ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Pré-CES: Dash Express, um GPS que roda Linux

Dash: baseado no OpenMoko

O Dash Express é o tí­pico equipamento que poderia ser mais um na multidão dos inúmeros aparelhos de mapas e GPS (ainda mais no mercado norte-americano). Se pensar por esse lado, sim, é. Mas o Dash Express tem como base a plataforma OpenMoko – sim, aquela do celular Neo 1973 com software open source, sendo assim o primeiro hardware a usar o projeto de referência GTA0X. Faz todo sentido inserir um sistema operacional móvel no dispositivo GPS, já que o Dash Express consegue se conectar í  internet para atualizar informações de trânsito e rotas.

Os aplicativos que rodam no Dash Express foram desenvolvidos pela própria Dash Navigation. O aparelho vai usar o kernel e o carregadr de boot da OpenMoko. O hardware do GPS foi feito seguindo as orientações da fabricante pela OpenMoko e pela FIC Mobility, que irá produzir o aparelho. O Dash Express começa a ser vendido ainda este semestre nos EUA por US$ 599 (mais o serviço de dados, cobrado após três meses) e vai ser um destaque bacana da CES 2008, que começa na semana que vem.

Em tempo: a OpenMoko é empresa irmã da FIC (First International Computer), de Taiwan, que produz desktops, notebooks, celulares e outros produtos em regime de OEM para diversos outros fabricantes.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin