Pensando fora da caixa

P

Estava trabalhando agora pouco no meu computador quando – do nada – meu querido mouse laser de 2.000 dpi tinindo de novo pirou. O movimento da seta tornou-se irregular e imprevisí­vel, apesar da rodinha de navegação funcionar perfeitamente, o que me deixou ainda mais intrigado.

Um dia antes eu havia trocado meu bom, velho e meio temperamental chaveador KVM Compaq 4110 por outro Compaq menor, mais moderno e menos caduco (firmware de 2000). Até ai tudo bem até hoje de manhã antes do mouse se rebelar.

Seguindo meu bom senso, eu reinicializei (via botão de reset) o chaveador KVM e o problema persistiu. Desliguei e liguei o dito cujo e nada. Desliguei os computadores, desembaralhei, desconectei e conferi todas as conexões dos cabos, religuei tudo e necas de pitibiriba… :^(

Quando eu já ia partir pra ignorância – desmontar tudo e recolocar o chaveador velho de volta – ao pegar o mouse eu topei com a cena abaixo: um fiapo de papel entrou na câmara do seu sensor óptico, atrapalhando a captação de imagem e, conseqí¼entemente, a interpretação do seu movimento.

Moral da história: Aquele papo de pensar fora da caixa pode ser verdade. A solução de alguns problemas pode estar realmente onde você menos espera.

Versão alternativa: Limpar o mousepad de vez em quando – além de afastar as formigas – pode prevenir transtornos. ;^)

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos