ZTOP+ZUMO 10 anos!

Polaroid pede concordata nos EUA

polaroid_cameras

Empresa cujo nome é sinônimo de fotografia instantânea, a Polaroid  Corp. anunciou que entrou com um pedido de concordata nessa última sexta-feira (18/12) nos EUA após a sua controladora — a Petters Group Worldwide — começar a ser investigada por suspeitas de fraude financeira que poderiam envolver a Polaroid.

Segundo anúncio publicado no seu site, a empresa não está indo para o vinagre e sim está pedindo um tempo para proteger e reestruturar os negócios da empresa. Mary L. Jeffries — CEO da Polaroid — declarou que  esse processo não terá impacto nas atividades diárias para os clientes, funcionários e fornecedores. A nota afirma que a Polaroid pediu concordata com uma boa reserva de caixa, suficiente para reorganizá-la. A programação de lançamentos para 2009 está mantida.

Fundada a mais de 70 anos, a Polaroid construiu seu negócio em cima de constante inovação baseada na sua tecnologia de fotografia instantânea que explorava o conceito de  “gratificação imediata” — uma killer app na época das câmeras de filme —, mas que perdeu muito do seu atrativo com a chegada das câmeras digitais e suas telinhas com preview de imagens.

Assim como a Kodak, a Polaroid diversificou ao máximo o uso de seu sistema de revelação, mas finalmente entregou os pontos informando que vai reduzir significativamente sua oferta de produtos analógicos  até o final de 2009 ao mesmo tempo que abraçou com braços e pernas o mundo digital entrando no segmento de TVs LCD, DVD players, porta-retratos eletrônicos, câmeras digitais e até impressorinhas portáteis como o PoGo que, de um certo modo, até lembra o sistema “mostra língua” lançado originalmente na década de 1970 com o revolucionário modelo SX-70, uma câmera reflex com sistema de fole que, quando fora de uso, podia ser desdobrada e “achatada”, entrando em qualquer bolso (de casaco).

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.