o principal motivo do alto consumo de bateria: você fotografa, como em qualquer celular, usando a tela como visor, certo? Mas, curiosamente, o efeito 3D causa uma reação estranha no fotógrafo, que tem que mostrar para todo mundo como ficam legais suas fotos ali, na hora. E, então, adeus, bateria. Sério: é a parte mais divertida pensar na foto 3D, que foge do padrão de fotografia convencional. Você começa a pensar em distância da câmera, de objetos e em novos ângulos para criar o melhor efeito possível. É o grande motivo para comprar um Optimus 3D.

Resultados? Vídeos assim:

Ou fotos que, ao serem exportadas para a web, surgem duplas (tem uma galeria de fotos no Picasa)

 Desempenho

O Optimus 3D, fora os recursos tridimensionais, é um aparelho Android (2.2, com upgrade previsto para 2.3 em breve) padrão. Traz a interface otimizada pela LG (similar à do Optimus 2X), recursos de suporte a distância já presentes em outros aparelhos da marca e o básico do pacote Google instalado (Gmail, Gtalk, Mapas, Market etc.). Nos benchmarks, seu desempenho é comparável ao do Optimus 2X, mas fica abaixo do Samsung Galaxy S II, que tem processador dual-core mais rápido.

  • Vellamo Browser: 704 pontos (968 pontos no Samsung Galaxy S II)
  • Quadrant Standard Edition: 2.372 pontos (2.959 pontos no Samsung Galaxy S II)
  • AnTuTu Benchmark:  4.775 pontos (5.660 pontos no Samsung Galaxy S II)
  • NenaMark 1: 57 quadros por segundo (59,8 quadros por segundo no Samsung Galaxy S II)
  • NenaMark 2: não disponível – app travou e não funcionou (44,1 quadros por segundo no Samsung Galaxy S II)
Como disse, a bateria não chega, em pleno funcionamento de internet + câmera, a seis horas de uso contínuo. O Optimus 3D é faminto por bateria, então é preciso estar sempre com o cabo e o carregador por perto para evitar surpresas. Como telefone, a qualidade de ligações é boa, sem ruídos excessivos.
Pelo preço sugerido de R$ 1.999, o LG Optimus 3D é uma boa escolha para quem quer brincar com novo formato para fotografar e se divertir com o 3D. Usar uma TV ou monitor compatível com a tecnologia (e gastar mais algum $$$) é um complemento necessário para compartilhar a informação tridimensional com amigos e familiares.
Se você procura por um smartphone Android apenas, existem outras opções melhores no mercado (como o Samsung Galaxy S II e o Motorola Milestone 3) na mesma faixa de preço, ou mesmo aparelhos com tela grande, mas mais básicos, como o ZTE Skate – todos já com Android 2.3. Se quer diversão 3D, porém, o LG Optimus 3D é sua única – e garantida – opção.
Resumo: LG Optimus 3D
O que é isso? Smartphone com sistema operacional Android 2.2 e recursos 3D.
O que é legal? Tela grande, filma e fotografa em 3D.
O que é imoral? Desempenho em 3D para games não é ideal, bateria dura pouco.
O que mais? vem com apps para suporte remoto.
Avaliação: 7,0 (de 10). Entenda nosso novo sistema de avaliação.
Preço sugerido: R$ 1.999.
Onde encontrar: LG

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos