Preview: Lenovo ThinkPad Tablet

P

O Lenovo ThinkPad Tablet é um pouco distinto se comparado aos demais portáteis com Android Honeycomb à venda no Brasil (Motorola Xoom, Asus Eee Pad Transformer, Acer Iconia TAB A500 e Samsung Galaxy Tab 10.1): se os concorrentes estão para brigar com o velho e bom Apple iPad 2, o ThinkPad Tablet vai de encontro ao mercado corporativo, com recursos de hardware e alguns aplicativos específicos para esse mundo.

Vale lembrar que o ThinkPad Tablet é um velho conhecido nosso, já que foi aqui no ZTOP que o mundo o viu pela primeira vez.

Na última sexta-feira, o pessoal da Lenovo abriu as portas do seu escritório em São Paulo para uma demo rápida do tablet (a versão que vimos ainda é um dos protótipos finais, e as amostras para review não chegaram ainda – mas o portátil já está à venda).

À primeira vista, o ThinkPad Tablet é igual a qualquer outro tablet com tela de 10,1″:

Mas logo dá para ver algumas diferenças, como os quatro botões na base (girar a tela, abrir o navegador, voltar e home) e pequenas alterações na interface (mais sobre isso adiante).

Na parte inferior, as portas de conexão: da esquerda para a direita: o conector do dock (ao centro), uma mini USB, uma mini HDMI e o conector de fone de ouvido padrão 3,5mm.

Abrindo a portinhola, dá para ver ainda a entrada para cartões SD e o slot para SIM card (sim, era um modelo 3G).

Em uma das laterais, a porta USB 2.0 (também fica protegida por uma porta móvel).

Nagano Comenta: Para mim essa é uma daquelas sacadas simples (porém geniais) da Lenovo, principalmente nesse caso de um tablet voltado para produtividade, já que com essa porta é possível conectar um memory key diretamente no tablet sem o uso de um adaptador e até de um teclado de PC com porta USB. É só plugar e usar.

E, do outro, o controle de volume.

Na outra lateral, somente o botão de liga/desliga…

A parte traseira, com logotipos e câmera:

Na traseira também está o compartimento para a caneta stylus (opcional). E, quando ligado, o “i” do ThinkPad fica aceso:

A câmera traseira é de 5 megapixels, com um microfone ao lado.

E a dianteira, quase imperceptível, é de 2 megapixels.

A Lenovo também mostrou alguns acessórios do ThinkPad Tablet, como a base de recarga/sincronização com o PC:

Essa base amplia as portas de comunicação (como USB na lateral). A dock que vimos não era a final ainda, por isso não mostramos ela por completo aqui.

A Lenovo fez poucas modificações na interface do Android Honeycomb. Alguns atalhos na tela principal:

Um gerenciador de arquivos:

E a loja de aplicativos da Lenovo, que para o ThinkPad Tablet terá aplicativos apenas para tablets (yay!). A cobrança será feita via cartão de crédito.

A clássica tela de “Sobre o tablet”:

E a pequena, porém interessante, mudança de layout: esse botão de balão na barra de ferramentas do tablet…

… ativa um atalho de favoritos (customizável).

Outro motivo corporativo para o uso do ThinkPad Tablet: o carregador e a fonte são os mesmos dos notebooks ThinkPad (aqui, ligado ao dock). É o segundo tablet que vimos com uma fonte externa tão grande (além do Motorola Xoom), mas aqui vale a integração entre produtos da marca: você leva um carregador só para o notebook e para o tablet ou pode até pegar emprestado de outro usuário da marca caso esqueça o seu em casa.

Outro opcional é o teclado, igualzinho ao novo padrão “smile” do ThinkPad X1. Curioso notar que o encaixe do tablet com o teclado ocorre pela porta USB 2.0 padrão citada acima.

E, ao ser encaixado, fica como o Asus Transformer, com cara de notebook:

O teclado não tem teclas de função (ei, isso não é Windows, certo?)… mas o TrackPoint está lá no meio. A bolinha preta no centro é na realidade um sensor de imagem que funciona mais ou menos como nos mouses ópticos.

Fechado, o teclado tem uma capa de couro para proteger o ThinkPad Tablet.

Finalmente, a caneta stylus (também opcional):

Basicamente, serve para tomar notas em um aplicativo específico. Você faz suas anotações de forma livre…

E o app transforma em algo mais compreensível (tem um modo desenho também):

E, para encerrar, duas imagens para mostrar a espessura do ThinkPad Tablet. Ao lado de uma caneta…

… e de um Motorola Milestone 3.

As configurações do ThinkPad Tablet incluem processador Nvidia Tegra 2 Dual-Core (1 GHz), Android 3.1, tela de 10,1″ (1280 x 800) com Gorilla Glass, até 8 horas de bateria, até 64 GB de armazenamento, opções com Wi-Fi ou Wi-Fi + 3G e portas nativas USB 2.0 e micro USB (que nem o Asus Transformer), slot SD e saída mini-HDMI.

Preço sugerido? A partir de R$ 1.699, nos canais de revenda da Lenovo.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos