Positivo Alfa: tem para comprar, mas não pode ver

P

O Positivo Alfa chegou às lojas. Mas, se você é um leitor curioso e quer ver o aparelho de perto, esqueça: a Livraria Cultura, que já comercializa o gadget nas suas lojas físicas (e online também), não tem nenhum para mostrar ao consumidor. Mas se você resolver gastar R$ 699 (preço sugerido), eles tiram a caixa do estoque e te entregam.

Perguntei a um vendedor da Cultura do Villa-Lobos ontem à tarde: cadê o Alfa? A explicação foi que, bem, a Cultura queria mostrar o aparelho na loja (teoricamente, seriam 5 dispositivos à mostra por loja). Mas uma decisão da Positivo, disse o vendedor, faz a varejista deixar o Alfa lá no estoque, e o comprador tem a opção de levar um folhetinho para casa, como o visto na foto acima. O panfleto tem todas as especificações do Alfa.

Pelo menos o site da Cultura já tem um esboço do que pode vir a ser o mercado de eBooks no Brasil, com 120 mil títulos disponíveis para compra. E, claro, dá para comprar o Alfa online.

O leitor “editoraplus2” dá um ponto de vista, nos comentários, que parece ser o mais lógico:

Eu estive na Cultura da Paulista e o discurso foi parecido… mas me parece que a culpa foi da livraria e não da Positivo. O vendedor disse o seguinte: que eles tinham o aparelho, mas que “não podiam mostrar para não violar o lacre do aparelho”… Na verdade, na verdade, a Cultura não tem a… cultura… de vender aparelhos eletrônicos, como tem a Saraiva, por exemplo, ou a FNAC. Eles estão visivelmente se adaptando a isso, literalmente. Aliás, uma dica: na Bienal vocês podem ver o aparelho no estande da Positivo. Eu vi um lá e inclusive fiz um vídeo para colocar no site da Plus (editoraplus.org). Espero colocar ele no ar um post, ainda hoje, mostrando um video do aparelho. Abraço!

Em tempo: falando em previsões de vendas, o pessoal da MyStore do Villa Lobos diz que já tem o iPhone 4 em estoque, “aguardando a liberação da Anatel para o lançamento em setembro”. A conferir.

(dica do @edulima. tks!)

Update 19/08: e o Alfa esgotou!


Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

<span class="dsq-postid" data-dsqidentifier="28175 http://zumo.com.br/?p=28175">comentários</span>

  • Jesus… Não deixa meu livro de papel morrer.
    folheá-lo e sentir seu cheiro, sua textura e ver a arte gráfica de sua capa e diagramação tocando-a é sem igual.

    Ebooks, leitura via luz de uma tela, dores de cabeça, enxaqueca… uhu viva a tecnologia que nos torna cada vez mais folgados, sedentários e DEPENDENTES. Ei, olha o hipocrita aqui viciado em internet e tecnologia falando… ;( foi mal….

    • Bem vindo a 2010 com suas telas LEDS com frequencias maiores que 65Hz, ou seja, sem tontura, enjoos, e mimimimis! Adeus papeis! A natureza e a evolução agradecem!

      • A tela de leitores digitais como o Positivo Alfa não é LED ou LCD, é E Ink, tinta eletrônica. Ela não emite luz, reflete luz como papel comum, com as letras eletronicamente impressas na tela. Só gasta energia para mudar a página, ou seja, "imprimir" novo texto, não para manter. Portanto, a bateria pode durar semanas e a tela não cansa mais a vista do que ler qualquer coisa impressa sobre uma superfície.

        dito isso, o preço no Brasil é surreal, beirando o autismo. Não querem vender ebooks, querem vender aparelhos.

  • Comprar sem ver?! Só aqui no Brasil mesmo… Por isso apesar do preço eu me decido a comprar um Kindle DX Grafite.

  • Então tá Positivo, só posso testar o Alfa se eu for comprar? FAIL. Sério.

  • R$ 700 pelo leitor genérico de Ebooks? R$ 700 não é mais ou menos o custo do Kindle sem 3G importado?

      • Só que o Positivo Alfa tem touchscreen, e mais livros em português… Mesmo assim não justifica o preço… tinha que ser bem mais barato…

    • Concordo que o preço está caro. Mas o kindle tem um problema sério: não aceita ebooks no formato ePub com DRM. Assim os livros disponíveis nas livrarias do Brasil simplesmente não funcionam. Só funcionam os adquiridos pela Amazon ou ebooks de domínio público (sem DRM). Isso dito o Positivo Alfa tem também um dicionário Aurélio embutido que adiciona algum valor a usuários brasileiros.

      • Ainda assim, o Kindle sem 3G é mais barato que o Alpha e tem mais memória (4 contra 2GB). O Kindle que custa o mesmo que o Alpha tem 3G….
        Deveria estar no maximo pelos R$550 do Kindle WiFi.

  • Eu estive na Cultura da Paulista e o discurso foi parecido… mas me parece que a culpa foi da livraria e não da Positivo. O vendedor disse o seguinte: que eles tinham o aparelho, mas que "não podiam mostrar para não violar o lacre do aparelho"… Na verdade, na verdade, a Cultura não tem a… cultura… de vender aparelhos eletrônicos, como tem a Saraiva, por exemplo, ou a FNAC. Eles estão visivelmente se adaptando a isso, literalmente.

    Aliás, uma dica: na Bienal vocês podem ver o aparelho no estande da Positivo. Eu vi um lá e inclusive fiz um vídeo para colocar no site da Plus (editoraplus.org). Espero colocar ele no ar um post, ainda hoje, mostrando um video do aparelho.

    Abraço!

  • BIENAL DO LIVRO EM SP TEM O APARELHO ALFA PARA TESTAR NO ESTANDE DA POSITIVO, E O ESTADO DE SP TROUXE KINDLES E IPADS PARA TESTAR TBM.

  • Apesar dessa dificuldade, vocês vão fazer um review comparando Kindle2 x Alfa x Cool-er? Este último, aliás, está em promoção por 599.

  • Eu comprei o Positivo Alfa na Cultura do Iguatemi Brasília. Lá pude ver, pegar e testar o aparelho. Tá certo que a vendedora não sabia nem como ligar, mas foi bastante solícita. Inclusive, quando disse que iria levar, me perguntou se queria que ela pegasse um fechado no estoque. A pergunta desnecessária mostra que o pessoal da Cultura não está mesmo preparado para vender esse tipo de equipamento. Outro "deslize" é que a Cultura divide os valores em no máximo cinco parcelas, seis se for no cartão da loja, o que certamente afasta alguns potenciais compradores. No mais eles me enviaram por e-mail um link para o download de um ebook, O Príncipe de Maquiavel, que era brinde na compra do Positivo Alfa. Achei que foi uma boa idéia para forçar a pessoa a fazer o cadastro e "testar" o sistema de compra de ebook pelo site.

  • Pela lei do consumidor você tem o direito de testar um produto antes de comprá-lo. Tou afim de ir numa loja só pra arranjar confusão.

    • Nem precisa arrumar confusão, pois, não vale apena pagar R$ 700,00 por esse aparelho. Mas se você tem muito dinheiro sobrando, vá em frente. Eu ainda aconselho aguardar, com certeza, os preços vão diminuir .

  • vou esperar:
    a) algumas atualizações firmware,
    b) o modelo com wifi
    c) baixar o preço
    d) as editoras aderirem ao e-book

    ou comprar um kindle agora por 520,00 ¬¬'

    Mas é uma boa iniciativa da Positivo, que modificou o panorama da internet no país aproveitando-se da MP do Bem.

