ZTOP+ZUMO 10 anos!

Review: TV LED Philips série 7300 com Ambilight

Comprar uma TV hoje é tarefa difícil e complicada.

Se no passado não muito distante (pensando que 1998 foi o ano que as telas grandes de plasma começaram a aparecer nas lojas com preços abusivos) você escolhia um tamanho “grande” que, no máximo era de 20-29″, hoje são tamanhos enormes com inúmeras tecnologias embarcadas.

A Philips me mandou um modelo de 55″ da nova série 7300 para testar, com Ambilight (essa luz na borda da tela) em três lados e recursos de Smart TV integrados. No geral, a experiência foi bem positiva.

O mais legal do processo foi mudar parte da minha visão sobre telas de LED no uso diário.

Explico: tenho uma TV de 42″ de plasma em casa (um modelo da LG de 2009), adoro o contraste quase perfeito que essa (já ultrapassada) tecnologia fornece, sem exagerar no brilho e sem dar problemas de movimento na tela. Meu sonho de consumo hoje são lindas telas OLED,  mas ainda caras demais, um investimento que ainda não vale a pena.

Meus problemas com TVs de LED e LCD até então: muito brilho, falta de contraste, muito problema de movimento (o clássico efeito “soap opera”, que gera um leve atraso na imagem com pulo de alguns quadros e uma dor de cabeça daquelas depois de um filme).

Entra em cena a Philips série 7300 (modelo 55PFG7309/78), um dos modelos topo de linha da fabricante recém-lançado no mercado brasileiro, que me ajudou a remover 80% (mas não todos) meus problemas com telas LED (em resumo: ainda acho muito brilhante a tela, mas é opinião pessoal minha). E o Ambilight ajuda pra caramba.

Passei o último mês assistindo TV nessa tela gigante e é um baita de um equipamento pra colocar na sala de casa.

PHILIPS 7300 - 03

A TV série 7300 é da família de modelos ultrafinos da Philips, com apenas 1,9 cm de espessura na tela, com borda também fina. O acabamento em alumíno e a base cromada (também superfina) dão a sensação de que a tela com resolução máxima de 1920 x 1080 flutua sobre uma superfície.

Dá para pendurar a TV na parede também, com um encaixe para suporte padão VESA na traseira do equipamento.

PHILIPS 7300 - 22 PHILIPS 7300 - 31

O controle remoto é grande e cheio de funções, incluindo um teclado alfanumérico em sua parte traseira. Ao ser usado em menus internos – mais notadamente nos de Smart TV – o controle atua como mouse na tela: mova o braço e a seta segue o movimento.

DSC_0164 DSC_0166

O Ambilight  – ou diversas lâmpadas LED minúsculas montadas atrás da tela em sequência – dá um efeito especial ao ajustar as cores projetadas na parede de acordo com a imagem na tela. É um diferencial exclusivo da Philips faz algum tempo, e esse modelo conta com três lados (topo e laterais da tela) com os LEDs.

Se você tiver lâmpadas HUE em casa, elas funcionam em sincronia com a TV, ampliando a experiência.

PHILIPS 7300 - 33 PHILIPS 7300 - 26

As conexões da 7300 se concentram no lado esquerdo da tela, com quatro portas HDMI, duas USB (que reproduzem diversos formatos de vídeo e também permitem gravar TV em HDs externos), duas A/V, saída de áudio digital (óptica), uma porta Ethernet e um conector de antena.

PHILIPS 7300 - 27

Parte das conexões fica na lateral…

PHILIPS 7300 - 28

E outra parte na traseira/embaixo:

PHILIPS 7300 - 30

A TV tem ainda conectividade Wi-Fi (padrão N) integrado para poder usar os recursos de Smart TV.

PHILIPS 7300 - 04

Que fica em uma interface nova da Philips, que se sobrepõe à imagem. São diversas opções de aplicativos/recursos integrados, e um dos focos principais da fabricante é destacar os serviços de vídeo sob demanda entre os aplicativos. A linha inicial (com os ícones em azul) traz links para a galeria de aplicativos, Social TV (que integra Facebook e Twitter a uma barra na lateral), TV on Demand (com programas/destaques sob demanda), navegador, Cloud Explorer (que se conecta à sua conta do Dropbox, uma baita ideia legal) e Cloud TV (mais canais sob demanda).

De conteúdo nacional, destaque grande pro aplicativo da Band TV:

PHILIPS 7300 - 07 PHILIPS 7300 - 08

Curioso é navegar pela Cloud TV. Apesar de configurada para o Brasil, só achei canais em italiano (!).

PHILIPS 7300 - 09

E a meia dúzia que vi tinha uma estranha propaganda de chicletes antes:

PHILIPS 7300 - 11

Mas de qualquer modo é um canal online, como dá pra ver ao pressionar o botão de “informações” no controle remoto:

PHILIPS 7300 - 12

Ah sim, esta é a “Social TV”: ainda prefiro o Twitter no smartphone como segunda tela ao ver TV.

PHILIPS 7300 - 13

E o navegador (que me pareceu bem experimental):

PHILIPS 7300 - 14

A TV sob Demanda tem um monte de conteúdo – a maioria notícias – pra ver, mas nada em português ainda. PHILIPS 7300 - 15

A cena abaixo não é TV: é streaming sob demanda do Wall Street Journal.

Vale ressaltar que no app do Netflix, a transmissão na maioria das vezes começa em padrão SD (e com uma imagem ruinzinha) e ajusta para HD em poucos instantes.

PHILIPS 7300 - 16

Com os ajustes certos, a qualidade de imagem é muito boa, seja na reprodução de vídeos (via pen drive no USB ou discos Blu-Ray). A qualidade de som (20w RMS) também é bastante boa.

PHILIPS 7300 - 03

Ou na velha e boa TV a cabo. Por questões de localização, TV aberta não pega aqui em casa – mas a 7300 tem sintonizador digital e (diz o manual) já vem com Ginga.

philips tv - 01

E tem recurso 3D também, com tecnologia passiva. A TV vem com quatro pares de óculos na caixa e faz conversão automática de conteúdo (ver “Cosmos” em 3D é incrível!)

PHILIPS 7300 - 18

Mas pena que não dá para reproduzir o efeito em fotografia.

PHILIPS 7300 - 19

Outros itens interessantes da Philips 7300 incluem o fato de ela incluir “rede” como uma das fontes de imagem (via DLNA)…

PHILIPS 7300 - 20

… e ter Skype pré-instalado e com atalho no menu inicial, apesar de esse modelo específico vir sem câmera integrada.

PHILIPS 7300 - 21

Conclusão

Testar TVs não é tarefa fácil: é um produto pesado, grande, caro e complicado de montar e desmontar em curtos períodos de tempo (e por isso acabamos testando poucos modelos aqui no ZTOP). O televisor Philips série 7300 (20 kg com a base) é um belo exemplar de uma tela grande, nítida e com inúmeros modos de configuração que conseguem convencer um chato (como eu) de que telas LED podem ser (e são) muito boas.

Ainda continuo com a impressão de que o brilho (mesmo reduzindo-o ao máximo) ainda é muito grande, mas no geral esse modelo específico da Philips se comporta muito bem no geral – e sem efeitos indesejados na imagem final, principalmente naquela vinda de canais da TV a cabo (que é 1080i, não 1080p). Se você está no mercado em busca de uma TV nova, a Philips série 7300 é uma excelente escolha.

Resumo: Philips série 7300 (modelo 55PFG7309/78),

O que é isso? TV LED Full HD de 55″
O que é legal? Ótima qualidade de imagem, diversos recursos de conectividade, tem Ambilight de 3 lados.
O que é imoral? Controle remoto muito grande, ajuste de brilho pode ser complicado
Avaliação: 7,5 (de 10). Entenda nosso novo sistema de avaliação.
O que mais? Muito boa qualidade de som, modo de games 3D com divisão de tela, 3D passivo integrado, usa processador dual-core.
Preço sugerido: a partir de R$ 5.999
Onde encontrarPhilips

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Gustavo 10/06/2014, 18:48

    Gosto da qualidade de imagem da Philips, mas após comprar um modelo que foi prometido suporte futuro a Netflix e não tem fico com pé atrás com a marca.

    • Henrique Martin 10/06/2014, 20:41

      a maioria dos painéis LED é produzido pela Samsung ou LG… pras demais marcas. O que muda é o ajuste fino de cada fabricante específico.

    • Filipe Braz Massignan 11/09/2014, 11:58

      Te recomendo um Chromecast então, sempre atualizado e mais rápido que qualquer smart.

  • Kaytano 10/06/2014, 22:08

    A Philips tem tecnologia de ponta, mas é mau aproveitada por eles mesmos, ou seja pura enganação os aparelhos que ela fabrica, ela não tem competência de dar o devido suporte em seus aparelhos, e para completar usa de produtos já defasados em outros países no Brasil, não é uma empresa responsável que respeita os seus consumidores, se um aparelho quebra eles trocam por outro de qualidade inferior, pois não são capazes de concertar nem os novos na garantia quem dirás os antigos, tive vários aparelhos assim, todos foram ignorados pela Philips exatamente pq os aparelhos trazidos para o brasil são defasados la fora tive um aparelho que eles ignoraram nem deram-me o esquema para o concerto disseram que não existia peça, comprei a peça no ebay e eu mesmo concertei o aparelho no susto, coisa que as autorizadas do Brasil nenhuma teve competência de trazer a peça e nem concertar, a resumir se comprar PHILIPS, reze para não quebrar, pois se quebra, a Philips vai deixar-te na mao, se tem sorte não fique preocupado cedo ou tarde sera um felizardo e lembrará do que falei nessa nota

  • Leonardo Carneiro 11/06/2014, 14:05

    Comprei um modelo deste ano (47PFL7008) e estou bastante dividido. A TV em si e a imagem são lindas, som é bastante razoável, o ambilight (apenas lateral no meu modelo) é elegante, mas os menus são MUITO RUINS. Travam, são irresponsívos ou muito lentos, principalmente nos primeiros minutos após ligar a TV. Navegar pelos arquivos em um HD externo também é um suplício. Ao ligar o 3D, por algum motivo o som também fica muito diferente (não sei se é um recurso ou um “recurso”).

    Enfim, concordo com o Kaytano em alguns itens. A marca tem um produto potencialmente bom, mas ainda pisa na bola com algumas coisas. Sinto que está atrás dos modelos da Samsung e principalmente da LG.

  • sigma7777777 25/06/2014, 09:52

    Gostei, mas achei estranho a baixa nota 7,5 e por isso fiquei com um certo receio. A união com as lâmpadas HUE me chamaram a atenção. No entanto preciso de um modelo menor e também com um custo bem menor que esse.

  • Filipe Braz Massignan 11/09/2014, 11:53

    Bom dia, sabe me dizer se a entrada HDMI dela é 1.4 ? grato.

  • Filipe Braz Massignan 11/09/2014, 11:58

    Bom dia, gostaria de saber se a entrada HDMI dessa TV é 1.4 ? grato.

  • Fernando 25/10/2014, 14:28

    Para dependurar na parede, essa parte “gorda” na base da TV pode ser removida?
    Ela é fina em cima mas em baixo parece ser bem espessa. Não estou falando do pedestal.
    Será q dá p dependurar bem justinha na parede? Me parece que não… Alguém sabe dizer?