ZTOP+ZUMO 10 anos!

Positivo lança concorrente para o eeePC

Positivo Mobo

Teve início a coletiva de imprensa da Positivo Informática e, ao contrário do que o nosso departamento de estudos futurológicos especulou na semana passada, o novo computador de baixo custo da empresa não é só um Classmate PC ou uma variante como o Asus eeePC. Na verdade, não se trata apenas de um produto e sim uma nova categoria de portáteis — os Netbooks. Seu nome oficial é Positivo Mobo, estará disponível em dois modelos e começa a chegar às lojas a partir de 23 de maio.

A chamada “versão para crianças” recebeu o nome de Mobo Kids e é baseada na plataforma Classmate 1.5 da Intel (eba, acertamos na mosca!) ainda baseado no processador Celeron M de 900 MHz e que chega ao mercado só em julho.

A “versão adulto” é um animal completamente diferente, baseado no processador Via C7-M de 1 GHz, 512 MB de RAM, 2 GB de memória flash, tela de 7″ wide, placa de rede, Wi-Fi, duas USB 2.0, leitor de cartões, webcam de 1,3 megapixel, entrada/saída para headphone e microfone, alto-falantes estéreo, touchpad e uma bateria de íons de lítio com duração estimada em quatro horas.

Seu projeto parece beber da fonte do Nanobook, da Via Technologies, apesar de a Positivo não confirmar isso. De qualquer modo, demos uma olhada no painel de controle e confirmamos ser uma plataforma da Via Technologies.

Assim como o Classmate PC, seu sistema operacional é o Windows XP Home Edition. A fabricante vai oferecer opcionais como disco rígido externo e leitor óptico USB. O preço sugerido pela Positivo tanto para um quanto para outro modelo será de R$ 999, obviamente financiado em suaves e eternas prestações.

Mais fotos do Positivo Mobo depois do clique.

Nota atualizada às 14h34

Positivo Mobo fechado

Positivo Mobo aberto

Positivo Mobo: boot no XP

Positivo Mobo: detalhe do touchpad

Positivo Mobo: saí­da de ví­deo, microfone, headphone

Positivo Mobo: duas portas USB, Ethernet e modemDetalhe da tela de 7\

Hélio Rotemberg, presidente da Positivo, com os Mobos

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.