    Talvez, com toda a experiencia e status adquirido, ela pode forçar o governo a baixar os impostos dos ereaders;

  • Você em último caso pode levar pra casa e testá-lo por 24h e devolver pra loja sem qualquer justificativa.

  • Por R$ 200,00 a menos do $ do Alfa comprei o Kindle de 3ª geração, eReader que está há pelo menos 3 anos no mercado e é referência na tecnologia de leitores eletrônicos.

    O gadget da Amazon ainda lê MP3 (ótimo para audiobooks, inclusive) além de ler (em voz masculina ou feminina) textos em inglês.

    O alfa precisa baratear no mínimo 20%, ou então as livrarias facilitarem bastante no preço dos ebooks em portugues para compensar…

    • Fernando e com o kindle vc pode baixar ebooks de outros sites, tais como do governo (dominio público)??? Vc tá gostando???

  • Só pode ver se for comprar? É isso mesmo, Positivo? Além de vender caro, ainda vem com mais essa frescura. Vai nessa Positivo, que vai vender muito…

  • Acho que é despreparo da livraria mesmo. Não consigo imaginar a cultura com um stand exibindo ele na loja.
    Eu comprei o meu e não me arrependo. pois estou lendo muita coisa que estava deixando de lado por não ter coragem de abrir o notebook no ponto de onibus só para ver um ebook !
    Ah .. caso ninguem tenha notado, o alfa não é fabricado pela positivo, mas é um "eGriver Touch" com firmware da positivo.
    O que não gosto mesmo é pagar 20 reais por um ebook, enquanto o livro fisico custa 29,90 !!

  • Estranhei ao manusear uma caixa do Alfa, e encontrar a indicação de que o mesmo não estava contido dentro dela. Também vi o folheto descrito acima. Contudo, diferente do que foi descrito no post, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, permitiram que eu o manuseasse normalmente, após solicitar o mesmo no caixa. A única decepção que tive mesmo foi a lentidão do aparelho. O preço, mesmo escutando de um senhor ao lado que estava adquirindo o mesmo para "experimentação", pois preferia os livros impressos, achei caro demais. Por não ter funções que julgo necessárias, as quais encontro num Kindle, acho que por hora, o gadget não me interessa.

  • No domingo consegui ver um Alfa "na mão" na Livraria Cultura do shopping Bourbon em São Paulo. O vendedor foi solícito: deixou o aparelho na minha mão e, quando devolvi, ainda disse "você pode continuar experimentando se quiser".

  • A diferença de velocidade, na troca de páginas, por exemplo, é muito grande com relação ao Kindle?

  • Comprei um e já devolvi pra loja. Compra feita pela internet temos o prazo de "arrependimento" de 7 dias, não fiquei nem 24hrs com ele. Lento demais (eu tinha apenas 2 livros), ele pode incluir notas, mas apenas 3 e a capacidade dele é p 1.500 livros. Pra virar a pagina nem é tão lento, mas pra dar zoom, trocar de livro, procurar palavras, ler o dicionario, é muito lento. Os arquivos em pdf ficam pequenos demais, e o zoom é realmente um problema… enfim… eu nao aconselho que comprem. Ainda tem um botao que esqueceram de dar funcionalidade… parece que seria de audio, mas algo nao deve ter funcionado, no manual aparece "sem funcionalidade".

