Resumão da E3: o que a Microsoft mostrou?

R

A Microsoft não está para brincadeira. Ele apresentou, com muita pompa e circunstância, uma tonelada de novidades na E3.  A mais aguardada era o Projeto Natal, que foi rebatizado como Kinect.

O termo é a união das palavras Kinetic, cinético, e connect. Esperta, a Microsoft não só conseguiu guardar segredo sobre o novo nome como também teve uma boa sacada.

Ainda não há previsão de preço do acessório, que reúne duas câmeras que dão ao aparelho visão estereoscópica e uma infravermelha, que permite que o aparelho consiga determinar com precisão a distância do jogador. A rede americana de lojas Gamestop listou o Kinect com preço de US$ 150 na pré-venda, mas a Microsoft desmentiu o preço, dizendo que o acessório, que será lançado mundialmente em novembro, ainda não tem seu preço definido.

Vamos fingir que a Microsoft, empresa conhecida pelos bem amarrados projetos e estratégias de vendas, não definiu o preço de sua maior aposta do ano… e que essa negativa em relação ao preço não tenha nada a ver com o anúncio da Sony do preço do concorrente Move por US$ 50. Só fingir, é claro.

O Kinect utiliza um fonte de energia (necessária para os modelos antigos de Xbox 360) e é conectado via USB.

Diferente da Apple, que não consegue guardar segredos industriais, a Microsoft manteve a sete chaves um novo modelo de xbox 360, menor e mais bonito.

Por US$ 300, o aparelho trará 250 GB de HD, Wi-Fi 802.11 n embutido (que custava US$ 100 comprado como acessório) e capacidade de energizar o Kinect. O antigo Xbox 360, que é totalmente compatível com o Kinect, será descontinuado.

O novo Xbox 360 trará saída óptica de áudio embutida no aparelho e saída HDMI nativa, que não estava presente nos modelos mais antigos.

Além disso, o novo Xbox 360 não trará as temidas luzes vermelhas da morte. Agora, quando tudo der errado, o pobre jogador verá um círculo verde. Maldade, pois os problemas de hardware do Xbox 360 ficaram uma ou duas gerações para trás…

A mudança no Xbox 360 coloca o console da Microsoft em pé de igualdade tanto em preço quanto funcionalidades com o PlayStation 3. Até mesmo o redesenho se parece um pouco com o que a Sony fez e que ajudou a salvar o PS3 da extinção. Para a Sony, as vendas subiram de forma explosiva depois do redesenho e de uma saudável redução de preço.

A maior surpresa da Microsoft foi o anúncio do serviço Xbox Live no Brasil. Depois de 4 anos de Xbox 360 no mercado, finalmente o consumidor brasileiro poderá acessar, de forma oficial e com garantia local de suporte técnico, o serviço mais bacana do Xbox 360.

Até hoje, só quem tivesse muita disposição, cartão de crédito internacional e entendesse inglês conseguia usar o serviço online que é a pérola do Xbox 360.

Até o fim do ano o serviço será liberado para quem quiser no Brasil. Ainda não se falou em preço, portabilidade da assinatura para quem já tem o serviço na rede americana ou mesmo se todo o conteúdo pago será disponibilizado. Mas é um avanço brutal.

Claro, sempre tem um ou outro jogador xiita que reclama que a Microsoft é careira, que o console custa uma fábula… mas o pessoal tem memória curta. Quando saiu (e na época que nenhum outro fabricante dava bola para o Brasil), o console já chegou a custar quase 3 vezes do que custa hoje. É caro ainda? Ô. Mas a culpa é de quem não protesta contra a política tributária insana do Brasil, que penaliza setores que poderia ajudar, como no caso dos games, e massacra outros setores produtivos por não elevar a carga tributária, como no caso dos textêis, sapatos e outros produtos feitos por aqui. Bom, mas isso é história para outro post.

Se o Kinect vai pegar ou se o redesenho do console vai aumentar as vendas só o tempo dirá. Uma preocupação é de que o Kinect não funcione com o jogador sentado. Mas até agora, é mera especulação. Uma coisa é certa: a Nintendo abriu uma caixa de pandora com o wii. Agora,  todos os fabricantes tem uma solução de controle baseado em movimentos tridimensionais. Resta saber se é isso que vai vender consoles.

Sobre o autor

Jô Auricchio, editor convidado

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos