ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Review: APC Mobile Power 350 Watt

apc_intro.jpg

Os inversores são dispositivos elétricos capazes de transformar corrente contí­nua (C.C.) diretamente em corrente alternada (C.A.), o que pode ser uma mão na roda quando não dispomos de uma tomada por perto para alimentar nossos dispositivos eletrônicos como notebooks, PDAs, celulares e até mesmo equipamentos maiores como aparelhos de som e pequenas TVs.

No mercado de TI, são comuns os modelos que convertem energia do acendedor de cigarros do carro (ou da tomada do avião) para corrente alternada de 110V. Entretanto sua potência máxima fica em torno de 120 Watts ou menos, o suficiente para recarregar um notebook de linha e, de preferência, um equipamento por vez.

Por causa disso, nos chamou a atenção quando a APC anunciou a chegada do APC Mobile Power 350 Watt, que promete entregar 350 Watts de potência e que foi testado por este Zumo.

Medindo aproximadamente 17,8 x 6,3 x 15,8 cm (LxAxP) e 1,3 kg de peso, o Mobile Power 350 é um dispositivo de mesa (será que a segurança deixa entrar no avião com um desses?). Ele possui duas tomadas tripolares padrão capazes de fornecer 110 Volts (com tolerância de mais ou menos 10%) a 60 Hz na forma de uma onda quadrada modificada e eficiência acima de 85%. Sua temperatura máxima de funcionamento fica em torno de 40°C. O gabinete de alumí­nio possui aletas para dispersar calor e uma ventoinha que força a circulação de ar no seu interior quando necessário.

apc_conectors.jpgO equipamento vem com dois conectores de energia: um plugue padrão para acendedor de cigarros de carro e um par de garras jacaré (esquerda) que permite ligar o inversor diretamente nos terminais de uma bateria de carro. Este, por sinal, é indicado para cargas mais intensas acima de 140 Watts.

Como medida de segurança, o circuito do inversor possui um alarme que dispara toda vez que a corrente da bateria cai para menos de 11 volts, alertando o usuário que a bateria está prestes a arriar, de modo que ele deve interromper seu trabalho e desligar seus equipamentos. Quando a voltagem cair para menos de 10,5 volts, o circuito automaticamente se desliga.

apc_fusivel.jpgFora isso, tanto o plugue quanto as garras jacaré são protegidos por um fusí­vel (direita) que protege o inversor de sobrecargas ou troca de polaridade.

Segundo a APC, esse equipamento é mais indicado para o uso em veí­culos ou barcos que precisem de alimentação de tomada. Entretanto, eu exergo aplicações também em situações de contingência ou mesmo em locais onde o fornecimento de energia é irregular ou pouco confiável.

Com essa idéia na cabeça, montei um experimento para ver quanto tempo seria possí­vel trabalhar com um PC de entrada junto com um monitor LCD ligado diretamente numa bateria de carro por meio do inversor da APC.

apc_pc.jpg

O PC de referência foi montado ao redor de uma placa-mãe PC3500G da VIA equipado com um processador C7-D “Esther” de 1,5 GHz, 1024 MB de SDRAM DDR2 de 533 MHz e um disco rí­gido Western Digital SATA 300 de 80 GB. O monitor é um LCD da Sony de 17″ e o sistema operacional escolhido foi o Windows XP Pro. Para simular a carga de trabalho do computador, usei o MobileMark em um modo de simulação que não monitora a bateria. Também liguei um medidor de energia nessa montagem para verificar o comportamento do inversor. Os resultados podem ser vistos no gráfico abaixo:

apc_consumo.jpg

Nos testes realizados, o computador funcionou initerruptamente por 5h07m07s consumindo em média 63 watts (com picos de 71 watts) com a voltagem de saí­da variando de 95,3~103,7 Volts), sendo que o mí­nimo ficou um pouco abaixo do mí­nimo especificado pela APC (99 volts). Curiosamente, também notamos que a voltagem de saí­da começou a subir a medida que a bateria descarregava.

Observamos que nessa medição não utilizei impressora e a bateria não foi recarregada durante o processo (como ocorre num veí­culo em movimento). De qualquer modo, sua autonomia foi impressionante se comparado com a duração de um no-break de pequeno porte (que costuma durar de 5~20 minutos).

No geral, fiquei satisfeito com o desempenho do APC Mobile 350 Watt, já que ele se posiciona como uma solução interessante para situações de contingência, bem mais simples e até mais em conta que um grupo gerador a gasolina ou diesel.

Resumo: APC Mobile Power 350 Watt
O que é isso? – Adaptador de corrente contí­nua para energia de tomada (110V a 60Hz).
O que é legal? – Boa potência, duas tomadas e alarme de bateria fraca.
O que é imoral? – Não funciona em avião.
O que mais? – Mais voltado para uso numa mesa ou instalação fixa do que para mobilidade propriamente dita.
Avaliação: 4,0 (de 5).
Preço sugerido: R$ 223.
Onde encontrar: www.apcc.com/br

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Aparelho interessante! Será que é com uma coisa dessas que as urnas eletrônicas funcionam em lugares remotos?

  • Olá, caros Henrique e Nagano. Pegando carona na eletricidade que move a tecnologia da informação e dispositivos, escrevi dois posts em meu blog sobre PowerLine Communications. Quando puderem, confiram como montei uma rede em casa via tomada. Tem funcionado muito bem. Abs.