Philco Hit: novo smartphone básico no pedaço

P

2020 segue normal no mundo dos smartphones, com novas marcas entrando em um conhecido e disputado mercado: o da faixa de preço abaixo de R$ 1.000. Já tivemos a Nokia no começo da semana e agora é a vez da Philco, com seu Philco Hit.

A Philco é velha conhecida do consumidor brasileiro, tem grande presença no varejo – a marca existe no país desde 1934, quando vendia rádios. Hoje é parte da Britânia, que também é especializada em eletrodomésticos, e a Philco vende de TVs conectadas a panelas de pressão, agora é a hora dos smartphones.

O Philco Hit é o primeiro smartphone da marca, com configurações de entrada e apenas uma opção de cor (preto). Será seguido “em breve” por outros dois modelos com tela maior de 6″, mais opções cores (rosa e cinza, além do preto) e Android 10 de fábrica, o Hit Max (com 128 GB internos) e o Hit Plus (64 GB). O foco das vendas acaba sendo na base de varejo da Philco, com hipermercados e supermercados e também no online.

O preço sugerido do Hit é de R$ 999,90, mas a fabricante diz que varejistas já têm o produto com valores menores. Vendo o preço do produto, dá para se imaginar entrando em um Carrefour / Extra e vendo uma pilha de smartphone em promoção 🙂

Philco Hit PCS01: Especificações

  • sistema operacional: Android 9 (com promessa de update para Android 10 sem data definida)
  • chipset Unisoc SC9863A (octa-core 1,6 GHz)
  • 4 GB de RAM
  • 64 GB de armazenamento interno. Slot para cartão microSD de até 128 GB.
  • Tela de 5,45″HD+ (1440×720) 
  • Câmera traseira: 13 megapixels + sensor de profundidade de 2 megapixel, flash LED
  • Câmera frontal: 5 megapixels
  • Bateria: 4.000 mAh, recarregável com cabo microUSB
  • Entrada para fone de ouvido padrão 3,5 mm. 
  • Dimensões: 157,69 x 75,41 x 8,68 mm, 183 gramas

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

+novos