Review: Powerbeats (2020)

R

Powerbeats: fones sem fio intra-auriculares da Beats têm boa qualidade de som, grande duração da bateria e um design que lembra seu irmão Powerbeats Pro – mas não são fones 100% iguais.

Powerbeats

Os Powerbeats são fones de ouvido sem fio, mas não se encaixam na categoria TWS (true wireless) porque… têm um fio prendendo as duas pontas. É algo que já vimos em modelos mais antigos como o Jaybird X3: são ótimos para usar em atividades esportivas. No caso dos Powerbeats, eles se prendem bem atrás da orelha, dando maior segurança durante movimentos, e o fio prendendo os dois lados ajuda a não perder as peças pela casa depois.

Na caixa, além dos fones e um cabo Lightning para recarregar, a Beats ainda incluiu um pequeno saquinho para transporte.

Ao ver os Powerbeats (embaixo) ao lado do Powerbeats Pro (os fones TWS da família), dá para perceber algumas diferenças: a área principal do fone nos Powerbeats é um pouco mais larga…

…e os Powerbeats têm comandos distintos em cada lado. Aqui, o lado esquerdo traz um botão de liga/desliga com um LED indicador, e o lado direito, o controle de volume….

…e o botão “B” que permite comandar o aparelho (ativar Siri ou assistente virtual), atender chamadas etc. No modelo Pro, os dois fones têm o botão “B” ativados e controle de volume.

O Powerbeats Pro é um pouco menor também por não precisar ter uma porta de recarga, já que os fones recarregam a bateria no case (que tem mais bateria). Aqui, a Beats precisou criar um pouco mais de espaço para o conector Lightning embaixo do fone esquerdo.

Qualidade do som e bateria

A qualidade de som dos Powerbeats é equivalente à dos Powerbeats Pro: excelente, com um som muito nítido e claro (com médios bem definidos para ouvir podcasts e graves não muito exagerados, mas perceptíveis), quase nenhuma distorção.

A conexão Bluetooth segue excelente com pareamento rápido e a Beats lançou um app para Android para controlar o aparelho, checar nível da bateria e atualizar o firmware (algo que já ocorreu duas vezes desde que tirei os fones da caixa). No iOS, basta ligar os fones que eles se conectam automaticamente e já mostram a bateria restante, sem precisar de app.

Vale lembrar que tanto os Powerbeats Pro quanto os Powerbeats não têm cancelamento de ruído ou modo “ambiente” (como ocorre nos Samsung Galaxy Buds+, por exemplo). São fones esportivos, no geral, e se encaixam bem no canal auditivo, mas permitindo ouvir sons externos.

O microfone duplo dos Powerbeats segue com a mesma qualidade do modelo Pro, e os fones têm sido meu padrão para vídeo-chamadas durante a pandemia. São discretos e não aparecem muito no vídeo.

Testar os Powerbeats durante a pandemia (e uma quarentena em que não estou saindo de casa para nada fora do básico e parei de correr na rua) é um desafio. Dentro de casa, nas calls e ouvindo música, a bateria cumpre a promessa de 15h da Beats. É bastante tempo para um fone sem fio (o modelo Pro tem autonomia de 9h nos fones, com 24h usando o case).

Seu único problema em tempos de máscara obrigatória nas ruas é que os Powerbeats se tornam incompatíveis com máscaras que se prendem atrás da orelha. Quando preciso sair de casa, acabo usando os Buds+ ou um fone com fios, com encaixe direto no canal auditivo por uma questão de conforto. Mas sei que mais cedo ou mais tarde isso vai passar e vou poder usar os Powerbeats na rua.

Resumo: Powerbeats

O que é isso? Fone de ouvido com conectividade Bluetooth para praticar esportes. É igual aos Powerbeats Pro, mas com um fio prendendo os fones e tem preço melhor.
O que é legal? Qualidade do som, duração da bateria.
O que é imoral? Nada. Talvez o fato de não ter graves muito fortes. 
O que mais?  Funciona com smartphones iOS e Android.
Avaliação: 9 (de 10). Entenda nosso novo sistema de avaliação
Preço sugerido pela fabricante: R$ 1.299
Onde encontrar: Beats

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o criador do ZTOP e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

+novos