  • Comprei um "Alfa" e chegou hoje pra mim. O aparelhinho é show! Compensa procurar um lugar para fazer o "test-drive".
    Adquiri o meu no site das lojas americanas e, ao meu ver, a única coisa chata é o preço. No mais, a meu ver, ele compensa mais do que o Kindle, por alguns fatores:
    1- Se você quer conectar à internet, compre logo um iPad ou um notebook. Conectar via e-readers, que ainda não tem disponível a tecnologia do e-paper a cores, é bobagem. Ninguém precisa ler livros com urgência, de forma que você pode perfeitamente esperar chegar em casa para baixar o livro do seu PC ou laptop;
    2- O kindle ainda é extremamente restrito quando se trate de formatos de e-books. Ele lê praticamente só os livros disponíveis na Amazon.com e alguns outros poucos formatos. Não lê a maioria dos livros vendidos nas livrarias brasileiras. O Alfa lê EPUB, PDF e TXT. Nesse aspecto, perde só para o Cool-Er, que também lê RTF. Mas todos esses formatos são perfeitamente conversíveis para PDF.
    3- O tamanho do Alfa é muito bom. É quase a metade do tamanho do Kindle. E ainda vem com uma capinha de couro show de bola, para proteção.

    Enfim… pelo que eu pude ver, até agora só vi pontos positivos. Ele também não tem MP3, mas pô!! Pra quê ouvir música e ler livro ao mesmo tempo? Eu, particularmente, não consigo. E, no mais, prefiro mp3 players que caibam no bolso. Então, pra mim, o Alfa é perfeito.
    Abraço!
    João Paulo

  • Aqui em Joinville, na Livraria Curitiba, é só pedir que a vendedora entrega o Alpha para a pessoa pegar, ligar e testar à vontade.

    O problema é só na Cultura mesmo.

  • Um e-reader não é um brinquedinho colorido pra impressionar os amiguinhos do colégio. É coisa pra quem lê de verdade. Livros, lembram o que é isso?
    Eu descobri um jeito de habilitar vários recursos do Positivo Alfa. Escrevi um post sobre como fazer isso. Está no meu blog para quem quiser se aventurar. Eu digo que vale a pena.

    • Roberto, qual é o seu blog ? Quero saber como habilitar os recursos do Alfa…

  • Tenho uma pergunta um tanto idota, mas vamos lá, com essa maré de gente dizendo q tem q comprar , comprar, comprar, não posso inserir no aparelhinho livros que pego no 4shared por exemolo???
    Ou ler uma monografia de alguem??
    Não entendi e aceito explçicações|!!!!
    Amo livros , mas leio muito rápido e cansei de levá-los para vijar….pesam muito

    Sheila Santos

  • Minha Esposa comprou um leitor de e-books Positivo Alfa e me deu de presente. Com uma semana ele apresentou defeito: a tela ficou completamente escura e borrada, levei na assistência técnica H2 Informatica aqui em Brasília, a princípio eles nem sabiam o que era o equipamento, dias depois me disseram que a matriz do visor estava quebrada, como isso aconteceu não faço a mínima idéia.

    Só que o problema começa ai, disseram que por estar quebrado foi mal uso, até ai tudo bem, não sei como aconteceu ou se aconteceu comigo agora não vem ao caso.
    A positivo informou a técnica que não existe conserto, que teria que trocar o aparelho inteiro, como uma empresa desse porte, querendo popularizar os e-books, me bota no mercado um produto que se tiver problema já era, "perdeu malandro", o aparelho é simplesmente descartável, repito: não faço a mínima ideia de como isso quebrou, ou se já veio da loja quebrado, eu gostaria que fosse consertado, pagaria pelo serviço já que me acusam de mal uso, mas não, perdi 799 reais. Vou procurar meus direitos na Justiça, a positivo não pode se furtar a consertar meu aparelho.
    Não esta escrito em lugar nenhum que não existe conserto para o aparelho, a positivo tem que conseta-lo.
    POR ISSO FICA MEU ALERTA, CUIDADO NÃO COMPREM O POSITIVO ALFA, SE DER PROBLEMA VOCÊS FICARÃO SEM PRODUTO, POIS A POSITIVO NÃO TEM CONSERTO PRO APARELHO!!!!!

  • […] um bom uso para o Positivo Ypy 7 seja o de leitor de e-books (Alguém tem notícias do Positivo Alfa, por sinal?). Dez títulos de domínio público já vêm pré-instalados no […]

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos