PS3 mais barato para a Sony (e quem sabe para a gente?)

P

A Sony conseguiu reduzir em 30% o número de componentes usados na montagem do seu console PS3, o que pode levar a uma queda de preços do console em 2009 (yay!).

Essa declaração foi feita pela iSupply, que cobre o mercado de componentes eletrônicos e assim tem meios de estimar os custos de produção de um equipamento. No caso do PS3, o uso de menos componentes baixou custos em torno de 35% — dos US$ 690,23 iniciais para apenas US$ 448,73 — segundo estimativas da agência.

Com isso a Sony deixa de “perder muito” na venda dos consoles de última geração — hoje na faixa dos US$ 399 — chegando muito próximo do break-even. Isso também pode deixar a Sony numa situação mais confortável para baixar ainda mais o preço sugerido para o consumidor final, melhorando sua posição diante de suas concorrentes Microsoft e Nintendo.

Pode parecer bizarro uma empresa intencionalmente vender um equipamento com prejuízo, mas isso é comum nesse mercado, já que essa estratégia funciona mais ou menos como nas jato de tinta, ou seja, vende-se a impressora barata e tira-se a diferença na venda de suprimentos ou no caso do PS3, nos jogos.

Poderia ser uma estratégia perfeita se não fosse a mardita pirataria.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos