ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Review: câmera Sony NEX-C3

Já vimos a Sony NEX-C3 de perto no seu lançamento, em agosto do ano passado. Agora, após um período de testes, dá para dizer que é uma das melhores câmeras do mercado: leve, muito rápida e que gera imagens de qualidade muito boa – mesmo para quem não quer quebrar a cabeça configurando a máquina.

Antes, um histórico pessoal: no início do ano passado, eu comprei a NEX-3, geração anterior da NEX-C3 (que é fabricada no Brasil, por sinal). Foi a típica compra motivada por uma promoção de Natal (lá fora, lá fora) – era um kit com a câmera e duas lentes (16 mm f/2.8 e a zoom 18-55 mm), mais um flash – toda a cobertura do Mobile World Congress 2011 foi feita com essa câmera (exemplos aqui).

Só que um larápio furtou a câmera em outro evento logo na sequência (com e, por uma questão de orçamento (e, de novo, promoção por estar saindo de linha), peguei uma Panasonic Lumix G2 (linda, rápida, eficiente, com uma lente fixa muito escura).

Desse modo, já deu para perceber que eu sou fã de câmeras-que-trocam-lente e não são grandes quanto uma DSLR – chame-as de mirrorless, EVIL ou simplesmente de ‘terceira geração‘: equipamentos potentes, portáteis, que fazem tudo que uma grande câmera DSLR faz (com diferença, claro, do tamanho do sensor – mas quem aí hoje tem milhares de dólares para comprar uma Nikon ou Canon full-frame?), por um preço também melhor. Vale a pena, por sinal, ler o post do Stuck in Customs sobre o futuro das câmeras digitais (em inglês).

Voltando à NEX-C3, a câmera da Sony tem um sensor CMOS de 16,2 megapixels (formato APS-C de 23,5 x 15,6 mm) e capaz de capturar vídeo em alta definição (720p). Como dá para perceber de cara, a lente é notavelmente maior que o corpo da câmera. A parte superior da NEX-C3 tem o básico: botão de liga/desliga, disparador, reproduzir fotos e gravar filme. A portinhola acima se abre para encaixar o flash externo (incluso no pacote) e outros opcionais, como microfone ou visor óptico.

A lente padrão da NEX-C3 é uma 18-55 mm f/3.5-5.6 com encaixe E-mount (proprietário da Sony, por sinal) – e, com o uso de um adptador opcional, pode aceitar lentes A-mount (usada nas câmeras da série Alpha, como a A55V).

O público-alvo da NEX-C3, ao meu ver, é o consumidor doméstico amador que quer melhorar suas fotos (da família, das férias, das viagens) e que não vai, necessariamente, usar todos os recursos da NEX-C3 – vai colocar as configurações no automático e sair clicando.

O flash externo encaixado. Para ligar, basta mover a peça para cima.

Na traseira da NEX-C3, a tela de 3″ (não é sensível ao toque) e os botões de controle. Como não tem um visor óptico ou eletrônico e com poucos botões de comando, todo o controle da câmera é feito pela tela e o dial lateral.

E a tela é móvel, bom para ver o que se está fotografando com um braço esticado no alto, por exemplo.

A câmera tem ainda uma saída USB e HDMI (não mostrados) na lateral. Abaixo, o encaixe para tripé, o compartimento da bateria e a entrada para cartões de memória – a NEX-C3 aceita padrões Memory Stick e SD/SDHC/SDXC. A bateria, sob testes, durou cerca de 400 cliques, dentro da média estimada pela fabricante.

Todos os controles são feitos pelo dial lateral, com informações da câmera em português. Apesar do tamanho, a NEX-C3 se comporta como uma câmera DSLR convencional, com os principais modos de fotografia (P, S, A, M, iAuto – automático) e demais opções (panoramas – incluindo 3D -, efeitos, seleção de cena, anti-tremido, modos criativos).

