Proview PC-81001: um netbook com AMD?

P

Estava hoje de manhã no Wal-Mart de São Bernardo para adquirir alguns itens de primeira necessidade (envelope de CD, cola-tudo, saco de aspirador de pó, quadrinho para emoldurar minha foto com Steve Wozniak…) quando notei, no jornalzinho de ofertas, um anúncio de um note da Proview com tela de 10 polegadas e cara de netbook. Até ai tudo bem se não fosse pelo fato dele vir equipado com um processador da AMD (hein???).

Fui até a seção de informática, conversei com o vendedor e ele prontamente me mostrou a “oferta” escondida numa vitrine meio obscura (no nível mais perto do chão) por baixo de uma etiqueta de preço, bem ao lado de um Positivo Mobo original. Pedi para dar uma olhada nele e apesar de ser descrito como um notebook, ele é tão pequeno, simples e pelado quanto um netbook, ou seja, algo que mereceu a minha atenção, mesmo que fosse por alguns instantes na prateleira do supermercado.

O equipamento em si é descrito como Proview Compact PC modelo PC-81001 e possui um desenho bastante convencional e suas dimensões não são diferentes do Mobo White da Positivo. Ele vem equipado com um monitor de 10″ wide, teclado com acentuação e um touchpad até espaçoso de comparado com outros netbooks que já vimos por aí. Note o botão de trava logo abaixo do touchpad que mantém a tela firme na posição fechada, algo raro nesse tipo de produto.

A maioria das interfaces de entrada e saída se concentram na lateral esquerda do produto onde podemos ver a saída de vídeo padrão SVGA, duas USBs, slot para cartão de memória SD/MMC/MS, microfone e fone de ouvido. Na parte de trás existe uma porta de rede padrão Fast Ethernet e a entrada de alimentação (12V/2A).

Do lado direito pude ver apenas uma entrada para cartão PCMCIA (o primeiro que vejo num netbook) e um slot para trava de segurança padrão Kensington. Note que ele não possui unidade de disco óptico.

Na parte de trás podemos ver a entrada do adaptador de rede elétrica (12V CC / 2A), a bateria (provavelmente estendida) e a porta de rede padrão Ethernet e, segundo o anúncio, o portátil já vem com Wi-Fi. Note o acabamento em branco brilhante que contrasta com o resto do gabinete na cor prata.

Na sua base podemos ter uma visão mais clara da bateria, assim como as saídas dos alto-falantes estéreo.

Se prestarmos atenção no layout desse teclado, podemos notar que ele não segue o padrão nacional ABNT. Das duas uma: ele pode estar no padrão espanhol ou mesmo no português de Portugal. Isso pode complicar a vida para aqueles que desejarem configurar esse teclado para o padrão nacional.

Por fim, esse computador vem equipado com um disco rígido de 60 GB, 512 MB de RAM e um processador AMD cujo tipo não consegui identificar porque a bateria do mesmo estava descarregada e sua fonte trancada no estoque da loja. :^( A única pista que consegui levantar é que, na etiqueta de preço do produto ele mostrava algumas informações complementares, porém meio vagas, como “500 MHz” e “32 MB” e o sistema operacional é um dialeto de Linux, com toda certeza para manter o seu preço baixo.

Até onde eu saiba, a AMD não está trabalhando em nada parecido com o Atom ou o Via Nano, de modo que o único processador que poderia ser usado em um portátil de pequeno porte e de baixo consumo poderia ser o AMD Geode LX800@0.9W (imagem acima) de 500 MHz e TDP de 3,8 Watts o que, de um certo modo, bate com a informação da etiqueta de preço da loja.

Nos EUA,a Hercules (sim, a mesma daquelas placas de vídeo para PC-XT) fabrica e vende o eCafe, um netbook baseado no Geode LX800@0.9W.

Ainda em tempo:

Pesquisando na web, descobri que o PC-81001 da Proview pode ser baseado no Malata PC-81001. Esse netbook vem realmente equipado com um processador AMD LX800 de 500 MHz, tela LCD TFT de 1.024 x 600 pixels, 512 MB de SDRAM DDR 400, vídeo on-board AGP 4X, som AC’97, 2 portas USB 2.0,  porta de rede Fast Ethernet 10/100, Wi-Fi 802.11b/g e slot PCMCIA tipo I e II. Ele mede 26,0 x 1,9 x 3,5 cm (LxAxP) e 1,3 kg de peso.

Ainda em tempo II:

Também descobri que o nosso colega Robinson dos Santos do Versão Zero, fez de conta que não era com ele e passou todo mundo pra trás publicando a primeira análise do PC-81001 já em 15/09/2008. Nós do Zumo só podemos dizer que estamos morrendo de inveja e que desejamos sinceramente que um raio caia no notebook dele!!!

( Calma Robinson, brincadeirinha… ) 😛

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos