ZTOP+ZUMO 10 anos!

Preview: Philips Cinema 21:9 e a morte das barras pretas na TV

p1040168

A Philips começou a mostrar hoje em Portugal seus lançamentos para 2009, além de falar bastante sobre inovação – e este Zumo está lá para conferir.

Um dos grandes destaques é a LCD Cinema 21:9 – que não recebeu esse nome à toa, obviamente. A empresa “esticou” a TV para tornar a imagem que o usuário vê na tela uma reprodução do que ele pode conferir no cinema. Proporcionalmente, né, uma vez que o modelo chega ao mercado (calma, lá fora, lá fora) em uma tela de 56″.

O resultado é o fim da distorção, inclusive das legendas, e das barras pretas horizontais. Hoje, tivemos apenas um tira-gosto do equipamento – mas teremos uma sessão de cinema amanhã. Aí sim eles fornecerão preços e mais detalhes, e conseguirei ter uma idéia melhor do que é esse novo formato para assistir filmes.

O foco da Cinema 21:9 está mesmo nos blockbusters, de preferência aqueles em Blu-ray, já que a ideia é oferecer um pacotão com imagem, tecnologias avançadas de som e de cor (pelo Ambilight) – esse último, para quem gosta, o que não é o meu caso – só falta a pipoca.

p1040164

Assistir à TV normal (programas no padrão 16:9, o que ainda é raro – pelo menos no Brasil) deve ser tranquilo. A imagem é esticada para preencher toda a tela e, de acordo com a Philips, não sofre grandes alterações. Agora, ligar o videogame na TV ou assistir a programas e vídeos no formato 4:3 tem todo o jeito de ser uma tarefa árdua, com barras pretas tanto na horizontal quanto na vertical. Vamos ver se amanhã a gente tirar a limpo essa questão. Enquanto isso, confira no vídeo abaixo uma comparação entre a Cinema 21:9 e uma LCD padrão de 42″.

(link para o vídeo)

>>>Veja a cobertura completa do evento da Philips em Portugal

Renata Mesquita viajou a Sintra, Portugal, a convite da Philips do Brasil

  • Sem dúvida, é uma super TV, e em formato de cinema fica melhor ainda. O preço deve ser nas alturas.

  • As barras só somem se o conteúdo for em 21:9.. E os 50 anos de cinema antes de surgir o wide? Até hoje tem filmes(mais de 25%) gravados em 1.78:1 e 1.85:1. Sabem o q vai acontecer quando o cara assistir esse conteúdo nessa TV??? Barras!! Nos filmes!! Não é só em conteúdo de TV aberta não… E tem ainda o caso das centenas de blu-rays cujas tarjas já estão nativas no disco. Pra essas sumirem a TV dá zoom.. e como vc sabem, zoom = perda de qualidade…

  • Pingback: Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência. » Philips Cinema 21:9 chega ao Brasil (junto com outros gadgets)()