A NEX-C3 só tira fotos nos formatos 16:9 e 3:2 (curioso não ter o 4:3, mais comum) e grava fotos em JPEG e RAW (se quiser, claro).

Nagano comenta: O formato 4:3  era bastante comum porque este era o padrão dos monitores de PC e aparelhos de TV com tela de tubo, mas a  medida que estas foram substituídas pelos modelos de LCD/Plasma/OLED esse quadro perdeu o sentido diante do 16:9 (padrão nas TVs de tela grande e alguns monitores de PC) e do 3:2 (usado nos filmes analógicos de 35mm e fotos de minilab). De fato algumas câmeras como minha Olympus oferecem outros formatos alternativos como 5:4, 7:6, 6:5, 7:5, 3:4 e até 6:6 (quadrado).

Me pergunta se já usei algum deles na minha vida? 🙂

Um ponto pra Sony foi inserir inúmeros tutoriais na câmera (basta tocar o botão inferior prateado) sobre seu uso. Tudo, de novo, em português.

Na prática, a NEX-C3 gera imagens excelentes e grandes para uso na web ou impressão. 16,2 megapixels efetivos vão além do básico necessário para a maioria dos humanos que tiram fotos. Ao ver em 100%, claro, surgem ruídos, mas é algo praticamente imperceptível na imagem menor. O foco da NEX-C3 também impressiona, preciso e exato.

Esse é o Tico, com a imagem reduzida:

E o detalhe do olho em 100%

E essa é a Mia, a 660 pixels de largura.

E seu olho azul em um corte da imagem a 100%.

Outro ponto positivo da câmera é a velocidade de disparo: vai de 14 a 18 cliques em modo JPEG, dependendo da qualidade de imagem (apenas 6 em RAW).

Dá para brincar muito com os efeitos incluídos na câmera, como esse vintage:

Ou um modo Toy Camera (em tempos de Instagram… uma boa notícia). Para quem é fã de HDR (não é meu caso), a NEX-C3 também faz isso automaticamente.

Mesmo em macro ela é incrível (tirei essa foto com a lente 16 mm f/2.8, que sobreviveu ao larápio chileno)

O controle de ISO da NEX-C3 é outro ponto impressionante: vai de 200 a 12.800, o que permite tirar fotos assim à noite, em total escuridão e sem tremer, somente com a luz da rua (e do luar):

Outro exemplo – sim, é muito granulado (ISO 12.800, afinal), mas se você pensar que dá para ver o gato, a beirada da janela e um pouco da casa do vizinho sem nenhuma luz acesa, é incrível. Tem mais um monte de fotos no Flickr.

O desempenho em vídeo também é excelente, com arquivos MP4 que podem ser copiados sem problema do cartão de memória para o computador. Veja os exemplos abaixo.

Tanto com a NEX-3 quanto com a NEX-C3 (e até mesmo com a Lumix G2, apesar da lente ruim e dos vídeos em formato AVCHD que precisam ser lidos direto da câmera, com o uso de cabo), me convenci que uma DSLR é mesmo equipamento para fotógrafos profissionais. Se você quer excelentes resultados com uma câmera digital “de terceira geração”, a NEX-C3 é sua escolha sem a menor sombra de dúvida.

O número enorme de recursos pode assustar no começo (em caso de dúvidas, o modo automático iAuto está lá para ajudar), mas aos poucos dá para descobrir o enorme potencial da NEX-C3.

Resumo: Sony NEX-C3

O que é isso? Câmera digital sem espelho e com lentes intercambiáveis
O que é legal? Rápida, imagem excelente para fotos e vídeos em HD.
O que é imoral? Tira fotos apenas em formatos 16:9 e 3:2 (widescreen), não em 4:3.
O que mais? Boa duração da bateria, é fabricada no Brasil
Avaliação: 8 (de 10). Entenda nosso novo sistema de avaliação.
Preço sugerido: R$ 1.999
Onde encontrar: Sony

 

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Diego

    Gostaria q recomendasse alguma câmera mirrorless q custasse por volta de 1000.
    Gostei Do Review.

    • henriquem

      no Brasil, impossível de achar por esse preço. a NEX-C3, nos EUA, custa US$ 550, em média…

      • Marcio Ramos

        Amigos,
        Comprei dia 24 de dezembro agora de 2011 uma NEX-5 em Nova Iorque. Paguei em promoção U$ 499,00 na loja da Sony no WoodBurry(um shopping próximo de N.I.). Ela ja tem filmagem em full HD. Só não vem com duas lentes. Só vem com a 18-55 e o flash. Mas é um espetáculo.
        Demorei um pouco para pegar a mão, mas ta indo cada vez melhor. Ja que esta é a minha primeira camera com lentes substituíveis.
        Aproveitando, para eu ter um zoom de umas 20 vezes, qual lente vcs me indicam?
        Grande abraço

  • Diego

    🙁

  • Eduardo

    A Cânon já tem uma câmera para concorrer com esta nova "arma" da Sony ?

    • mnagano

      AFAIK, a Canon é a última das big players desse mercado a não oferecer uma solução DSLM. Mas quem sabe num futuro próximo?

  • Luiz Augusto

    Amantes da fotogarfia,
    Comprei agora uma NEX N5 da Sony, dizem que é uma evolução da C3 mas nao vi diferença. Alguem tem e observou algo que não notei?

    • henriquem

      a NEX-5N tem tela touchscreen, videos em 1080p e corpo em metal, não plástico

      • Luiz Augusto

        Henrique
        Estou muito satisfeito com a máquina e obrigado pela dica, mas a N5 tem alguma função a mais que a C3. e ja aproveitando, voce tem ou sabe onde posso conseguir o manual em portugues? Entrei no site da Sony e lá me informaram que este manual só tem em ingles.

        Valeu

        • henriquem

          manual não achei, mas tem boas dicas no site da sony portugal: http://www.sony.pt/hub/cameras-compactas-nex/foto
          de qquer modo, a maioria das funções da C3 se aplica a 5N, então dá para fuçar no manual dela

          • Luiz Augusto

            obrigado pela dica.

        • mnagano

          É que como o N5 talvez ainda não chegou oficialmente ao Brasil, a Sony pode não estar muita pressa para disponibilizar a versão em português. Por acaso na configuração da câmera existe a opção de mensagens em português brasileiro? Se sim já é alguma coisa.

          • Luiz Augusto

            tem em espenhol que ja ajuda bastante.

  • Guilherme Carvalho ⌘

    tem a Nex-7N tbem que tem 27 megapixels…

    Acho que a grande diferença da x3 para a n5-7 nem é tanto o vídeo e sim a capacidade de ser operada por controle remoto sem fio e poder usar o viewfinder de vídeo (e não ótico) espetado no lugar do Flash.

  • Pingback: Com X-Pro1, Fujifilm entra na briga das câmeras de 3a. geração()

  • Amanda

    Gostaria de saber se temos a opção de escolher a lente (16 mm ou a 18-55 mm) ou ela ja vem com a 18-55 mm?

    • mnagano

      Para facilitar a vida dos consumidores nesse caso (amadores e entusiastas), as empresas costumam vender essas câmeras na forma de “kit inicial” composto pelo corpo mais uma lente de uso geral (como a 18~55 mm) e até uma segunda lente que pode ser tanto uma grande angular quanto uma zoom tele.

      A vantagem nesse caso, é que no fim das contas, o preço desses kits pode sair bem mais em conta do que comprar tudo separado (corpo + lente).

      Fora isso, algumas vezes é até mais difícil achar somente o corpo para vender do que o kit completo.

  • Pingback: Gadget do dia: Pentax K-01 (3a. geração!)()

  • natalia

    eu queria que nao aparecesse a data e a hora como faço ?

  • Paulinha

    Olá, pra uma iniciante qual cÂmera vcs aconselhariam: uma canon eos rebel t2I ou a Sony NEX-C3?

    • henriquem

      depende do seu bolso. nós aqui somos bastante fãs da NEX-C3

  • LOIRA

    Henrique você sabe se existe algum forum ou comunidade só da camera nex c3? estou procurando mas nao encontrei queria aprender mais sobre pois adquiri ontem…queria aprender a desfocar o fundo das fotos me indicaria algum site?

  • Pingback: Números enormes: câmera Nikon 1 J1 no Brasil()

  • Victor J F Mattos

    O problema com as Alphe Nex 3,5 etc, é que o tamanho da objetiva não permite um transporte cômodo (no bolso, por exemplo) obrigando-nos a usar uma bolsa ou pendurá-la no pescoço, expondo-nos aos ladrões e assaltantes. Em Santos – São Paulo, não se pode andar nas ruas com nada, principalmente uma câmara como a NEX 3 porque – como já aconteceu várias vezes com infelizes fotógrafos amadores, corre-se o risco (100%) de ser assassinado por causa de câmaras e Smartphones. É uma pena pois Quem gosta de fotogradfia como eu, se vê frustrado por não poder fotografar nesta cidade tão bonita.
    Victor M

    • mnagano

      Yep, concordo com seu receio mas vc tem que reconhecer que alguns newbies também marcam bobeira usando correias originais com a marca e até modelo do seu brinquedo em letras bem grandes para que todo mundo possa ver a metros de distância. E isso sem falar naquelas bolsas e mochilas Tamrac ou Lowepro.

      Quando fotografo na rua eu uso minha Canon Powershot SD1100 IS de 8 MP ou, no máximo, minha Olympus com lente 25mm/f2.8 pancake + correia genérica de neoprene preta, guardada numa mochila Curtlo velha que ganhei na época que a Macromedia ainda era uma empresa independente.

      Também existe um novo tipo de correia bem longa que permite pendurar a câmera a tiracolo com a mesma na altura da cintura. Muitos usam essa correia por baixo de um casaco e sacam ela na hora de bater a foto.

      • Victor J F Mattos

        Obrigado pelos "conselhos de segurança fotográfica" mas, você há de convir que uma câmara como a NEX-3 que muito boa, não pode ser escondida debaixo de um casaco na Orla marítma. (Que maluco é este que anda de casaco à beira-mar ???) . Desisto. Quando saio levo a minha Panasonic Lumix DMC zs8 que também é uma maravilha de câmara e pode ser ocultada com mais facilidade mas… a que nível de insegurança chegamos heim? Talvez, havendo uma real necessidade de fotografar (sendo um profissional) o melhor é contratar um segurança para ir junto &%@#$%!

        • mnagano

          Bom, o q vc pode fazer no caso da NEX é usar uma lente prime Sony SEL16F28 16mm f/2.8, super compacta e que entra em muita pochete ou sacola de praia.

          https://www.sonystyle.com.br/br/site/catalog/Prod

          Perde-se em alcance mas ganha-se em portabilidade. 🙂

          Ah sim, falando em praia: uma coisa sempre faço quando levo minha câmera para algum lugar muito quente é guardá-la numa sacola térmica. Eu tenho uma da Sadia de nylon com paredes recheadas com material termo-isolante e interior impermeável que eles distribuíram numa promoção de comida congelada.

          • Victor J F Mattos

            A sugestão da lente é boa e eu já a procurei em vários sites, inclusive da Sony mas, não encontro. Será que existem lentes de outras marcas que possam ser "encaixadas" na NEX?. Claro que existem adaptadores mas esses, também acrescentam volume e não resolvem o problema da portabilidade. Fazer o que ? Vamos esquecer o problema e aguardar maior segurança nas ruas. Enquanto isto, vou usando a minha NEX com o zoooooom, da minha janela.
            Um abraço.