ZTOP+ZUMO 10 anos!

Prenda melhor a correia na sua câmera

Acessório indispensável em qualquer câmera que não seja de bolso, a correia de pescoço permite que o usuário mantenha seu equipamento sempre í  mão, numa posição bastante segura, seja num passeio ou a trabalho.

No geral, o tipo mais comum que acompanha as câmeras são aquelas feitas com uma larga tira de lona (que distribui melhor o peso sobre o pescoço) com uma grande marca do fabricante (ótimo para chamar a atenção dos Camera Kozo e de assaltantes a dezenas de metros). Esse tipo de acessório tem pontas mais estreitas que são presas í  câmera com a ajuda de fivelas de fixação e de passantes de plástico.

correia_1.jpgO problema é que, dependendo do modo como o usuário passa e fixa esse acessório, suas pontas ficam expostas, formando pequenas “orelhas” (imagem ao lado).

O resultado final além de não ser muito estético pode ser até arriscado, já que a ponta pode escapar mais facilmente da fivela, libertando a câmera para um possí­vel salto mortal em direção ao solo.

Depois de anos experimentando técnicas mirabolantes de fixar a correia, encontrei uma solução simples e elegante num manual da Olympus, que pode ser usada em câmeras de outras marcas, binóculos e até filmadoras.

Resultado final:

correia_2.jpg

Segue o procedimento abaixo. A imagem foi tirada da mesma fonte:

correia.jpg1. Primeiro, passe a ponta da correia pela fivela de fixação (Stopper, não mostrada nesse passo), depois pelo passador (Ring) e, finalmente, pelo ponto de fixação da câmera, que, dependendo do modelo, pode ser uma argola (Strap eyelet), orelha, ou mesmo um recesso de formato retangular. Atenção: a ponta deve ficar para o “lado de dentro” da correia e não o contrário.

2. Feito isso, passe a ponta de novo pelo passador. Porém…

3. … a grande sacada é a seguinte: ao passar a ponta novamente pela fivela de fixação, não o faça pelo caminho mais óbvio – de baixo para cima – e sim, de cima para baixo (veja a direção das setas). Desse modo, a ponta fica para dentro (entre a correia que foi e voltou da câmera) e não para fora.

4. Deixe um bom pedaço da ponta para dentro e ajuste a fivela e o passador de modo que a ponta fique nem pressionada, impedindo que ela escape ou fique visí­vel.

5. Repita a operação na outra ponta da correia.

Garanto que essa dica nunca vai aparecer no programa da Ana Maria Braga. :^)



Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Já vi que vou ficar bastante tempo em seu blog. Parabéns de novo. Ja ta no meu bloglines